Subscribe

Pequenas mudanças que podem tornar o seu ambiente de trabalho mais agradável

Não é difícil de encontrar nos comentários deste e de muitos outros blogs da blogosfera pessoas insatisfeitas com seu trabalho, com as pessoas nele e com que e suas rotinas massantes.
Mais de 56% dos trabalhadores formais estão insatisfeitos com o trabalho no Brasil, mesmo número do Reino Unido enquanto nos EUA mais de 51% não sentem nenhuma conexão com o trabalho que executam e o fazem por precisar apenas.
Entre os principais motivos citados pelos entrevistados para a insatisfação estão longas horas de trabalho, falta de recompensa financeira adequada, falta de reconhecimento de suas contribuições e ideias, insatisfação com as políticas da empresa, conflitos com colegas de trabalho, prazos e demandas muito apertados, dentre outros.


Não temos como simplesmente largar tudo e evitar esta rotina e os colegas chatos do trabalho, apesar de estarmos trabalhando nisso a cada investimento e planejamento que fizemos.

Podemos então adotar pequenas mudanças que podem ter um grande impacto ao longo do tempo. Vamos citar algumas delas abaixo:
  • Em dias extremos, almoce fora do escritório. Com seu colega que se tornou um grande amigo ou mesmo se o dia estiver massante e estiver estressado, vá almoçar sozinho. Apesar do custo com alimentação aumentar (se costuma trazer comida de casa), pode melhorar seu dia consideravelmente.
  • Coloque fotos da(s) pessoa(s) que realmente importam na sua vida em porta-retratos e coloque sobre sua mesa. A cada vez que a situação ficar complicada olhe a foto e lembre-se do que realmente importa na vida. 
  • Você é mais que seu trabalho. Muitas pessoas se apresentam como seu trabalho. Nunca tenha sua identidade totalmente relacionada a um trabalho. Trabalhos são passageiros e isso só lhe imporá um certo padrão de vida e cobranças nada saudáveis. 
  • Apesar de ser difícil desligar de suas tarefas futuras e da lista de prioridades, uma vez que aprender a fazer isto, terá muito mais poder de concentração e capacidade mental para lidar com as prioridades. Concentre-se no momento e na tarefa atual.
  • Deixe as coisas claras. Muitas pessoas fazem as coisas erradas no trabalho por ter medo de perguntar ao chefe ou deduzir que sabe. Na dúvida pergunte sempre. 
  • Delegue o que for possível, mas não delegue a responsabilidade quando for sua.
  • Aprenda a relaxar, não importa quão desafiador o trabalho e o chefe forem. No final do dia, é apenas um trabalho e você é muito mais do que isso. Daqui uma década ou nem isso você olhará para trás e se perguntará "qual era o problema mesmo?" e provavelmente dirá que naquela era tudo mais fácil.
  • Tire intervalos com regularidade. Dê uma caminhada, seu corpo precisa de um pouco de movimento a cada hora. 
  • Antes de encerrar o dia, revise seus feitos do dia, suas prioridades e pré-organize o dia seguinte, assim você será mais produtivo.
  • Se sua profissão permitir, desligue-se mentalmente do trabalho até o próximo expediente.
  • Sinta-se feliz por ter nascido e se tornado quem você é pois poderia ter um destes empregos.

E você caro leitor, tem alguma dica para tornar o ambiente de trabalho mais tolerável? Compartilhe abaixo: 


Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

19 comentários:

  1. Oi, AA. Ultimamente tenho feito alguns exercícios físicos no trabalho - claro que sou privilegiado porque meu escritório é bem isolado dos demais, e quase sempre estou sozinho.

    Fico incomodado com o fato de passar o dia sentado, então trabalho um pouco as pernas durante algumas pausas. Faço agachamentos, polichinelos e caminhadas. Meu plano é comprar uma daquelas pequenas camas elásticas de jump! kkkkk

    Isso me deixa mais disposto e torna o dia mais divertido.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Frugalidade, felizmente você consegue. Eu tenho que trabalhar num maldito open office com todo mundo fazendo barulho do meu lado, isso por que empresa acha isso "moderninho". Abcs

      Excluir
  2. Cara, muito obrigado pelo texto.
    São coisas simples. A do almoço faço às vezes, mas realmente vou dar uma pensada melhor sobre o restante.
    Uma outra dica que gosto é usar fones de ouvido, se possível, pois permitem uma maior concentração, inibem algumas interrupções (algumas pessoas simplesmente não falam com vc por acreditarem que vc está extremamente concentrado) e pq te permitem relaxar, ouvindo alguma música (prefiro clássica ou em um idioma que não entendo uma palavra sequer, assim não atrapalha meu raciocínio).

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah sim, esqueci de mencionar os fones no texto. São uma grande ajuda para concentração, especialmente em escritórios abertos que são a "nova tendencia" infelizmnete. Obrigado por lembrar do indispensável headphone!

      Excluir
    2. Minha empresa adotou essa tendência de escritório aberto, com baias bem baixas. Comprei um fone de ouvido com cancelamento de ruídos pra ter um pouco de paz.

      Abraços,
      investidorsolitario.com.br

      Excluir
  3. Como não tenho filhos consigo relaxar totalmente, pois não tenho preocupações nenhuma depois do trabalho. E vamos firme rumo a IF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, por outro lado é mais "perigoso ter que sair" toda quinta e sexta para a balada neste caso..abcs

      Excluir
    2. kkkk não vou pra baladas, não curto.

      Onde moro nem balada tem direito.

      Excluir
  4. Olá AA40,

    Excelentes dicas.
    Aqui onde eu trabalho são de baias baixas e com muita gente no mesmo ambiente. Muitas das vezes é barulhento. Se eu pudesse ficaria em uma sala isolado. rsrs.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idem. Eu tbm prefiro ter minha sala própria mas...

      Excluir
  5. Uma coisa mais radical mas que funcionou comigo é escolher trabalhar com pessoas agradáveis. Troquei dinheiro por bem estar e valeu muito a pena. Claro q morri de medo antes de tomar a decisão mas hoje não conseguiria voltar a trabalhar num ambiente doente por dinheiro nenhum. Tenho flexibilidade para malhar na hora do almoço, ir comer em casa ou descer pra tomar um sorvete no meio da tarde. Se as pessoas não suportam mais a rotina podem se movimentar para uma mudança radical ao invés de adotar paliativos.
    Abs
    Muquirana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Muquirana. Infelizmente muitos de nós ainda não temos a coragem que você teve mas quanto mais acumulamos de patrimonio mais próximos chegamos de termos a liberdade de fazer esta escolha mesmo que eventualmente não dê certo como deu para você. Abcs

      Excluir
    2. Depois que tive filho fiquei mais "cagão" pra jogar tudo pro alto e mudar de vida. Entretanto, estou plantando devagar uma guinada na carreira, que é também o tempo necessário também pra acumular mais capital e me dar mais coragem de tomar essa atitude.

      Admiro quem já conseguiu fazer isso. Parabéns Muquirana.

      Abraços,
      investidorsolitario.com.br

      Excluir
  6. Exato investidor solitário, o filho faz a gente pensar 50,000 vezes mais nessas horas. Eu me agarrava à ideia de que ele precisaria mais da minha presença do que de uma escola caríssima, mas tb não fiz uma guinada mega radical. jogar tudo pra cima e virar professora de educação financeira em uma ONG talvez daqui um par de anos :)

    ResponderExcluir
  7. Minha dica é trabalhar por amor. Ao dinheiro. Tudo pelo vil metal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha é por ai, pelo menos trabalhar-se-a menos tempo com este foco !

      Excluir
  8. Pra mim não tem jeito "trabalhar no sonho dos outros" sempre será um martírio para mim... acho que desde que me conheço por gente nunca aceitei que a maior parte dos ganhos e recompensas fiquem com o patrão, acho que vivo em um limbo pq não gosto de ser patrão mas também odeio ser empregado!rs

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
  9. AA40,

    Gostei das dicas.
    Exercícios simples, mesmo que sejam alongamentos de 5 minutos ou uma rápida caminhada fazem uma diferença muito grande na saúde física e mental.

    "Concentre-se no momento e na tarefa atual." - Uma coisa de cada vez resulta em mais produtividade e realização profissional.
    Simples para ser colocado em prática? Nem tanto, em um mundo que ainda acredita que ser multitarefa é o melhor caminho.

    Boa semana,
    Simplicidade e Harmonia

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.