Subscribe

Como contar com o SUS durante a sua aposentadoria antecipada

Até 2014 o Ministério da Saúde publicava o IDSUS (Índice de Desempenho do SUS) que avaliava a qualidade do sistema público de saúde de todos os municípios brasileiros.
Infelizmente por divergências políticas, já que alguns prefeitos não gostavam das suas notas, o índice foi suspenso em 2014 e não se publica mais desde então. 
Como sabemos, a questão da saúde é uma das principais preocupações para quem pensa em FIRE. Como sempre apontamos aqui, a saúde pública no Brasil é sim uma opção mas depende onde. Ao contrário de países como EUA onde não há saúde pública muito menos gratuita, aqui no Brasil, principalmente nos municípios abaixo onde o SUS funciona, existe sim uma alternativa pública e grátis para obter atendimento médico.

Como algumas cidades têm de atender duas mil pessoas (como Arco-Íris) e outras, mais de um milhão (como Goiânia), o índice têm cobranças diferentes. Das pequenas, espera-se uma atenção básica que cubra toda a população; já das grandes, que ofereçam mais, como equipamentos de alta complexidade – o que só faz sentido com a demanda de uma cidade maior – e que aguentem, por isso, atender pacientes de outras localidades.
Se sair bem no IDSUS – notas acima de 7 -  enquanto o Brasil tinha uma média de 5,47 –  não quer dizer que as cidades abaixo sejam perfeitas ou que necessariamente tenham instalações médicas de ponta, e sim que conseguem garantir o bom acesso de seus cidadãos à saúde considerando as limitações do próprio tamanho.


Como poucos sabiam deste índice e muitos se preocupam com a questão da saúde durante FIRE, vamos publicar abaixo a lista dos 100 municípios brasileiros onde o SUS funciona de acordo com o último IDSUS divulgado antes de sua extinção (supomos que as coisas não tenham piorado muito desde então, mas fica a ressalva).

Os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais concentram os 10 primeiros lugares do Brasil, sendo que, além desses, apenas Santa Catarina, Paraná e Tocantins conseguem ter municípios na lista de excelência do país:

Posição Cidade Estado Nota IDSUS
1 Arco-Íris SP 8,37
2 Pinhal RS 8,22
3 Barueri SP 8,21
4 Rosana SP 8,17
5 Cássia dos Coqueiros SP 8,13
6 Paulo Bento RS 8,13
7 São João Batista do Glória MG 7,94
8 Santa Rita d’Oeste SP 7,94
9 Virmond PR 7,93
10 Altinópolis SP 7,89
11 Pardinho SP 7,89
12 Três Fronteiras SP 7,83
13 Águas Mornas SC 7,82
14 Ipiranga do Sul RS 7,82
15 Campo Bonito PR 7,81
16 Rubinéia SP 7,80
17 Santana da Ponte Pensa SP 7,80
18 Borebi SP 7,79
19 Porto Barreiro PR 7,78
20 Lindolfo Collor RS 7,78
21 Flor da Serra do Sul PR 7,77
22 Fernandes Pinheiro PR 7,75
23 Paulo Lopes SC 7,75
24 Governador Celso Ramos SC 7,73
25 Modelo SC 7,73
26 Nova Ramada RS 7,73
27 Presidente Kubitschek MG 7,72
28 Macieira SC 7,72
29 Tigrinhos SC 7,72
30 Santo Antônio do Palma RS 7,72
31 Carmésia MG 7,71
32 Marinópolis SP 7,70
33 Pitangueiras PR 7,69
34 Anhembi SP 7,68
35 Santa Izabel do Oeste PR 7,68
36 Santo Amaro da Imperatriz SC 7,68
37 Rio Bonito do Iguaçu PR 7,67
38 Nova Aliança do Ivaí PR 7,65
39 Rio Fortuna SC 7,65
40 Muliterno RS 7,65
41 Rolador RS 7,65
42 Sulina PR 7,64
43 Entre Rios do Sul RS 7,64
44 Alvorada de Minas MG 7,63
45 Bom Sucesso do Sul PR 7,63
46 Vitorino PR 7,61
47 Dom Pedro de Alcântara RS 7,61
48 Santo Antônio do Planalto RS 7,61
49 Oliveira de Fátima TO 7,60
50 São Francisco SP 7,60
51 Tio Hugo RS 7,60
52 Cardoso SP 7,59
53 Santa Fé do Sul SP 7,59
54 Lajeado Grande SC 7,59
55 Mato Leitão RS 7,59
56 Victor Graeff RS 7,59
57 Alpinópolis MG 7,58
58 Lucianópolis SP 7,58
59 Lunardelli PR 7,58
60 Flor do Sertão SC 7,56
61 São Pedro de Alcântara SC 7,56
62 Guaraciama MG 7,54
63 Santa Clara d’Oeste SP 7,54
64 Vitória Brasil SP 7,54
65 Pinhal de São Bento PR 7,54
66 Águas de Chapecó SC 7,54
67 Áurea RS 7,54
68 Capivari do Sul RS 7,54
69 Itá SC 7,53
70 Pontalinda SP 7,52
71 Simão Pereira MG 7,51
72 Indiaporã SP 7,51
73 Guamiranga PR 7,51
74 Marema SC 7,51
75 São Pedro do Butiá RS 7,51
76 São José da Barra MG 7,50
77 Ernestina RS 7,50
78 Faxinalzinho RS 7,50
79 São José do Inhacorá RS 7,50
80 Coronel Pacheco MG 7,49
81 Mostardas RS 7,49
82 Nova Alvorada RS 7,49
83 Iguatu PR 7,48
84 Rosário do Ivaí PR 7,48
85 Coqueiros do Sul RS 7,48
86 Morro da Garça MG 7,47
87 Jupiá SC 7,47
88 Santo Antônio do Itambé MG 7,46
89 Onda Verde SP 7,46
90 Planalto PR 7,46
91 Adolfo SP 7,45
92 Nova Canaã Paulista SP 7,45
93 Brunópolis SC 7,45
94 Cajuri MG 7,44
95 Mirador PR 7,44
96 Coronel Martins SC 7,44
97 Iporã do Oeste SC 7,44
98 Mira Estrela SP 7,43
99 Planalto Alegre SC 7,43
100 Dezesseis de Novembro RS 7,43
Clique para mapa interativo

Confira resultados por estado  |  Fonte: Exame, Ministério da Saúde


E ai caro leitor, vive em algumas dessas cidades? Consideraria geoarbitrar em uma delas para obter melhor acesso a saúde quando FIRE ou continuaria a ficar morando em uma capital?




18 comentários:

  1. Olá AA40,

    Muito bom. Acredito que dá para usar em conjunto com o plano de saúde.

    Eu pretendo sair da capital quando me tornar FIRE.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom Cowboy. Achei que pelo seu perfil não morasse em uma capital. Realmente capital é lugar para juntar dinheiro e cair fora. O estresse de viver em uma capital como São Paulo ou Rio não combina com a tranquilidade que a maioria dos FIREes procura. Abcs

      Excluir
    2. Olá AA40,

      Eu moro em Brasília-DF.

      Abraços!

      Excluir
  2. Minha ex teve que fazer transplante de medula ossea e fez tudo pelo SUS, ficou 3 meses internada, o sistema em si para casos complexos é excelente, não tive nada do que reclamar, o problema é o primeiro atendimento do posto de saude, ela só foi encaminhada para um hospital pelo sus quando foi em uma clinica particular por conta e o médico internou ela, se fosse depender de postinho, teria morrido.

    Também conheço outras pessoas que fizeram tratamento completo de cancer, quimioterapia, tudo pelo sus, mas novamente, pagou um medico particular para o mesmo encaminhar para um hospital pelo sus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante o relato anon. Que bom que ela se recuperou.
      O atendimento foi em algum dos municípios da lista acima?

      Abcs

      Excluir
    2. Nao, foi em Piracicaba e dps foi pra Jau, os conhecidos com cancer foram pra Barretos, tds hospitais de primeira, gente do Brasil inteiro vai neles, tudo o sus que banca, o problema eh ter um medico bom q conheca gente dentro do hospital pra te encaminhar.

      Excluir
    3. Entendi. O interior de SP é famoso por boa infraestrutura e bom atendimento SUS pelo que já ouvi. É desenvolvido e sossegado para quem quer pensar em tranquilidade durante sua FIRE é uma boa opção a ser considerada (único problema são os altos pedágios kkk).

      Excluir
  3. Parabéns aa40 pelo blog! O conheci faz pouco tempo, mas ja aprendi bastante sobre investimento e if, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Anon. Obrigado pelo elogio, nos motiva e estamos precisando disso ;)

      Excluir
  4. Eu acho que tem que saber filtrar esse tipo de relatório/estatistica.
    Se observar bem, temos casos como barueri, mas a maioria das cidades bem avalidas sao muito pequenas e como foi explicado no texto, grande parte delas nao tem hospitais para procedimentos de alta complexidade, mas são bem avaliadas porque se requer delas uma qualidade na atenção básica. Nesse caso é preciso analisar a cidade maior que faz parte da região para saber onde vai parar quando realmente o "calo apertar".

    ResponderExcluir
  5. Melhor ter dinheiro extra, pois isso pode mudar a qq momento

    ResponderExcluir
  6. Sem plano de saúde não fico. Porem estar num lugar onde ainda é possivel usar o SUS é uma vantagem, um recurso a mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recurso que pode sair bem caro. Minha família vive no interior da região sul e nenhum deles nunca teve plano de saúde. Nem eu tinha quando morava lá. Tudo pelo SUS e minha **** teve várias cirurgias já todas pelo SUS e nunca reclamaram. Vai da necessidade/possibilidade

      Excluir
    2. Alias se eu falar mal do SUS me mandam calar a boca kkk

      Excluir
  7. Muito interessante, AA40. Uma pena que descontinuaram a divulgação desta avaliacao. Nao pretendo continuar em capital ou qualquer outra cidade grande, mas por enquanto tenho alguns fatores mais prioritarios para definir meu local de moradia. Mas nao descarto uma mudança futura com foco em otimizar esta questao de saúde. Acho que o SUS tem uma boa cobertura em relacao a atenção basica e aos procedimentos de alta complexidade. Onde a situação fica mais difícil no SUS é no atendimento especializado e em relação a alguns exames e procedimentos.

    ResponderExcluir
  8. Que legal esse post, parabéns! O custo da saúde é uma coisa que preocupa muito, principalmente depois de perder o benefício do grupo de vidas maior que várias empresas oferecem. Bacana saber que o SUS funciona bem em atenção básica em vários lugares. Concordo com o que várias pessoas falaram. Casos de alta complexidade funcionam muito bem, mas atenção básica é horrível. Sinceramente acho que isso é um jeito muito injusto do SUS funcionar. Muitas pessoas que usam casos de alta complexidade ou remédios de alto custo poderiam pagar por eles, e só usam o SUS para isso porque pagaram clinicas particulares para terem diagnósticos rápidos, enquanto o pessoal da atenção básica na maioria das vezes nem consegue ver o especialista. Outra coisa é esse pessoal que entra na justiça para terem tratamentos milionários experimentais. Esse tema é muito muito muito polêmico, mas na minha humilde opinião acho que o SUS deveria ser bom de atenção básica, médico da família e emergência, ao invés de pagar terapias alternativas e procedimentos caros para gente que pode pagar. Obvio que o bom é ter tudo, mas como o dinheiro é finito deveria ser alocado de forma mais eficiente.
    Muquirana

    ResponderExcluir
  9. Muito bom post, eu nao sabia da existencia desse indice. Ainda assim muito dificil alguem hoje ficar a merce apenas no SUS. Eu particularmente moraria no interior de SP caso ainda estivesse no Brasil mas procuraria um plano de saude para complementar. Aqui no Canada o sistema de saude publico é muito bom, nao tenho o que reclamar pelo que ja usei e por relato de pessoas que usaram outros servicos mais complexos. Os planos complementares aqui somente fornecem servicos nao atendidos pelo publico (ex. acupuntura, oculista, etc). O plano complementar que tenho custa 230 dolares por mes e cobre 100% gastos com dentista, oculista e reembolso de medicamento com receita (detalhe que aqui quase todo medicamento precisa de receita medica).

    Executivo Investidor
    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.