Subscribe

Estudo de Caso: "A carteira ideal de Investimentos"

Prezados leitores. Aumentamos um pouco os limites para pedir um estudo de caso. Infelizmente quando restringimos o limite de patrimônio para pedir um estudo de caso gratuito, eles praticamente sumiram. Isto confirma as minhas suspeitas que só os que já possuem um patrimônio considerável ou ganham muito bem estão em busca de FIRE no Brasil - o que é uma pena.
Estou em busca do ERE brasileiro que viva com $7 mil por ano e seja FIRE. Se você existir favor entre em contato. 
Enquanto não encontramos nosso ERE brasileiro...nos chegou um estudo de caso interessante do senhor Aprendiz. Vamos e ele:

AA40,

Obrigado por topar realizar o estudo de caso.
Pode me chamar de Aprendiz. Sou engenheiro, casado e tenho um filho. Nós dois trabalhamos como empregados. Atualmente temos uma média de despesas mensais de aproximadamente 9k. Desse valor, os gastos mais significativos são: 2k com educação do nosso filho; 1,5k de mercado; 1k despesas de viagem a trabalho; R$ 800 de condomínio; R$ 800 com alimentação fora de casa (esposa e filho almoçam fora diariamente); R$ 800,00 de doações. Não estão computados os gastos com uma viagem de férias que fazemos anualmente, e que geraria uma média de gasto mensal de 1k.

Já as receitas totais (eu + esposa) giram em torno de 19k. Aqui não considero recebimentos eventuais, como participação nos lucros e/ou bonificações. Temos realizados aportes médios de 10k/mês.

Falando dos nossos investimentos, estão concentrados em renda fixa:
  • 168k Tesouro Direto
  • 45k Tesouro IPCA
  • 150k LCA/LCI
  • 58k poupança
  • 26,5k Fundos de ações
  • 14,5k ações
  • 4,5k FII´s

Ainda tenho uma previdência privada, com saldo de 280k. Porém, caso decida sair da companhia, só levo a metade desse valor. (obs: não foi levado em consideração em nenhum rendimento/aporte, os aportes mensais realizados nessa conta, algo em torno de 3k).

Também temos um imóvel, onde moramos, e que não considero como investimento(400k).

Sobre os objetivos futuros, em primeiro lugar vem a educação do nosso filho. Ele ainda deve ficar mais 5 anos no ensino regular, e depois a faculdade (que pode ser medicina em uma instituição privada, o que pode consumir boa parte do nosso patrimônio; hoje custa 7,5k/mes).
Em segundo lugar gostaria de mudar de profissão, podendo ter uma remuneração mais modesta e trabalhando menos que atualmente (menos dias/horas por semanas). Falo isso, por não achar que terei serenidade para viver apenas de renda, em uma aposentadoria antecipada.
Os outros objetivos seriam: conhecer diferentes locais no Brasil e no mundo, podendo viver alguns meses em cada, mas com residência fixa na minha atual cidade; Adquirir um veículo que permita fazer longas viagens com segurança; Ter tranquilidade na velhice.

Com relação a prazos, ainda não tive coragem de me desafiar. Se precisasse cravar uma data para sair da "corrida dos ratos", diria que daqui a 10 anos, quando eu estaria com pouco mais de 50. Mas isso vai depender demais do custo com ensino superior do nosso filho, que eu venha ou não a ter.

As dúvidas são muitas, principalmente com relação a "carteira ideal de investimento", visto minha concentração em RF. Sou extremamente conservador e perdas em RV me fazem perder o sono. Tenho acompanhado diariamente a comunidade Fire e estudado as possibilidades de diversificar, porém ainda estou muito inseguro. Como exemplo, uma das técnicas que pretendo aplicar é a compra mensal do mesmo ativo.

Valeu,
Aprendiz



Prezado Aprendiz, bem vindo ao estudo de caso.
Como sempre começamos nossos estudos, vamos calcular a taxa de poupança da família.

  • Despesas: R$ 9 mil mais R$ 1 mil de viagens = R$ 10 mil reais
  • Receitas: R$ 19 mil reais
  • Taxa de Poupança: ~50% (menciona que aporta R$ 10 mil em média)

Pelo nosso gráfico de taxa de poupança isto te qualifica como um "aspira" FIRE (ou FIREE), ou seja, o primeiro passo está dado:

Enquanto te parabenizamos pela ótima taxa de poupança, vamos também puxar a orelha devido aos gastos um tanto alto - isso na visão de um frugal nato como o AA40 . Os custos de 9 mil mensais para uma família de 3 pessoas certamente seriam razoáveis SE você morasse de aluguel. Com casa própria este valor deveria ser bem menor que isso em nossa humilde opinião. Como não sabemos onde você mora não podemos julgar mais a fundo, porém pode-se perceber que é um local privilegiado a julgar pela taxa de condomínio por exemplo.
Poderia dizer também que o custo com a educação do seu filho é bem alta mas isso é algo muito pessoal e como deixou bem claro no e-mail, isto é uma prioridade para você, ao contrário do que penso e faço com meu filho por exemplo, onde quero que ele tenha a mesma experiência que eu tive em conseguir vencer na escola pública (no interior do Brasil), pelos seus próprios méritos, usufruindo do que eu pago via impostos e sem nenhuma vantagem sobre os demais além de seu próprio esforço e dedicação.


Quanto a seus investimentos correntes, como você mesmo disse, está 90% concentrado em renda fixa. Exposição mínima a renda variável.
Aqui gostaria de comentar sobre o perfil do investidor. Quando você responde aquele questionário da corretora para definir seu perfil de investidor, aquilo não é só para bonito ou para cumprir protocolo. Aquele questionário, apesar de simples, mostra o quão tolerante ao risco você realmente é.
Você deixa claro que seu perfil é totalmente conservador. Há algo errado com isso? NADA ! O pessoal da blogosfera precisa parar de tratar todo mundo como se fossem experts em finanças, leitores de balancetes ou swing traders. A grande maioria não é. São pessoas que tem suas profissões normais e estudam finanças por conta da necessidade. Para estes é preciso recomendar seguir o perfil de risco de cada um para evitar que estes façam besteiras. 
O perfil de risco porém não é algo que precisa ser estático, mas pode ser sim dinâmico. Estabeleça faixas até onde a exposição ao risco pode ir de acordo com a macroeconomia por exemplo ou quanto do patrimônio aceitaria perder, etc. Importante ainda é saber que com uma alocação dessas como a sua Aprendiz, você vai dormir tranquilo mas em troca disso vai deixar passar oportunidades de acelerar sua FIRE ou aumentar seu patrimônio em um montante maior em um tempo menor - mas nada disso é garantido diga-se porém. Este ótimo artigo do Investidor Inglês retrata o atual momento em que todos correram para o risco e esqueceram o que significa risco.

Seguindo, você diz que realmente não almeja uma FIRE tradicional de parar de trabalhar e curtir muito devido aos custos com estudo do seu filho. Para você é importante garantir o futuro dele (embora argumentaria que não pode esquecer de viver a sua vida, pois ele vai viver a dele como médico ou com a profissão que ele quiser). Vamos ver se em 10 anos você teria renda passiva suficiente para cobrir suas despesas atuais. Usando um juro REAL de 4% aa, afinal nossa "amada" TSR 4% sempre se aplica mesmo em épocas atuais em que os juros reais estão abaixo disso, já que, investindo para o longo prazo, teremos oportunidades de ao longo do caminho fixar taxas de juros reais acima disso.

Ano Saldo Inicial        Aportes     Retorno (4%aa) Saldo final do ano
1 R$ 466,500 R$ 120,000 R$ 18,659 R$ 605,159
2 R$ 605,159 R$ 120,000 R$ 24,205 R$ 749,364
3 R$ 749,364 R$ 120,000 R$ 29,974 R$ 899,338
4 R$ 899,338 R$ 120,000 R$ 35,973 R$ 1,055,310
5 R$ 1,055,310 R$ 120,000 R$ 42,211 R$ 1,217,522
6 R$ 1,217,522 R$ 120,000 R$ 48,700 R$ 1,386,222
7 R$ 1,386,222 R$ 120,000 R$ 55,448 R$ 1,561,670
8 R$ 1,561,670 R$ 120,000 R$ 62,466 R$ 1,744,135
9 R$ 1,744,135 R$ 120,000 R$ 69,764 R$ 1,933,900
10 R$ 1,933,900 R$ 120,000 R$ 77,355 R$ 2,131,255

Daqui 10 anos, considerando apenas aportes constantes (sabemos que há reajuste todo ano na maioria das empresas), e um retorno REAL de 4%, terá R$ 2.131.254 investidos gerando renda passiva.
Pela TSR 4%, dividimos este numero por 300 e obtemos que poderia sacar mensalmente R$ 7.700.
O valor não está distante dos 9 mil que precisa para se manter hoje - Alguém poderia dizer, ah mas os 9 mil de hoje em 2029 serão muito mais que isso devido a inflação. Lógico, porém trouxemos tudo a valor presente (exceto aportes) ao usarmos um retorno real no cálculo acima. Os 2 milhões serão muio mais que isto em valores nominais.

Nestes cálculos jamais consideramos ter juros reais negativos, o que já aconteceu com a poupança no passado. Portanto uma primeira recomendação é livre-se dela. Se não souber onde colocar e não quer arriscar na renda variável como todos os gurus estão mandando atualmente, coloque no TD Selic mesmo até surgirem novas oportunidades na renda fixa. Como seu prazo ainda é relativamente longo, considere CDBs e se acreditar que a inflação está mesmo sob controle e isto veio para ficar, os TD prefixados ainda pagam algum prêmio atualmente. Pode parecer que não, mas a renda fixa vai voltar a ser atrativa assim como foi a menos de um ano atrás antes das eleições. A única certeza que temos é que vai mudar.
Sua principal dúvida está na carteira ideal de investimentos. Para os órfãos da renda fixa, categoria na qual também me encaixo, é uma pergunta sem resposta. Na verdade a pergunta devem ser outras? Siga o diagrama:
Difícil né? Investir sempre terá riscos (senão você ficou preso no loop infinito do diagrama) não tem outro jeito. Pode parecer clichê mas é isso aí. Você precisa escolher o nível de risco que possa dormir bem a noite e esquecer que pode estar perdendo "oportunidades". Como diz certo bilionário ai, oportunidades você pode perder, o que não pode perder é dinheiro.
Outra frase bastante utilizada é que a diversificação salva. Será mesmo? Parafraseando o SRIF365. Se analisar a crise de 2008 verá que praticamente nenhum ativo se salvou. O que realmente salvou foi estar com a carteira alocada corretamente para seu nível de risco ai mesmo que a renda variável tenha caído mais de 60%, quando isto representa apenas 25% da sua carteira, você só verá seu saldo baixar 15%. O outro lado é verdadeiro porém, se subir 60%, você só participará de parte deste rally e não há o que fazer, além de tentar o adivinhar o rumo do mercado, mas sabemos quais os resultados disso.

Encerrando, algo que venho falando há tempos é da importância de investir em moeda forte. Sempre deve haver lugar na carteira para investimentos em dólar principalmente. Pode ser limitado a 10% caso o FIREE não tenha intenção de viajar e morar fora a até 30% ou mais se o mesmo tem ambições de viajar bastante e mesmo desejo de morar fora como muitos na blogosfera manifestam sempre. As limitações, custos e imposições do governo brasileiro praticamente obrigam o investidor a manter um dinheiro fora das garras dele para uma eventual necessidade.
No meu caso em particular prefiro investir fora diretamente comprando ações e REITs pagadores de dividendos e manter em dólares diretamente. Pode-se porém optar em simplificar e investir do Brasil mesmo via ETFs como o IVVB11 que é como muitos hoje investem "fora".

Bom Aprendiz, talvez tenha ficado decepcionado por não criarmos a sua "carteira ideal de investimentos" por que isso na verdade não existe. O que é ideal hoje, amanhã pode mudar totalmente.
Se você observar este post de 2017, já não se aplica mais hoje integralmente para um perfil conservador. As coisas mudam, planos precisam ser revistos, séries históricas analisadas. Tudo é muito dinâmico mas um plano bem fundamentado precisará apenas de pequenos retoques no caminho para que se mantenha viável no longo prazo. Por isso a importância do PIP, o que repetimos mais uma vez.

Um abraço Aprendiz e abrimos para comentários dos nobres colegas e leitores !




Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

59 comentários:

  1. Achei a escola cara tb, 2k prum colegio e ainda pagar a facul particular depois acho desperdício. Sera que n tem um mais barato e menos focado no Enem na q podem pagar a facul?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom ponto para o Aprendiz pensar. Abcs

      Excluir
    2. Os 2k são a soma da mensalidade+curso inglês+transporte escolar.
      Valeu

      Excluir
  2. Escola boa em cidade grande é caro mesmo. Como o horizonte dele é longo, tem que ir pra RV de alguma forma. Coloca um pouquinho todo mês em FIIs, depois pega os dividendos e compra ETF pra começar nas ações. E 10% em dólar é de lei. Outra idéia é botar o filho pra trabalhar, fazer um colegial técnico e deixar a faculdade pra depois. O ERE brasileiro ? Temos milhões deles, muita gente que vive com salário mínimo - nao sei como conseguem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas dicas Vaga.
      Quanto ao ERE, me referia especificamente a FIREs. Aposentados tradicionais vivendo com um salário tem muitos realmente, mas por escolha própria e feliz preciso encontrar para mostrar aqui que é possível. Abcs

      Excluir
    2. O ERE é um ponto fora da curva, e o que ele faz é muito arriscado. Se algo dá pra trás ele nao tem margem, nao tem onde cortar pra viver com menos, porque já vive praticamente com nada. Desenhe sua vida e poupe para ela. Difícil alguém propositalmente desenhar uma vida com tão pouco dinheiro.

      Excluir
    3. Verdade Vaga. Mas ele comenta que basta olhar para nossos avós e bisavós para ver que eles viviam com muito menos, sem as falsas "necessidades" criadas pelo marketing e pela "sociedade moderna". O ERE é bem radical sim mas não acho que esteja errado não, se ele for feliz assim. Abcs

      Excluir
  3. Olá AA40,

    Primeiro agradeço a citação do meu post, valeu mesmo e feliz por ter gostado!

    Segundo, também sigo sua linha na criação da minha filha. Por ora não pretendo pagar escola particular para ela. Até devido minha condição atual não permitir isso.

    E quanto ao Aprendiz, ele tem uma boa taxa de poupança, isso já o deixa próximo da FIRE. Continue assim e vocês chegam lá!

    Para acelerar, devido a conjectura atual, não vejo outro caminho a não ser se expor a renda variável.

    Acredito que os juros baixos ainda permanecerão por um tempo por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada II. Seu post foi providencial. Fico feliz que tenhamos a mesma linha na educação dos filhos. Creio que dar do bom e do melhor a eles só venha a deixá-los mimados e como dizem por aqui, "Soft". É preciso ajudar e orientar sim mas deixar que aprendam como é a vida. Depois quando adultos não vai ter ninguém para bancar tudo e passar a mão na cabeça quando as coisas não sairão do jeito esperado.
      Abcs

      Excluir
  4. Gostei de ver como seguem fazendo aportes de 50% da renda!
    Realmente poderia se expor mais um pouco em renda variável.

    Só discordo um pouco em relação ao ensino público. Quem está fora do país realmente pode dispor da rede pública. Mas no Brasil, salvo raras exceções, faz muita diferença o estudo na rede particular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Unknown, ensino público pode ser ruim nos grandes centros mas no interior do sul onde eu nasci e cresci as escolas públicas sempre foram muito boas, com professores dedicados e nada que deixasse a desejar em relação as escolas particulares. Esta qualidade deve ter caído um pouco nos últimos anos mas ainda creio que existe sim e não é tão raro quanto quem mora em capitais pensam. Abcs

      Excluir
  5. Opa, AA40, quando li 7 mil lá pensei: 7mil reais por mês, sem contar o rendimento da minha esposa, acho que dá p me candidatar. Mas 7mil por ano, mesmo em dólares, complica rsrs

    São bem legais esses estudos de caso que vc faz. Disseminar a educação financeira no país é importante para criar liberdade e autonomia para as próximas gerações. Parabéns!

    Só não concordo com o comentário da crise de 2008. O dólar subiu bem sim, da faixa de 1,60 a 2,40 muito rapidamente. Quem tinha ele alocado, pôde vendê-lo e comprar muitas ações baratérrimas. Aí em 2009, fazer muito dinheiro com essas ações.

    Na verdade, foi essa crise que me fez chegar na IF mais cedo, pedindo a conta do meu emprego em 2010. Alocação de Ativos e rebalanceamento funcionam muito bem :)

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado VL. Realmente 7 mil dolares (28 mil reais por ANO) sendo FIRE com família (não aposentado normal) é algo que quero ainda mostrar aqui que é possível.

      Quanto ao dólar em 2008, na verdade não considero como ativo em sí, mas sim vc tem razão. De um ponto de vista brasileiro ter uma parte do patrimônio em dólar é algo que sempre defendemos.
      Você é IF então? Se estiver a fim de nos contar sua história envie um email para aposente40@outlook.com. Abcs

      Excluir
    2. Olá AA40!

      Sim, desde 2010. Escrevi um pouco da minha história aqui, caso se interesse:

      https://www.viagemlenta.com/2014/08/inteligencia-financeira-os-5-elementos-que-compoem-sua-base.html

      Se quiser mais detalhes, pode me contatar através do e-mail viagemlenta@gmail.com.

      Abraço!

      Excluir
    3. Ah só agora me toquei que vc é o Viagem lenta. Acompanho seu blog. Muitos falam que só o 365 é FIRE no Brasil o que não é verdade. Vou entrar em contato para contarmos sua história. Abcs

      Excluir
    4. O VL nao é o ERE mas é forte candidato pra ser o MMM brasileiro

      Excluir
    5. Haha, eu queria é escrever bem e de forma fluida como ele hehe. Seus posts, mesmos aqueles que não possuem muito conteúdo, nos prendem até o final!

      Excluir
  6. Muito boa sua análise AA40, acho que o Aprendiz vai ter que diversificar mais sua carteira, claro, entrando na renda variável. Pode começar com fii's, tenho certeza de que ele irá gostar muito, depois passa para as ações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Galo. Boas sugestões. Você não acha que o IFIX já subiu demais para entrar agora ou acha que comprando aos poucos isso não importa muito? Abcs

      Excluir
    2. Acho que tem uns fii's que estão bem esticados, mas há sempre oportunidades de ir comprando aos poucos.

      Excluir
    3. uma ideia então é comprar na subscrição

      Excluir
  7. Quando eu tiver filhos também não irei pagar por escola particular.

    Posso investir na educação deles através de uma criação bilíngue (quero estar muito afiado em inglês antes da paternidade e a mãe deles também), montando um local de estudo com escrivaninha, computador, internet, comprando livros, apostilas, dando todo o meu apoio e incentivo, mas nunca gastar R$3-5 mil com escola particular e cursinho.

    Quando tiverem por volta de 10, 11 anos, vou incentivá-los a fazerem os concursos do Colégio Militar, e também irem bem na OBMEP e coisas do tipo. Desde cedo aprenderão que para ter algo deve se esforçar por si próprio. Essas competições abrem muitas portas para uma criança/adolescente. Os campeões participam de muitas viagens nacionais, internacionais, iniciações científicas, além do currículo.

    Na época do vestibular nada de cursinho, é só prestar bem atenção nos conteúdos e estudar bastante em casa desde o primeiro dia da escola. Muita gente passa sim. Eu não consegui porque não tinha apoio e nem local adequado para estudos.

    Nem preciso falar que vou fortemente encorajá-los a participar do Jovem Aprendiz quando tiverem a partir de 14 anos.

    Claro, se for rapaz ou moça, vai ter muita atenção, amor, carinho, apoio e incentivo. Mas nada, nada de mimo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante anon. Compartilho de grande parte de sua lógica. Abcs

      Excluir
    2. Se for na pública, tem cursinho online em conta que vale a pena

      Excluir
  8. Olá, AA40.

    Parabéns pelo estudo de caso.
    Em cidades pequenas há muitas famílias vivendo com 7k dólares. Eu conheço muitos assim. Inclusive meu irmão que tem um filho e esposa gosta menos de 2k mensais. Ele tem casa própria e faz pelo menos uma viagem ao ano. Aqui não estou contando viagens para casa dos pais. Ele não é FIRE, mas está em busca. O filho estuda em escola pública, mas eles pagam escola de inglês e luta.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Cowboy. Realmente né no interior vive-se com bem menos e muitas vezes melhor. O duro é se adaptar a monotonia como vc falou no podcast do 365. Inglês é uma das coisas mais importantes que se pode dar a um filho no mundo de hoje na minha opinião. Sem ele vc não é um cidadão do mundo. Abcs

      Excluir
    2. Nossa 2k mensal 3 pessoas e ainda viaja, bem frugal então

      Excluir
  9. Teria que escavar a web pra achar esse que vc procura.. nesse perfil, mas no Facebook ainda leio conversas de quem diz que com 600 mil já seria fire rs
    Já cliquei no link do ere, que vive com 7000 per year rsrs
    Esse livro ERE do site já foi traduzido?

    ResponderExcluir
  10. FIRE eu entendi... mas ERE a definição é aquele que vive frugal com procura viver com um valor fixo mínimo é? Não entendi bem.. vou abrir o link do texto em inglês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ERE é Early Retirement Extreme. O nome do blog mas que significa em tradução livre aposentadoria antecipada extrema

      Excluir
  11. Eu acho uma ideia legal estudar na escola particular com preço médio, só pra não ficar na escola pública, e investir a diferença em poupança futura e investir em bons materiais escolares, reforço online... assim equilibra, nem cara nem pública.

    ResponderExcluir
  12. Fala AA40, sempre acompanho seus estudos de caso, dessa vez me sinto confortável para comentar e dar um pitaco se o amigo permitir..

    O Aprendiz comentou que.. tem "estudado as possibilidades de diversificar, porém ainda estou muito inseguro. Como exemplo, uma das técnicas que pretendo aplicar é a compra mensal do mesmo ativo"

    Gosto da ideia de compras mensais, é o que chamamos de Investimento Gradual - IG, porém não gosto da ideia de comprar um mesmo ativo. Meu pitaco vem agora, em IG fazemos compras mensais de mesmo valor em R$, porém em ativos diferentes, para ter uma maior diversificação precisamos ter entre 10 e 20 empresas na carteira, empresas com excelentes fundamentos por um período de 10 anos.

    Por ex, para um aporte mensal de 10k, vc pode usar 2k para IG, e comprar dois papéis por mês. 1k para cada papel. Dessa forma independe se o mercado vai subir ou descer, pois vc estará comprando mais papéis nas baixas e menos papéis nas altas, simples assim. Porém exige muita disciplina e você irá torcer para o mercado cair, pois vc quer uma carteira para o longo prazo então quanto mais baixo agora melhor.

    Espero ter contribuído...

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PM, você sempre é convidado especial por aqui. Muito boa a sugestão e realmente não tinha me atentado ao detalhe que ele falou "do mesmo ativo". Como vc muito bem falou, no mesmo ativo não a menos que seja um índice como IVVB11 ou PIBB11 em que você, comprando um ticker, na verdade está comprando várias empresas. Abcs e obrigado

      Excluir
    2. Valeu o esclarecimento sobre o Investimento Gradual. Vou correr atrás de encontrar esses ativos. Esse último mês fiquei com todo o aporte mensal boiando, sem saber o que comprar.
      Valeu.

      Excluir
  13. Olha, eu acho que estão investindo pesado na escola do garoto, o que é legal e ok, MAS depois de investir essa fortuna ainda pagar a faculdade? Fora de questão (pelo menos pra mim) - Ele que se vire pra passar numa pública ou então que entre na privada pelo FIES (e aí ele mesmo que vai pagar a faculdade dele - trabalhando depois de formado).

    Se for fazer medicina existem opções e faculdades mais baratas no interior do Brasil ou mesmo na Argentina, Caribe e Rússia (Bolívia e Peru são lixo).

    Esse custo de vida pode ser muito diminuído se mudar para uma cidade menor e mais barata (depois que despachar o filho pra alguma faculdade) e tem que ter cuidado de não dar uma mesada muito grande pra ele torrar em bebida e festa.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também pensei nessa possibilidade do Fies ou similares, e deixar por conta dele. A questão da faculdade pública, é a diminuição das vagas de ampla concorrência, devido as cotas.
      Valeu.

      Excluir
  14. AA40 eu conheço bem o ERE, já li o livro dele, o blog, vi entrevistas dele e etc.
    Da ultima vez que soube ele morava em um trailler em bay area e tb passava algum tempo num barco velho ancorado na marina.

    Bem, muita gente tem dinheiro pra viver como ele, mas eu acho muito desconfortável a situação dele.
    Mora em trailler nos EUA é basicamente estar um pouco melhor do que um mendigo que mora na rua, é totalmente marginalizado socialmente lá, provavelmente a vizinhança dele dos traillers deve ser cheia de drogados, pessoas com problemas mentais, ladrões, mendigos e prostitutas. Uma coisa é ser FIRE e outra é contar pipoca como ele faz. Acho muito melhor o exemplo do MMM que pelo menos se dá um pouco de dignidade.

    Dá pra comprar um trailler no BR tb, um novo importado dos EUA, custa 90k, estacionar ele num camping em alguma praia do litoral de SP ou nordeste e ficar por lá, mas fica uma coisa meio hippie, se o cara quiser casar vai ser difícil achar mulher que aceite isso, e pra criar e crescer filhos numa situação dessa, pensando em escola e tudo o mais fica muito complicado. Também dá pra comprar um barco velho e morar nele encostado em alguma poita de marina ou clube náutico, pagando uma taxinha bem pequena.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois fale mais desse MMM? Como é

      Excluir
    2. Concordo com quase tudo Frugal, porém essa questão de morar em um trailler nos EUA é marginalizado já mudou bastante. Um ex-chefe que tinha aqui por exemplo pega a família e mora 6 meses em um Airstreem pelo meio oeste trabalhando remotamente com internet via satélite e tal e o cara é multimilionário. Depende muito da mente das pessoas mas se o cara é feliz assim (o que eu tbm seria) tem mais é que cagar para o que o povo pensa ou deixa de pensar. O caso de ERE é sim extremo e ele deixa claro isso, tanto é que o blog dele só tem troller e céticos comentando e muito poucas pessoas devem seguir sua filosofia realmente.
      Abcs e valeu pela visita importante.

      Excluir
    3. AA40, me lembrei de um fato aqui que eu vivi "quase" perto do valor que o ERE gasta, por 7 meses de minha vida quando viajei para a Ásia.
      Fiz um mochilão econômico e lá o custo de vida é muito baixo. algumas vezes eu passei a noite em hotéis mesmo para descansar e relaxar, mas na maioria das vezes fiquei em hostels, fazia as refeições com ingredientes de supermercados e andava muito a pé.

      Gastei cercad e 10.000 dólares nesses 7 meses, incluindo as passagens de avião.

      Lá no blog, no menu de viagens tem vários posts dessa viagem.

      Se alguém tivesse disposto a fazer algo ainda mais econômico, diria que é possível. Só que o conforto será muito menor. DE quebra, ao invés e viver num trailer com maus vizinhos, poderia conhecer várias cidades e uma cultura muito diversa.

      Talvez eu escreva uma hora sobre isso também.

      Abraço!

      Excluir
  15. Raf, MMM é o Famoso Mister Money Mustache, para muitos o criador do termo e da filosofia FIRE. Visite ai https://www.mrmoneymustache.com/about/

    ResponderExcluir
  16. Gostaria de sugerir um post pra realidade atual de alguém hipoteticamente que tem , digamos de 500 mil a 1 milhão por exemplo, nessa faixa de valores, e digamos vive frugal com 2500 a 3000 mensal. E de repente vai viver com esse valor pra viver de renda. Tipo ter 1 milhão e gasta 3500..pra viver hj com isso. Lembro que teve um post sobre viver de renda com 600 mil, 800 mil, 1 milhão...,mas hj a ter 4 % tá mais dificil juros reais mais baixos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, vamos pensar em atualizar aquele post mas na verdade não muda muito sabe por que? os 4% de rendimento reais devem ser a meta de retorno de qualquer carteira. No momento em que isto não é possível mais só com RF (por isso deveríamos ter comprado para o longo prazo quando estavam pagando bem como VR fez e aqui recomendamos) não temos muita opção a não ser migrar PARTE da carteira para ativos de maior risco e continuar buscando os 4% real. Não existe milagre e a partir daí a matemática é simples, basta dividir por 300 o patrimônio e sempre terá a resposta (500mil=R$1.666, R$ 1M=R$3.333, etc). Abcs

      Excluir
    2. Ok, valeu. E isso projetado para 30 anos , pegando seu exemplo, no caso de 500 mil é RS1666 por 30 anos que é a projeção pela tsr que com esse tempo não faltará dinheiro ..

      Excluir
    3. Isso TSR original é para 30 anos para os piores anos possíveis da história {EUA}. Em anos normais isso é para durar para uma vida

      Excluir
  17. Gostaria primeiramente de agradecer ao AA40 pelo excelente estudo de caso da minha situação, e também a todos que colaboraram com seus pontos de vista.

    Algumas ponderações:
    Sobre a educação do moleque: moro em uma grande capital brasileira, e arriscaria a dizer que o ensino público aqui é péssimo, além dos níveis de violência nas escolas públicas. Um caso a se pensar seria ele cursar o 2°grau em um CEFET.
    Ressalto que o valor de 2k não é apenas a mensalidade da escola, mas a soma dela com curso inglês e transporte escolar.
    Ainda sobre esse ponto, vou discordar que prover uma boa educação, implique em mimar ou mal acostumar os filhos. Acredito que é possível educar ensinando o valor de cada coisa. Por exemplo, meu filho certamente é o que possui menos brinquedos, usa dos smartphones mais simples, não teve festas de aniversário, etc, entre seus coleguinhas.

    Sobre os investimentos: A dificuldade de escolher o que comprar, e achar que o mercado está muito caro, inclusive os FIIs, é o que tem me mantido resistente a aumentar minha participação. Tenho procurado estudar mais, e todos os comentários aqui só reforçam que não poderei adiar isso por muito mais tempo.

    No mais, também acho o custo mensal de 9k alto, e tenho analisado possibilidades de reduzi-lo, mas como os pontos de maior ganho envolvem mudar de residência, entendemos que devemos esperar um pouco mais.

    Valeu,
    Aprendiz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito Aprendiz, obrigado por participar e por complementar. Vamos acompanhar seu progresso e retorne sempre e daqui um tempo nos conte como vai os investimentos, o corte de custos e a educação do seu filho.Estaremos muito curiosos para saber o que deu certo e o que não deu. Abcs

      Excluir
    2. a verdade é que não dá pra adivinhar se está caro ou barato. pode parecer caro hoje e o futuro te mostrar que era muito barato.
      o bacana seria vc automatizar sua estratégia, definindo quanto quer alocar em cada tipo de investimento, e seguir aportando sempre naquele que está mais pra trás do percentual pretendido. Sei que muita gente não gosta do Bastter, mas o método do Bastter System funciona, e é muito bom pra tirar a emoção da hora de fazer aportes.

      Excluir
  18. oi AA40

    me permita fazer um benchmarking com vc. Eu levantei minha renda passiva nos ultimos 12 meses (jul-18 até ago-19) e cheguei em 6.7% liquido de IR de rendimento. Como a inflaçao nesse periodo foi de 3.2% isso me dá um rendimento de 3.5% acima da inflação.

    Isso está abaixo dos tais 4% que me parecem muito dificeis de alcançar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal a ideia de fazer um benchmarking. Qual seria uma boa ferramenta para capturarmos estes números para que possamos divulgar? Vou pensar em algo.
      No meu caso nos investimentos no Brasil, que já são menos de 50% do meu portfolio e está só 25% em RV, somou 8.95% - 3.2%=5.75%. Só em RF está ficando mais difícil de alcançar para quem está começando e não tinha comprado TD de longo prazo a taxas boas.
      Lembre-se porém que 4% é em 30 anos e haverá anos que será menos que 4% e anos que será muito mais que isto mas na média deve ficar acima de 4% no longo prazo. Abcs

      Excluir
    2. Eu peguei um período parecido eu deu 7.6% (e 4.2% acima da inflação). Minhas aplicações sao todas no Brasil, 90% em fundos ou TD indexado em DI ou IPCA. Eu sempre penso em aumentar a parcela em açòes ou fundos imobiliários mas vendo pelo rendimento, vale a pena o risco?

      Excluir
    3. Cada pessoa pensa diferente. Por exemplo eu prefiro ser extremamente conservador no Brasil onde os riscos externos ao mercado são bem maiores e correr muito mais risco na RV nos EUA onde o mercado é sólido e tem uma história centenária.
      Sem dúvida no Brasil os FIIs e muitas ações estão esticadas mas se juros caírem e reformas saírem talvés ainda haja um bom upside mas tem os riscos políticos e uma nova crise mundial rondando. Se formos analisar tudo isso nunca vamos investir. O melhor é ir comprando aos poucos e sempre sem se ater muito a esta loucura. Abcs

      Excluir
    4. AA40,
      Uma dúvida, no caso do Tesouro IPCA, como vc considera rentabilidade mensal: pelo juros contratado ou pelo valor instantâneo do título?

      Valeu,
      Aprediz

      Excluir
    5. Aprendiz, geralmente não olho mês a mês mas se for um título que não pretendo vender antecipado nem paga cupons sim olho a rentabilidade contratada só que é um pouco dúbio por que se vc colocar no simulador do tesouro um prazo de um ano e um prazo de 25 anos por exemplo (IPCA+ 2045) com os mesmos parâmetros terá resultados diferentes pois vc não paga o IR todo ano e sim só no resgate apenas (ou no pgto de cupons). As pessoas se surpreendem que obtêm resultados inferiores do que o prometido pelos títulos pq fazem cálculos de curto prazo com eles em vez de fazer o correto que é sempre no vencimento e ai anualizar. Abcs

      Excluir
    6. Com este ataque na Arábia e possível guerra no Irã a nossa gasolina vai a 6 reais e a inflação vai subir bem. Até nos EUA e pode até mudar o rumo dos juros aqui e lá. Veremos

      Excluir
  19. Gosto muito dessa serie de post, me motiva muito. Espero que em breve eu possa mandar minha carteira para você dar aquela valiosa contribuição.

    http://patrimoniozero.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.