Subscribe

Estudo de Caso: Feedback do Estudo "Engenheiro recém formado na busca pela IF"

Os leitores mais assíduos devem lembrar deste estudo de caso "ENGENHEIRO RECÉM FORMADO NA BUSCA PELA IF" que publicamos em Dezembro de 2017.
Passado praticamente um ano desde aquele estudo, ficamos grato ao receber um email do ERB nos contando os progressos feitos deste então. Vamos a ele:

Boa noite AA40!
Ano passado lhe enviei um estudo de caso, sobre minha condição financeira na época, foi o início de uma longa jornada para a aposentadoria antecipada. 
Na época enviei este estudo, afim de conselhos de vocês e o do pessoal da  finansfera, porém não contei o porque da tomada de decisão em poupar e investir. Bem, a coisa começou quando por acaso vi um post de uma conexão do Linkedin que levou a uns dos artigos do AA40, lá vi que tinha uma comunidade engajada neste tema e  acabei entrando via blog AA40, no blog do Viver de Renda, li várias postagens, lendo aleatoriamente posts do passado e atuais, e vi que era possível chegar também à tão sonhada FIRE. Desde então sou leitor assíduo do AA40 e leio também de aleatoriamente, blogs de outros membros da finansfera. 
Foi em novembro (2017) que iniciei meus aportes cerca de 5 mil que tinha juntado na época, o plano para 2018 era de aportar um montante de 20 mil e fechar com uma rentabilidade acumulada de uns 8 % ao ano, mas, irei fechar o ano beirando os 40 mil e uma incrível rentabilidade acumulada de 29% ( pelo menos para mim, um leigo em finanças). 
Este e-mail, tem a finalidade de agradecer a você e todos desta comunidade FIRE, pelos conhecimentos repassados e pela boa vontade de responder dúvidas dos mais leigos em investimento como eu.
Só para título de informação segue algumas figuras de como era minha carteira antes e agora e a rentabilidade ao longo do ano. Novamente, muito obrigado!
image.png
image.png
PS: O "alto" percentual de dinheiro alocado na reserva emergencial é flutuante, pois para não deixar dinheiro parado no banco, deixo rendendo nesta "reserva" que rende mais que a poupança até determinar no mês qual a melhor opção de aporte, bem provável que seja em FII's.


image.png

 Houve um aumento nos aportes, tive uma promoção que foi aumentando o salário gradualmente ao longo do ano, atualmente recebo o salário normal para o cargo que ocupo.

A vida continua a mesma, sempre mantendo custos baixos e aportando bastante. As vezes me dou de presente algo que realmente vou aproveitar como exemplo uma bike e uma viagem ou outra durante o ano.

Estilo de vida : Bem frugal, custo de vida na casa dos 1200 mês ( não pago aluguel , caso pagasse  o custo iria para 1500 a 1600 mês).

Aporte: Religiosamente 50% do salário líquido, antes da promoção os aportes eram de 1000 a 1200, após, mudaram para 1700 a 2000 reais e quando sobra algo aporto também. Já teve mês que aportei 3 mil reais. Quando recebo férias , tomo a liberdade de tirar de 1 mil a 1500 extra  para aproveitar e o restante vai todo para investimentos. 13 salário vai todo para o aporte do mês em que o recebo e quando recebo algum prêmio produtividade estes são aportados também.

Sobre a rentabilidade, não dou crédito aos meus conhecimentos, houve um lote de ações em minha carteira que valorizou bastante. Mas estou ciente que o importante são os aportes, teve meses que a rentabilidade foi negativa, mas foi algo que não me afetou visto que o meu objetivo é a longo prazo.

Meu objetivo inicial é acumular um patrimônio na casa de 1.400.000,00. Para ter uma renda extra quando tiver meus 40 , 50 anos, porém quero planejar-me para conseguir retiradas mensais de 10 mil reais mês quando parar de trabalhar e pra isto sei que terei que juntar bem mais que 1.400.000,00.

Att,
ERB


Caro ERB, ficamos imensamente felizes em saber que contribuímos nem que seja um pouquinho sequer. Seus retornos para o ano estão excelentes mas como bem disse, o que realmente importa neste momento são aportes religiosos e crescentes como aconteceu no seu caso.
Veja que no estudo de caso simulamos que terminaria o primeiro ano com R$ 28.232 reais e está terminando com muito mais que isso. Excelente resultado.
Alguns pontos de observação: Vejo que não possui nada em títulos atrelados a inflação. Isto pode ser um ponto a repensar. Embora a inflação esteja sob controle agora, ela não costuma a ficar muito tempo nestes patamares. Seu investimento em TD Selic também seria considerado reserva de emergência e alguns até ouro considerariam. Este capital poderia estar trabalhando mais para você em um CDB ou LCI/LCA. Seu percentual em RV está bem alta, o que para o atual momento econômico pode ser bom e ter te beneficiado muito mas fique de olho pois em uma forte correção você poderá ter uma desagradável surpresa. Aportes em FII são muito interessantes para geração de renda passiva mas é renda variável não esqueça disso.

Com o tempo os recursos que entram vão crescendo, você ficará ainda mais maduro na profissão e obterá ainda mais poder de aporte. Tudo isto contribuirá para atingir seus objetivos.
Muito importante também é você não esquecer de viver, tirar férias, se dar um presente sem que isto comprometa seus planos FIRE.
Você tem tudo para conseguir ir muito além do planejado. Aguardaremos notícias no próximo ano também. É sempre bom saber como os colegas estão indo na implementação dos seus planos FIRE.

Um abraço ERB e nos mantenha atualizados !



15 comentários:

  1. Bacana, AA40. É muito legal saber que você vem ajudando e sendo referência pra muitas pessoas. Eu, se fosse você, começaria a pensar em fazer cursos e me preparar para virar um palestrante.

    Sucesso. Você merece.

    Fuleiro
    investidorfuleiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só nós mas cada um que comenta e dá sua sugestão está contribuindo IF. O obrigado vai a todos eles também.
      Quem me dera ser palestrante. Sou muito anti-social e avesso a público para isso, mas quem sabe o livro sobre FIRE no Brasil saia já nos meus primeiros anos FIRE.
      Abcs

      Excluir
    2. Defendo a opinião de que a maioria das pessoas que conseguem ou se aproximam da IF conseguem isso muito mais devido a sua personalidade do que a qualquer tipo de conhecimento sobre investimentos e finanças.
      Já até defendi essa opinião no passado em outros blogs e fim até ridicularizado por outros anônimos.

      A finansfera é até um exemplo do meu raciocínio, já ví vários blogueiros que quando se descrevem, se descrevem como pessoas simples em seus hábitos, tímidas, que não ostentam nada, não gostam de aparecer e muitas vezes vivem num universo social relativamente limitado.
      No fim das contas o que faz a diferença na busca pela IF são principalmente esses tipos de caracterísiticas. Principalmente para aquelas pessoas que tem renda mais baixa.
      Sabemos que juros compostos só fazem considerável diferença em grandes montantes ou no longo prazo em montantes menores. O que vai fazer a diferença é o comportamento do dono do patrimônio.
      No caso de RV a corrida pode ficar mais curta. Mas até o bolo crescer novamente a diferença está no comportamento do dono do bolo.

      Excluir
    3. Olá Anon. Não vejo por que te ridicularizaram pq vc tem muita razão sim. A característica pessoal da cada um conta e muito. Pessoas com nossas características jamais gastarão dinheiro para ostentar algo que não são, não é lógico, não faz parte da personalidade e isto é ótimo na verdade.
      Os juros compostos farão sua parte após 10, 15, 20 anos de investimentos mas no início é isso mesmo, aportes, disciplina, auto-controle, ou seja, tudo características de personalidade acima de tudo. Muito bem observado. Abcs

      Excluir
    4. Olá Anon,

      Seu comentário é muito pertinente, pois a principal mudança é o mindset de Investidor de longo prazo. O resto fica por conta do aporte e do tempo.
      Se você observar a última postagem de agradecimento do Viver de Renda, ele fala em investir para o longo prazo com o foco no presente.

      Não vejo nenhum motivo para ridiculariza-lo. Abraço

      Excluir
  2. Muito bacana, AA40. Você com certeza impactou de forma positiva os investimentos desse jovem.
    E parabens a ele, por ter superado as expectativas que traçou, agora é manter o foco e melhorar um pouco a cada ano.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalho em equipe IC, foram muitos comentários naquele estudo de caso que contribuiram mas serm dúvidas que o mérito é todo do ERB pela disciplina, auto-controle, aportes regulares, metas, planos e execução. Muito bom ! Abcs e esperamos que ele consiga ir se superando todo o ano!

      Excluir
  3. Parabéns! Pessoalmente acho muito arriscado aportar 46% (32% de ações + 14 de FII) em RV, mas se vc se garante, vai lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No atual momento do Brasil até faz sentido mas concordo com vc. Além que tentar adivinhar o tempo do mercado nunca é uma boa ideia. Mas aí é mais perfil de risco. Como ele fala que ainda não conhece muito pode ser um problema no futuro. Abs

      Excluir
  4. Além do mais, eu classificaria o investimento em tesouro selic como reserva de emergência também, e não só o montante da Nuconta.

    ResponderExcluir
  5. Legal esse acompanhamento, parabéns aos envolvidos!

    Mas eu reforço a recomendação do AA40. Nessa etapa de crescimento de patrimônio, acho importante ser um pouco mais conservador e adquirir uns títulos indexados à inflação.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo resultado! Uma métrica que costumo olhar e acho interessante é o % das suas despesas recorrentes que já são cobertas pelos rendimentos passivos. Essa é "A" métrica para quem busca independência financeira! =] =]

    ResponderExcluir
  7. Estou no mesmo caminho, nao venda nada. Se for o caso so va adicionando mais Tesouro IPCA por exemplo, que automaticamente as porcentagens da RV vão diminuindo :D

    ResponderExcluir
  8. Estou muito feliz por esse estudo de caso!

    ResponderExcluir
  9. Carteira bem diversificada, excelente rentabilidade.

    Legal, tem bastantes renda variável na carteira, também gosto muito de ações e Fundos Imobiliários.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.