Subscribe

As duas principais estratégias para investir nos EUA e qual escolhi

Provavelmente você já tenha ouvido falar de um dos caras mais ricos da sua época. Mr. John D. Rockefeller, fundador da Standard Oil que dominava 95% do mercado de petróleo nos EUA. A empresa era tão poderosa que o governo americano aprovou uma lei anti monopólio e obrigou a Standard a dividir-se em grupos menores; uma delas se tornou hoje a "pequena" Exxon Mobil (XOM).

Mr. John Rockefeller também ficou famoso por sua célebre frase:

Do you know the only thing that gives me pleasure?
It’s to see my dividends coming in.
Rockefeller center, Nova Iorque
Já com certa idade, Mr. Rockefeller afirmou que a única coisa na sua vida que ainda dava prazer é ver os dividendos de suas empresas caindo na sua conta. E acredito que ele tenha sido muito sincero na frase.
Convenhamos que a única coisa que dá prazer na vida é um tanto radical. Confesso que ainda tenho algumas mais mas certamente ver os dividendos caindo na conta todo mês é muito gratificante e mais ainda vê-los aumentar todos os anos.

Indexar ou buscar dividendos?

Quando comecei a investir nos EUA, lí muitos livros, blogs e sites sobre investimentos e duas correntes predominavam claramente: 

1- Index investing: Talvez a estratégia mais popular e recomendada por nomes de peso como J. Bogle e W. Buffet consiste simplesmente comprar um fundo ou ETF de baixíssimo custo que acompanhe um índice de ações abrangente (DJI, S&P500, Total Market) e outro fundo ou ETF de bonds (renda fixa) abrangente também (Total bond, Barclays US aggregate, etc). O Ratio ou a quantidade de cada um percentualmente deve ser conforme seu perfil de risco e sua idade. Alguns recomendam ter sua idade em renda fixa (se você tem 35 anos, 35% em bonds).
O mix mais recomendado talvez seja o famoso 60/40 entre ações e bonds respectivamente.

2-DGI: O segundo método mais recomendado é o DGI (Dividend Growth Investing) ou investimento visando dividendos, ou mais que isso, crescimento de dividendos. Como qualquer estratégia stock picking é mais arriscada que indexar, temos que saber que o segredo aqui é escolher empresas confiáveis e renomadas cujo fluxo de caixa é previsível. Estas pagarão dividendos consistentemente e se o negócio prosperar, aumentarão dividendos e o ganho de capital virá. Basta começar pela lista de Dividend Kings e/ou aristocrats e analisar seus resultados.

Quase todo mundo no mercado de ações está programado para ganhar dinheiro rápido. Muito poucos têm paciência para seguir o processo correto que garante riquezas no mercado de ações. Parece simples comprar e apenas esperar e coletar dividendos mas não é fácil seguir isto com toda a mídia e turbulência do mercado no curto prazo. É difícil ficar alheio a isto.

Qual das duas estratégias escolher?

Diante destas duas estratégias muito sensatas e sem conseguir escolher qual seria melhor, decidi abrir duas contas na mesma corretora e na primeira conta apenas indexar e na segunda seguir a estratégia DGI, para decidir por mim mesmo. Isto foi em 2014. Como indexing é na teoria mais segura que o DGI (que é stock picking), decidir alocar mais nesta carteira e menos na DGI até ter um histórico que me permita mudar esta alocação.

Resultado até o momento?

A carteira indexing está indo muito bem até o momento, mas está sentindo a volatilidade atual do mercado. Os dividendos dela são baixos sendo que o índice de ações (ITOT) tem um DY atual de 1,75% e o de bonds escolhido (IUSB) de 2,66% apenas, mas o fato é que esta estratégia visa gerar ganho de capital total e não renda com dividendos, então tudo bem. O importante que a taxa de administração conhecido como MER em inglês são irrisórios 0,03% no primeiro e 0,07% no segundo.

A carteira DGI tem se mostrado interessante, porém o preço dos REITs caíram bastante ultimamente devido ao aumento de juros nos EUA, prejudicando o rendimento total, mas estou aproveitando para comprar mais boas empresas por um preço muito baixo e um DY acima de 6% geralmente, que vai se pagar no longo prazo com toda certeza.
Aparte isto, o crescimento de dividendos tem proporcionado um pequeno fluxo de caixa positivo crescente todo final de mês e ainda maior no final do trimestre, o que proporciona a compra de mais shares a preços mais baixos, aumentando assim o dividendo do preço de compra (yield on cost  - YoC), turbinando ainda mais os juros compostos no longo prazo.

É muito cedo para dizer qual das estratégias vencerá e vai se sobressair. Acredito que, como as duas estratégias são para o longo prazo, só poderei afirmar algo com no mínimo 10 anos de mercado quiça 20.
No momento a indexing está na frente na corrida em termos percentuais e pode até ganhar, mas mesmo assim a estratégia DGI parece ser mais interessante para quem é mais imediatista e gosta de ler balanços e acompanhar o mercado por que você vê dinheiro entrando todo mês e de certa forma, como afirmou o Mr. Rockefeller, isto dá um prazer e faz com que você tome gosto pelo mercado e por ser um investidor de verdade e não um especulador.

E você caro leitor, qual dos dois métodos escolheu(ria) para investir no exterior e por que?




10 comentários:

  1. Estou 100% na estratégia DGI. Assim como você, estou aproveitando a volatilidade do mercado para ir as compras, visando também bons YoC. Não estou indo com muita sede ao pote pois acho que ainda tem mais espaço pra cair.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal SC. Também acho que é só o começo. Quando US10Y chegar a 3.5% ai da pra ir com mais sede ao pote.
      Por que escolhei DGI e não Indexing? Poderia nos detalhar para ajudar o pessoal a escolher com mais argumentos?

      Excluir
  2. Ótima iniciativa. Interessante acompanhar o resultado das duas estratégias.

    Acredito que cada investidor deverá escolher a estrategia que se sinta mais confortável.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
  3. Eu combinei as duas. A índex eu comprei ETF na Irlanda que acumulem e não cobram imposto sobre ganho de capital e a DGI vou aumentando com o tempo e reinvestindo os dividendos. Realmente ver os pingados em dólar é bem legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa BPM (não II). Preciso tirar um tempo para estudar sobre ETFs na Irlanda. Como tenho conta nos EUA do tempo que morava lá e tinha SSN to mantendo por enquanto. Abcs

      Excluir
    2. Voce ainda tem residencia fiscal ai AA40? Se voce nao eh mais um US Person, os seus investimentos em fundos poderiam estar muito expostos ao US Estate Taxes no futuro, dependendo das quantias investidas. Voce ja pesquisou e mitigou tal risco? Claro, este risco nao e para voce proprio, mas sim para pessoas importantes para voce.

      Excluir
    3. Investidores em DGI vao ter muitas oportunidades de comprar barato, e mais barato, e ate mais barato ainda. Com o US10Y facilmente chegando a 4% ou mais. Curte os dividendos pingando na conta, so nao realize aquelas perdas crescentes de capital....

      Excluir
    4. Sim ainda tenho. Pois na verdade isto é algo que ainda não me preocupa já que espero que isto esteja bem longe. Meu filho é nativo então tlvz isso amenize mas vou investigar melhor. Bom ponto. Abcs

      Excluir
  4. Ola A40. Tenho 36 anos, patrimônio proximo a 1 milhao(tudo em renda fixa) , sendo 150 mil com liquidez. Em janeiro de 2019 vencerá um cdb de 190 mil(prefixado 18,5%) que vou ter que realocar, sabe-se lá com que cenário. Como meu objetivo é aposentadoria, vc concorda que seria uma boa aportar o dinheiro com liquidez todo em tesouro ipca 2045 , pois acredito que essa taxa atual de 5,2%-5,3% + ipca ainda está elevada pela indefinição do cenário eleitoral e, se a taxa de juros do Brasil ter um patamar cada vez mais baixo, no futuro será mais difícil atingir a aposentadoria sem riscos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, primeiro que não podemos dar recomendação de investimentos aqui pois não somos autorizados.
      Dito isso, em 2019 as coisas poderão já estar bem diferentes após a eleição. Vai depender de como as coisas estarão lá e os juros/inflação. Este ICPA+2045 é sim interessante para manter o poder de compra no longo prazo, mas os juros estão baixos. Eu pessoalmente tenho como meta só comprar estes títulos longos se os juros estiverem pagando no mínimo 6%aa, mas isso é eu.
      Enquanto não estiver lá dá pra ir obtendo melhores rendimentos em CDBs até que os juros voltem a um patamar normal para o Brasil, que creio não ser a mínima histórica que estamos presenciando. Pense em diversificar também. Abcs

      Excluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão aprovadas por ordens da minha terapeuta. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Obrigado