Subscribe

Estudo de Caso: Engenheiro recém formado na busca pela IF

Recebemos mais um pedido para análise de estudo de caso. Desta vez nosso amigo ERB nos escreve:

Bom dia AA40! 
Antes de tudo, parabéns pelo seu blog! O conteúdo é excelente, e por acaso, foi através de uma visita ao blog que comecei a me interessar por investimentos e após alguns meses, fiz meus primeiros aportes.

Primeiramente, gostaria de ficar no anonimato, sou engenheiro recém-formado e estou no mercado de trabalho cerca de 1 ano e 4 meses, tive que mudar de estado para trabalhar e por isso, no início tive gastos com mobília de casa, compra de um carro ( usado e quitado). Sobre o carro, parece euforia de recém-formado ou consumismo, porém,  foi necessário pois a  pequena cidade onde moro é sem recursos, como por exemplo: banco, hospital, opções de lazer, então ter um meio de locomoção se tornou uma necessidade.

Bem, como explicado acima, somente agora , consegui juntar um dinheiro e iniciei  meus aportes.

Meu custo de vida mensal  atualmente: 1.200,00 ( valor máximo, incluindo todas as despesas, inclusive educação, gastos extras  e lazer).
Salário líquido: 3.000,00.
Planejamento de aporte mensal: 1.500,00.
Resíduo mensal: 300,00, que guardo para eventuais emergências ou gastos extras.

Minha carteira atualmente (R$ 8.357,73)

Sou leigo em investimentos, a estratégia pensada para 2018, é equilibrar a carteira aumentando o percentual investido no Tesouro Direto, deixar 10% da carteira em moeda forte ( dólar ou euro) e ouro. Na carteira de ações, investir mais em dividendos. Gostaria de sua opinião e dicas em que eu possa melhorar minha maneira de investir e se possível, fazer uma projeção de quanto tempo demorará para chegar a tão sonhada IF (considerando que almejo manter um perfil moderado nos investimentos).

Muito obrigado!  

E.R.B.
________________________________________



Primeiramente, muito obrigado pelo seu e-mail e pelos elogios, ERB. Ficamos muito felizes em despertar o interesse pelos investimentos e frugalidade. Alias, frugal você realmente é. Viver com mil e duzentos reais incluindo todas as despesas (não disse se inclui aluguel, mas assumimos que sim) é realmente um belo exemplo de como ser frugal e priorizar os investimentos.

→ Como menciona que é recém formado, não poderia ter começado em melhor momento a economizar e investir. Como sabe, os juros compostos precisam de tempo para mostrarem o seu poder.
→ Quanto ao carro, sim, muitas vezes ele é necessidade dependendo de onde você mora e fizeste o certo, comprar usado e não financiar. Sem problemas ai e eu mesmo já fiz isto.

→ Quanto a sua carteira atual. Bem, ai temos alguns comentários a tecer. Particularmente não indico investir em ações até seu portfólio atingir um certo valor. Este valor varia de acordo com a situação de cada um e o perfil de risco também. 

Geralmente, a melhor forma de montar um portfólio para quem está começando é seguir estas etapas (primeiro abra uma conta em uma corretora de sua confiança):

1) Reserva de Emergência: Precisa colocar em um Tesouro Selic por exemplo (liquidez diária) no mínimo 6 meses de despesas para garantir sua sobrevivência em caso de um imprevisto. No seu caso seriam R$ 7.200. Como você já tem dois mil em Tesouro Selic (24% da carteira), precisa ainda aportar mais uns 5 mil nela. Uma vez feito isso, passo 2.

2) Renda Fixa: Um vez tranquilo com sua reserva de emergência, ai então começamos a investir de verdade e aqui focamos no curto/médio e longo prazo.
Vejo que você já está com mais da metade de sua carteira em ações e no final menciona que quer manter um perfil moderado. Pois bem, o perfil atual da sua carteira que é arrojado, não é a mesma do seu perfil desejado que é moderado. Isto é um fator de risco !
Pessoalmente, como a bolsa subiu bem em 2017, eu venderia boa parte da carteira com lucro e, rebalancearia sua carteira visando mais renda fixa (que é a melhor do mundo mesmo com Selic baixa), incluindo CDBs por exemplo que não possui no momento. Hoje existem excelentes opções em várias corretoras (nunca banco grande). Se não quiser vender suas ações, não aporte mais nada nelas até atingir a etapa 3.

Veja bem: Alguns vão comentar coisas como:  ah mas a bolsa vai bombar em 2018, ah mas investe em bitcoin, ah mas o AA40 é louco por que renda fixa não está rendendo nada com a Selic nos menores níveis da história...OK. Ai eu te pergunto, qual o seu objetivo final da sua carteira? Viver de renda um dia, certo? Para viver de renda um dia você tem que focar nos aportes e se proteger da inflação. Somente os aportes serão capazes de te possibilitar isso. Os juros vão ajudar e muito, mas no longo prazo, pouco vai importar se ano que vem você ganhar 2% a mais ou a menos que o CDI...
No início você tem que ir devagar e sempre. Focar em investimentos mais seguros, que te protejam da inflação como o TD IPCA+ até ter algumas centenas de milhares de reais guardado. Ai sim é hora de diversificar e buscar retornos maiores em multimercado, ações, dólar e dividendos, etc. Antes disso você vai perder muito com despesas operacionais entre outros - etapa 3.

3) Diversificação e retorno: Agora com uma reserva de emergência segura e um bom montante em renda fixa (mais de 100 mil reais por exemplo) é hora de diversificar um pouco em busca de maior retorno. Investir em um ETF como IVVB11 para se expor ao mercado americano, investir em algumas poucas e boas empresas pagadoras de dividendos na bolsa (evitar tredar, mas focar em logo prazo e em ser "sócio" da empresa), algumas debêntures qualificadas, fundos multimercados, FIIs certamente, etc.
Dê uma olhadinha na carteira AA40 conservadora e moderada para ter uma ideia melhor.

Tempo para IF?


Ajustando sua alocação de ativos, esperamos que sua carteira renda IPCA+5 a IPCA+6 %aa. Consideraremos que consegue aportar 1500 treze vezes ao ano (incluindo décimo terceiro); que sua empresa vai repor a inflação no seu salário todo o ano (3.5%aa no exemplo). Ainda que você precisará de 2 mil ao mês para viver e não apenas 1.200 atuais. Ainda que usará uma TSR de 4%.
Sua meta no caso é atingir um portfólio que te gere 2 mil ao mês com uma taxa real de juros de 4% ao ano (TSR4). Este portfólio necessário seria de R$ 600 mil reais.
Quanto tempo para atingir isto?

AnoSaldo InicialContribuição anualRetorno (4.5% aa real)Total
1R$ 8,357.73R$ 19,500.00R$ 375.10R$ 28,232.83
2R$ 28,232.83R$ 20,182.50R$ 1,269.48R$ 49,684.81
3R$ 49,684.81R$ 20,888.89R$ 2,234.82R$ 72,808.51
4R$ 72,808.51R$ 21,620.00R$ 3,275.38R$ 97,703.89
5R$ 97,703.89R$ 22,376.70R$ 4,395.68R$ 124,476.26
6R$ 124,476.26R$ 23,159.88R$ 5,600.43R$ 153,236.58
7R$ 153,236.58R$ 23,970.48R$ 6,894.65R$ 184,101.70
8R$ 184,101.70R$ 24,809.45R$ 8,283.58R$ 217,194.73
9R$ 217,194.73R$ 25,677.78R$ 9,772.76R$ 252,645.26
10R$ 252,645.26R$ 26,576.50R$ 11,368.04R$ 290,589.80
11R$ 290,589.80R$ 27,506.68R$ 13,075.54R$ 331,172.02
12R$ 331,172.02R$ 28,469.41R$ 14,901.74R$ 374,543.17
13R$ 374,543.17R$ 29,465.84R$ 16,853.44R$ 420,862.45
14R$ 420,862.45R$ 30,497.14R$ 18,937.81R$ 470,297.40
15R$ 470,297.40R$ 31,564.54R$ 21,162.38R$ 523,024.33
16R$ 523,024.33R$ 32,669.30R$ 23,535.09R$ 579,228.73
17R$ 579,228.73R$ 33,812.73R$ 26,064.29R$ 639,105.75
18R$ 639,105.75R$ 34,996.17R$ 28,758.76R$ 702,860.68
19R$ 702,860.68R$ 36,221.04R$ 31,627.73R$ 770,709.45
20R$ 770,709.45R$ 37,488.78R$ 34,680.93R$ 842,879.15
21R$ 842,879.15R$ 38,800.88R$ 37,928.56R$ 919,608.59
22R$ 919,608.59R$ 40,158.91R$ 41,381.39R$ 1,001,148.89

*Somente perto do quinto ano é que você deveria começar a focar em investimentos com maior possibilidade de retorno como ações por exemplo. Usamos um rendimento real de apenas 4.5% aa para sermos mais conservadores.

No cenário atual, você vai precisar de 16 anos e meio para atingir seus objetivos e em menos de 22 será milionário (se tiver 25 anos, com menos de 50 anos será milionário). Lembre-se, isto usamos um aporte de 1,500 reais por mês mais inflação apenas. Como está relativamente ainda em início de carreira, seu salário com certeza será muito maior conforme for progredindo e sendo promovido. Certamente você poderá reduzir vários anos deste planejamento se manter a frugalidade, custo de vida baixo e aportes crescentes!

Muito obrigado pelo e-mail ERB e esperamos ter contribuído um pouquinho para ajustar sua estratégia de investimento e seguir no rumo certo como parece estar !
Bons investimentos e volte sempre ao nosso blog. 
Abraços,
AA40

Comente e contribua abaixo com sua opinião sensata para nosso colega ERB. 
Peça seu estudo de caso também via aposente40@outlook.com




16 comentários:

  1. Excelente post, bastante didático.

    Conseguir aumentar o salário e manter o padrão de vida é uma boa maneira de acelerar a IF. Sempre se dedique bastante a carreira.

    Outra maneira seria conseguir uma renda extra para aportar mais.

    Paralelamente poderá estudar mais sobre investimentos

    Abraço e bom Natal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas DIL, aportes é o segredo. A partir do momento em que o bolo estiver grande, ai os aportes não são tão importantes quanto os juros para aumentar o bolo.
      Feliz Natal - abcs

      Excluir
  2. AA40,

    Acredito que o que pesa muito no resultado final são os aportes constantes - que muitas vezes nem são crescentes, mas precisam ser constantes até para não perder o hábito e começar a gastar com coisas desnecessárias.

    Gostei do que falou sobre a frugalidade. Uma vida mais simples é um grande passo rumo à IF.

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu. Sim, aportes constantes é a chave no inicio...além de manter seus custos baixos, cria o hábito de poupar e investir mais !
      abcs

      Excluir
  3. Só de ser engenheiro recém-formado e ter um emprego esse cara já tá de parabéns, rs. A coisa não tá fácil para os engenheiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah é Seu Madruga. A coisa tá quico, digo, feia para muitos de nós engenheiros ! Mas que nada..a crise tá passando !

      Excluir
  4. Olá AA40,
    Muito bom post! Particularmente não acho adequado essa visão de risco atrelado à ações. É claro que o investidor iniciante pode se assustar com uma queda e querer realizar prejuízo, mas temos ações como Itsa, bbse, irbr e taee que são muito resilientes e sofrem poucas variações abruptas (pra cima ou pra baixo)
    O colega Investidor Miserável mostra uma saga de investimentos de 1 salário mínimo por mês em renda variável. Acho interessante para quem diz que não dá para entrar em renda variável com pouco dinheiro.
    Nesse momento do mercado por exemplo, o iniciante que comprar tesouro ipca+ Vai passar calor. Pois vai ver que é possível ter prejuízo em renda fixa.
    Acho muito adequado também entrar em FIIs pela baixa volatilidade, mas os tijolos não são boa ideia, a janela do FIIs de papel ainda está aberta.
    No livro O investidor inteligente o autor debate muito bem essa questão e recomenda uma carteira 50% RV e 50% RF e um critério de rebalanceamento para realizar lucros e aumento da rentabilidade.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas Janota, porém veja que seu nível de conhecimento é muito maior que nosso leitor inicante que mal começou a aportar. Eu como investidor responsável não posso recomendar encher a mão de renda variável sem o cara saber no que está se metendo. Quando este cara tiver um patrimônio maior ele consequentemente irá atrás de ler e aprender mais e ai sim ele estará pronto para fazer tudo o que recomendaste. Se ele aportar alguma coisa todo mês em ntnb nao vai passar calor e sim criar um pé de meia para aposentadoria. Ele provavelmente não sabe o que é um FII de tijolo por exemplo. Quando eacrevemos para o grande público precisamos ser responsáveis. Se estamos escrevendo só para a blogosfera ai sim tudo bem.
      Valeu pela contribuição. Abcs

      Excluir
    2. Janota,

      É legal lembrar que o livro é feito para o mercado americano. Eu gosto bastante desse livro mas em nosso país com taxas de juros ainda atraentes, talvez 50 a 50 não seja uma boa ideia.

      Abraços!

      E AA40, excelente post! Uma ideia para o cara do post é começar com pouco no mercado de ações e fii, já que hoje temos corretoras com bons preços.

      Abraços

      Excluir
    3. Sim cuidado para não usar estratégias americanas aqui. Eu particularmente estou mudando minha alocação para 100% renda fixa por aqui e 100% renda variável no exterior. Não confio em nada no nosso mercado de bolsa. Só farei alguns trades mas fora da minha carteira de IF

      Excluir
  5. Olá AA40,

    Eu acho muito interessante estas simulações. Usava muito quando comecei a aprender a investir lá por volta de 2005-2006.

    Entretanto, a inflação e a nossa evolução de renda são muito imprevisíveis que qualquer pequena mudança inesperada em algum número no começo de um período de 20 anos, altera completamente o resultado.

    Então, é legal usar os cálculos como guia, mas é bom estar ciente, que pode variar muito, para mais ou para menos.

    Abçs e ótimo final de ano!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente II. As variáveis mudam constantemente mas o importante é ter um plano base sustentável e se ater a ele e aportar o máximo possível sempre. Fazendo isso é 90% do caminho.

      Excluir
  6. AA40,

    Poderia descrever como feitos todos os cálculos da tabela excel? Gostaria de simular um caso para mim. Parabéns pela expilcação, muito didática!

    - Anon Iniciante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito simples Anon, Saldo inicial é quanto vc já possui, contribuição anual é quanto consegue poupar vezes 13 mais reposição de inflacao anual no caso 4%, Retorno anual usa fórmula do valor futuro (=FV(6%,1,1,-VI)-VI) sendo VI valor inicial,total final do ano simples soma dos aportes + juros.

      Excluir
  7. Excelente post AA40, bastante didático.

    Concorco com a recomendação que a bolsa não vai bombar tanto em 2018, pois para isso é necessário que os lucros das empresas crescam bastante para poder justificar um crescimento acerelado no Ibovespa. Temos um ano eleitoral e muita turbulência poderá vir.

    Desejo muito sucesso a este jovem engenheiro no início de carreira.

    Grande abraço AA40, feliz natal e próspero ano novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AF, pode até bombar mas ninguém sabe cara. Já é arriscado normalmente imagine em ano eleitoral. Falta fundamentos. Com os juros reais mais altos do mundo ainda a renda fixa me proporciona tranquilidade e segurança que preciso então tá ok para minha carteira IF. Já para uma pequena carteira arrojada ai sim dá pra fazer uns bons trades. Nosso amigo iniciante não pode é arriscar seu patrimônio pequeno ainda na bolsa já que é a receita perfeita para perder tudo. Já estive lá e sei bem como é.

      Excluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão aprovadas por ordens da minha terapeuta. Obrigado