Subscribe

Quer investir em ações mas não sabe qual ação comprar? Compre todas !

O mercado de ações no Brasil foi impulsionado fortemente pelo impeachment de Dilma em 2016 e isto gerou uma perspectiva de retorno do crescimento econômico, de retomada do controle da inflação e queda dos juros. 
Estas expectativas levaram o ibovespa a praticamente a máximas históricas em 2017. Obviamente isto leva muitas pessoas a quererem investir na bolsa para tentar ganhar dinheiro rapidamente.
Por experiência própria, a bolsa não funciona assim. A maioria dos investidores iniciantes que não conhecem o mercado cometem o erro de investirem em algumas poucas ações individuais sem analisar fundamentos, geralmente por ouvirem falar que elas estão subindo forte. Quando você ouvir isto é por que geralmente a oportunidade já passou, lembre-se disso.

Os primeiros nomes que lhes vêm a cabeça são algumas das ações com maior participação no Ibovespa, as blue-chips: Petrobrás (PETR4), Vale (VALE5), Gerdau (GGBR4), Itaú (ITUB4) e Banco do Brasil (BBAS3), etc.

Alguns dos mais renomados nomes da economia e finanças batem na tecla da diversificação. Nunca colocar todo o dinheiro em poucas cestas. No mínimo uma cesta de 30 ações é necessário para ter o mínimo de diversificação.

Baseado nestes conceitos básicos de mercado, os fundos de índices ou ETFs tem um papel importantíssimo para o investidor iniciante pois oferecem exposição a muitos papéis pelo preço de um.

No Brasil, qualquer corretora vai te dar acesso aos principais ETFs brasileiros. Os principais são: PIBB11, BOVA11 e SMAL11. Você vai encontrar também ETF com exposição aos EUA (o IVVB11), ou seja, não precisa nem mandar dinheiro para fora do país para investir por lá, você consegue isto comprando IVVB11.


Quais as vantagens dos ETFs?


Diversificação: Investir em várias ações ao mesmo tempo. PIBB11 são 50 ações, BOVA11 geralmente mais de 60 papeis. Smal11 todas as small caps da bovespa.
Dividendos: São automaticamente reinvestidos sem você se preocupar. Isto aumenta ainda mais o poder dos juros compostos no tempo.
Alta aderência: Significa que acompanha o seu índice em quase 100%. Se o ibov subir 10%, o bova11 tende a subir muito próximo a isso.
Baixo Custo: Investir diretamente no ETF e não em um fundo de ações pode significar mais de 1% de rendimento extra, pois por exemplo o PIBB11 cobra apenas 0,06% ao ano de taxas enquanto um fundo de ações do BB por exemplo (BB Ações alocação ETF por exemplo) cobra taxas de 1,6% ao ano para investir nos mesmos ETFs.
Menos perda de tempo: Você não precisará ficar analisando cada empresa, gráficos, relatórios trimestrais, balanços, etc supondo que você saiba como analisar isto. Deixe o tempo e os juros trabalharem para você.

Quais as desvantagens dos ETFs?

Logicamente investir em ETFs tem algumas desvantagens como por exemplo, um ETF como PIBB11 ou BOVA11 incluem participação em muitas empresas que compoe o índice, isto quer dizer que você vai comprar participação em boas empresas mas também em muitas empresas ruins.
Outra desvantagens dos ETFs brasileiros é que eles não pagam dividendos diretamente na sua carteira todo mês ou trimestre como os ETFs americanos. Eles reinvestem automaticamente este valor ao principal. Isto pode ser bom na fase de acumulação de capital, mas péssimo para quem já está vivendo de renda pois para utilizar este dinheiro vai precisar vender unidades deste ETFs pagando com isto corretagem e impostos.
Uma última desvantagem dos ETFs é que não contam com a isenção de IR para movimentações de até 20 mil reais como as ações contam. Vendeu qualquer valor de um ETFs já precisa pagar imposto via DARF.


Conclusão

Investir em Bolsa é para o longo prazo. Se pensar no curto prazo não é investir, é especular ou tredar, o que também não tem nada de errado, mas precisa experiência e capital que possa eventualmente perder, além de ter uma manejo de risco apurado e seguir uma metodologia bem montada, ou seja, dá trabalho e precisa estudo e nervos de aço muitas vezes.
ETFs amenizam e facilitam o pequeno investidor que não sabe operar ou escolher boas empresas a inciar na renda variável. Existem prós e contra e você deve pesar o que mais importa para você e qual seu perfil de investidor para decidir se ETFs são uma boa para você.

Entretando, para um investidor iniciante que quer entrar em renda variável poderia comprar PIBB11 (ETF recomendado pelo aposenteaos40 devido ao menor custo administrativo que BOVA11) e por manter por anos, ou até décadas. Cada vez que o IBOV cair forte você deve comprar mais um pouquinho (isto é exatamente o contrário do que um especulador ou trader faria). Com isto, você vai estar comprando na baixa para um dia, daqui a muitos anos, vender muito mais caro que comprou. Isto é o que grandes investidores pessoa física fazem sem medo de perder dinheiro com as variações de curto prazo que sempre vão existir.

Mas atenção, do total do seu dinheiro, geralmente não coloque mais de 20% em ações se o seu perfil for conservador. Também dependerá da sua idade ou quantos anos falta para se aposentar. Quanto mais velho ou mais perto da aposentadoria, mais segurança você vai querer e menos tempo para esperar o mercado de ações se recuperar de uma possível queda forte você terá. 



Nenhum comentário

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.