Subscribe

Viagens Internacionais: Saiba como reaver o imposto pago

Quem não gosta de viajar né? Muitos gostam também de fazer umas comprinhas no exterior também. Ainda melhor é fazer tudo isso e economizar.

Tax Free Shopping (TFS)

Poucos conhecem o Tax Free shopping. Ele é um programa de isenção de impostos, o chamado VAT (imposto sobre produto de valor agregado), que está em vigor em vários países.
Com ele, você, antes de deixar o último país visitado, consegue reaver parte dos impostos pagos nos produtos comprados - Não precisa nem dizer que você deve guardar todos os recibos e ter um valor mínimo de compras que é diferente em cada país mas geralmente é entre 50 a 100 euros.
Importante ressaltar que este reembolso é só para produtos, portanto gastos com hotéis, restaurantes, serviços e compras online não entram no programa.

Por que devolvem?

Geralmente o VAT é utilizado em benefício das pessoas que moram no país. Como você não mora no país, nada mais justo que não pagá-lo. Este é o principio que norteia a devolução.
Além disso, muitos países usam isso como incentivo ao turismo de consumo visando crescimento econômico e turístico.

Quais os países que devolvem?

Atualmente estes países possuem algum tipo de programa de reembolso de impostos de consumo:
Argentina, Armênia, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bulgária, Canadá, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Indonésia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Coréia do Sul, Letônia, Líbano, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Malásia, México, Marrocos, Holanda, Uruguai, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Sérvia, Singapura, Eslovênia, Eslováquia, Espanha, África do Sul, Suécia, Suíça, Taiwan, Tailândia , Turquia, Reino Unido e Vietnã.

Na União Europeia:

Viajantes residentes em um país fora da UE, podem comprar livre de impostos em lojas fora dos aeroportos em toda a UE. O viajante paga o IVA sobre os produtos na loja e pode solicitar um reembolso ao deixar a União Europeia com a mercadoria. As restrições gerais são que um viajante deve ser residente em um país fora da UE, tem uma estadia máxima de 6 meses na UE, as compras serem feitas até três meses antes da saída, e somente os bens destinados a uso pessoal são elegíveis para o reembolso. Os viajantes precisam manter os recibos da compra e visitar as alfândegas (Tax Refund Office) que geralmente fica no próprio aeroporto (chegue com antecedência pois as filas podem ser grandes)
Cabine de Tax Refund no aeroporto FCO em Roma - Fonte: romewise.com
- Atenção: Somente peça reembolso na EU no aeroporto do último país visitado.
- No Site GlobalBlue você encontra lojas, guias, um aplicativo, calculador de imposto a ser restituído além de dicas sobre o tema.


Nos EUA

Embora os EUA não tenham um programa de reembolso de impostos de compra por visitantes (fonte), alguns estados não cobram nenhum imposto sobre vendas de produtos:. Não, Flórida não é um deles. Clique aqui para ver os impostos em cada estado americano e programe suas compras.
Estados americanos que não cobram sales tax. Veja rates em outros estados

E você, já conseguiu reaver o VAT pago nas suas viagens à Europa ou nem sabia que podia fazer isto? Se já o fez, conte abaixo como foi:


9 comentários:

  1. Olá AA40,
    Essa é uma boa forma de economizar! Sempre uso o programa, o procedimento da Global Blue na UE foi bem tranquilo. Tem que chegar um pouco mais cedo no aeroporto, pois tem que estar com o check-in feito, mas antes de embarcar.
    Importante que eles costumam pedir para ver o produto dentro da mala para confirmar saída.
    Outra coisa é que tem um valor mínimo por nota fiscal, tem que prestar atenção na hora da compra, pois por causa de 5 euros você pode perder o ressarcimento da nota toda, daí põe mais um par de meias no carrinho. Rs
    Fiz o procedimento via cartão de crédito, pois em dinheiro havia uma redução no benefício. Demorou, mas caiu tudo na conta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa JI, muito boa sua informação, obrigado por compartilhar estas dicas valiosas.
      Qual aeroporto você fez isso?

      Excluir
  2. Estive na Itália (lixo de país) e existem algumas dicas importantes.
    Se o produto for italiano, não precisa do carimbo da alfândega. Se não for, prepare-se para encarar um fiscal desequilibrado, como todo italiano.
    A fila é imensa, ANTES do check in.
    Se for pouca coisa, coloque na mala de mão e faça o reembolso DEPOIS do check in. Fila nula.
    Na Itália existem N controles, muitos repetitivos. Quando você acha que é só embarcar, outra fiscalização. Tem que chegar cedo naquela merda no voo de volta.
    p.s.: Já falei que a Itália é uma merda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha pelo visto sua passagem pela Itália não foi muito legal....faz parte, imagino que eles digam o mesmo do Brasil.
      Obrigado por compartilhar a info. Vai ajudar muitos que forem ver o papa! ahah abcs

      Excluir
  3. Fala AA40!

    Ver a Argentina nesse programa é um punch in my face! hahah E legal essa dos states, quando for pra lá verei isso ai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente II. Sim tem 5 estados americanos que o sales tax é zero, mas nenhum é muito visitado por brasileiros, mas de qualquer forma...vale a dica!

      Excluir
  4. Olá AA40,
    Nem sabia da existência dessas coisas. Nunca fiz viagem internacional mas é legal saber que existe este tipo de mecanismo.
    Abraços

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão aprovadas por ordens da minha terapeuta. Obrigado