Subscribe

Você já escreveu sua Política de Investimento Pessoal?

Investimento é coisa séria. Você está adiando seu poder de consumo em troca de um poder ainda maior no futuro. Decisões erradas de investimento podem lhe custar muito caro. Você precisa formalizar sua estratégia e alocações para que em tempos difíceis você volte e leia novamente. Isto vai te deixar seguro que seu plano é para o longo prazo e é baseado em decisões racionais não emocionais do momento.

Mudança é uma constante

O mundo dos investimentos muda muito rapidamente, ainda mais um mercado emergente como o brasileiro. Um exemplo recente: Antes das eleições de 2018 a renda fixa estava em alta com TD IPCA+ pagando 6% real. Pouco depois das eleições os juros despencaram e então foi a vez da renda variável dar um salto e bater recordes. Daqui a 6 meses tudo pode mudar novamente.

A Política de Investimento Pessoal (PIP)

Um investidor de longo prazo de verdade sem um plano bem definido pode ficar perdido no meio de tanta mudança. Para evitar isso você precisa do seu PIP (Política ou Plano de Investimento Pessoal) também chamado de IPS (Investment Policy Statement) em inglês.
Cada um dos fundos de investimentos disponíveis no mercado possuem sua política de investimentos. Eles não podem simplesmente comprar e vender o que quiserem. Eles são obrigados por lei a cumprir o que está em suas políticas de investimentos aprovadas em assembleia.
De forma semelhante, o PIP ou IPS é a sua política de investimento que deve te guiar, independentemente da situação momentânea dos mercados.


O que é o PIP?

O propósito do PIP é colocar por escrito exatamente o que você está tentando atingir com sua carteira, qual o plano para atingir as metas e como vai medir o progresso ao longo do caminho.
Este documento deve servir de âncora para evitar você mudar de direção bruscamente em momentos turbulentos e evitar que você cometa aquele erro de investir naquela ação ou investimento que é o assunto do momento.
Um bom plano de investimento pessoal vai te ajudar a manter o foco e evitar alterações emocionais na alocação dos seus investimentos de longo prazo.

Como preparar seu PIP?

Seu PIP não precisa ser um documento complexo mas ele precisa ser um documento em papel ou digital e acima de tudo um compromisso consigo mesmo. Além disso ele precisa de alguns itens indispensáveis como:
  • Sua tolerância a risco
  • Horizonte de tempo
  • Sua meta de rendimento anual no longo prazo
  • Meta de renda e anos chave (quando precisará dessa renda passiva)
  • Percentuais máximos e mínimos de alocação em cada classe de ativo
  • Plano de ação (critérios técnicos para comprar e vender)
  • Medir o progresso (contra um índice por exemplo)
Muitos autores recomendam não colocar sua tolerância como um percentual de perdas aceitável em um determinado período de tempo, mas sim um valor em moeda. Psicologicamente uma coisa é perder 20% outra diferente e mais impactante é abrir o home broker e ver que perdeu 200 mil reais em algumas semanas por exemplo.

Exemplos

A Vanguard nos EUA tem um modelo bem interessante de um IPS que você pode seguir - clique aqui
Outro ótimo exemplo prático é o do DivGro que fez o seu PIP e colocou no seu blog para ficar mais fácil acompanhar - confira.


Nós do AA40 também elaboramos um documento que pode server de base para você escrever seu PIP. Baixe aqui em docx

E você, já tem seu PIP escrito? Deixe abaixo suas dicas:



Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

20 comentários:

  1. Não sei se dá para chamar de PIP mas a única coisa que sigo é manter as porcentagens pré-determinadas para cada investimento equilibradas, 10% em ações, 62% em FIIs, 13% no tesouro direto e 15% aplicados no exterior.... aconteça oque acontecer o objetivo é manter o equilíbrio. e isso é PIP ou só estratégia eu não saberia dizer.

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala 365. Isto é estratégia. PIP tem que ser obrigatoriamente por escrito. Assim como um regulamento de um fundo de investimento como este por exemplo:
      https://www.bb.com.br/docs/pub/siteEsp/dtvm/dwn/reg01394744.pdf
      Abcs

      Excluir
    2. Ele já está vivendo de renda e precisa mesmo da renda para pagar o custo de vida dele.

      Excluir
  2. Eu sou bem conservador, estou 100% na renda fixa, ta tudo na poupança ainda enquanto tenho dois dígitos de valor.

    Faço uma aposta em criptomoedas com valores bem baixos, 100 reais, 150 reais lá de vez em quando...Só compro Nano também nessa queda histórica do mercado de criptomoedas.

    Vale o risco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi. Mas vc tem isto por escrito ou está só na sua mente? Baixe o arquivo ai no final do post que preparamos para facilitar vc a preparar seu documento PIP. Abcs

      Excluir
    2. O autor Filipe Fischer fala que quanto mais conservador, o individuo deve investir mais em ações, mas no BR como os bancos e as corretoras ganham com a nossa alocação em RF eles falam o contrário. NA verdade você está 100% agressivo, acreditando apenas num único ativo, o governo do Brasil e numa única moeda, o R$. É muita concentração de aposta numa coisa só. Veja o que já aconteceu com Venezuela e Argentina, ambos eram bem mais ricos e prósperos que o Brasil.

      Excluir
  3. Interessante, nunca tinha pensando em formalizar minha estratégia em um documento. Baixei o .docx pra experimentar!

    Abraços,
    investidorsolitario.com.br

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante essa ideia. Vou aderir e publicar no blog, para ficar mais fácil seguir.
    Bem legal mesmo.
    Tudo que escrevemos e pactuamos, nos leva mais próximo de nossos objetivos.
    Vai ser bom ler isso no futuro sempre que hesitar em fazer algum investimento, ou abrir mão de algum ativo. Eu já tenho essas minhas "regras" na cabeça, mas preciso escrevê-las.
    Obrigado pela dica.
    Um abraço, Stark.
    http://www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Stark. Por nada.
      Vou visitar seu blog para ler quando publicar. Abcs

      Excluir
  5. Gostei da ideia. Fortalece a cabeça em épocas de crise.
    Vou postar no meu blog a política, com base no seu modelo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Fala AA40

    Eu tenho meu plano escrito porém não tão completo, quando sobrar um tempinho irei deixar mais completo meu plano.
    Na verdade pensar em retiradas agora no início me parece muito precoce kkkk

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal PM. Na verdade este documento precisa de atualizações as vezes. Não parte de alocação mas os planos de retirada por exemplo e mesmo ajustes no plano de rebalanceamento e metas. Abcs

      Excluir
  7. Bem legal AA40! Nunca tinha pensado Em fazer um PIP mas agora vou dar uma olhada com mais calma. Tenho um estratégia muito bem definida mas nada escrito.
    Abraço!

    Executivo Investidor
    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal EI. Esperamos ter contribuido. A maioria não tem escrito mas é sempre importante para que não sejamos traídos pela memoria ou pior, pelas emoções. Abcs

      Excluir
  8. Muito bom! Por acaso estava pensando intuitivamente (sem conhecer o conceito) sobre isso ontem. Pensando que se eu não tivesse muito bem clara minha estratégia, eventualmente acabaria atuando de maneiras conflitantes em diferentes momentos do tempo. Vou racionalizar meu PIP.

    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Bom post, já fiz, agora basta imprimir e colar no escritório. kkkkk
    Vou fazer um post sobre isso.
    Valeu AA40!

    ResponderExcluir
  10. Grande AA40, por isso admiro tanto seu blog. Tenho um plano escrito sim, mas avaliando seu post e o modelo que vc montou percebi que o meu é bem meia-boca e incompleto. Algumas coisas faço de "ouvido", mas concordo plenamente que deve estar documentado (não existe vento bom para quem não sabe para aonde está navegando). O bacana é rever o documento depois de alguns anos e ver como a gente pensava, como as coisas evoluíram e o quanto a gente foi fiel ao plano. Parabéns novamente.

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.