Subscribe

A perspectiva de voltar à rotina diária de trabalho fará muitos se aposentarem mais cedo

A vida é muito curta

Depois de um ano de reuniões virtuais via Zoom todo o dia, a convivência com um vírus mortal e um mercado financeiro que subiu muito, muitos americanos e europeus (e por que não, brasileiros) planejam se retirar do mercado de trabalho muito antes do previsto - se aposentando mais cedo, principal tema deste blog. 

Cerca de 2,7 milhões de americanos com 55 anos ou mais estão pensando em se aposentar anos antes do que imaginavam por causa da pandemia, mostram os dados do governo. Muitos citam o boom do mercado financeiro e fadiga da Covid-19 para sua saída antecipada, de acordo com entrevistas com gestores de fortunas e pesquisas federais.

Muito parecido com a chamada recuperação em forma de K da economia dos EUA, a pandemia está tratando os que tem algum recurso financeiro guardado, de maneira diferente daqueles que não tem, capacitando-os a deixar a vida corporativa mais cedo. Outros que perderam o emprego decidiram adiantar a aposentadoria ou ficaram tão desanimados que também estão se aposentando antes do planejado.

As aposentadorias antecipadas, quer desejadas quer forçadas, vão privar o mercado de trabalho de alguns dos seus trabalhadores mais produtivos e têm um impacto na recuperação econômica ainda muito cedo para avaliar. Segundo o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, um "número significativo" de pessoas dizendo que se aposentaram é uma das razões pelas quais as empresas estão relatando escassez de mão de obra, embora não esteja claro se elas acabarão retornando ao mercado de trabalho algum dia.



O que as pessoas estão pensando

Nos arredores de Minneapolis, Craig DiLorenzo, 58, está entre aqueles que optaram por se aposentar, após uma carreira na gigante industrial 3M. Frustrado com as conferências desde as 6 da manhã, seus pensamentos se voltaram para passar mais tempo perseguindo suas paixões externas, incluindo o voluntariado no Exército da Salvação. Um susto com um câncer há cinco anos o fez reconsiderar sua intenção de subir na carreira, e o último ano preso em casa apenas reforçou esses sentimentos, disse ele.

Isso faz você pensar: 'Tudo isso importa tanto quanto você pensa que importa?'”, Disse DiLorenzo, que se aposentou no final de março.

Além disso, o esgotamento entre médicos e professores mais velhos está empurrando alguns para uma saída precoce, ameaçando a escassez de cuidados de saúde e educação.
Quase um terço dos médicos tem mais de 60 anos nos EUA, disse a Physicians Foundation, alertando que o esgotamento ameaça exacerbar a escassez existente, especialmente entre os poucos especialistas.

A perspectiva de voltar à rotina diária será "uma pílula realmente difícil para muita gente engolir". Muitos vão se dar conta já no primeiro dia de volta ao horário normal presencial. Muitos estão achando que continuarão podendo trabalhar de casa, mas as pesquisas mostram que a maioria dos empregadores não está planejando permitir isso tão cedo, não ao menos sem cortes de remuneração.


Um cliente, um executivo cuja carteira de ações teve um bom desempenho, está se aposentando aos 48 anos, pois a perspectiva de ter que voltar a viajar de 10 a 12 noites por mês não é mais atraente, disse Van Leeuwen, dona de um serviço de planejamento financeiro em Nova Jersey.


“Já vi tantas pessoas que decidiram esperar muito tempo para se aposentar - muitos dos meus colegas ou parentes mais velhos - ai no primeiro ano de aposentadoria, adoeceram e faleceram”, disse Melissa Marteney que mora em Boston. "Eu não quero isso para mim"

Outros pontos da pesquisa que saltam aos olhos: O número de pessoas que esperam trabalhar além dos 67 anos caiu para 32,9% no mês passado, menor nível histórico, de acordo com uma pesquisa do Federal Reserve de Nova York. 

O aumento sem precedentes nas ações e também no valor das casas durante a crise econômica está facilitando o caminho da aposentadoria para aqueles que têm investimentos. Os ativos dos americanos de 55 a 69 anos aumentaram US$ 4,2 trilhões em 2020, incluindo um aumento de US$ 2,2 trilhões em ações de empresas e fundos de investimentos e um ganho de US$ 250 bilhões no valor de empresas privadas, de acordo com dados do Federal Reserve. 

Outro ponto que preocupa e pode afetar os mercados é o seguinte: Lidar com dois grandes eventos econômicos em menos de 15 anos pode fazer com que estes trabalhadores se perguntem se é hora de tirar o dinheiro do mercado de renda variável, especialmente quando estão perto da aposentadoria”, disse Stuart Smith, diretor nacional de estratégias de valor de negócios da Wilmington Trust.

E você, está preparado para voltar ao escritório das 08:00 as 18:00? 


Fonte: Bloomberg/Fed, adaptado por AA40


Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Nenhum ativo e/ou estratégia de investimentos aqui mencionados deve ser considerado indicação de investimento. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro. Não copie nosso conteúdo sem citar a fonte e pedir autorização.

10 comentários:

  1. Nossa, só de pensar em voltar para o escritório todo dia, colegas chatos, reuniões inúteis, chefe maluco no ouvido, fofoca correndo solta, sem contar transito e estacionamento. Nãoooooo. Ah seu eu pudesse parar !

    ResponderExcluir
  2. Muito complicado mesmo. Enquanto as chefias continuarem sendo compostas por "baby boomers" e gestores ultrapassados vai continuar com essa bizarrice de funções que são 100% compatíveis com o home office sendo feitas presencialmente.

    ResponderExcluir
  3. Não, definitivamente não estou preparado para voltar para o escritório.

    Conversei há algumas semanas com uma colega de trabalho e disse que terei uma crise de ansiedade pós-pandemia. Apesar de estar em home-office e ter limitação de deslocamento, eu já criei uma rotina confortável em casa com a presença da sra. VAR e presenciar o crescimento do meu pequeno VAR.

    Trabalhar em home-office, mesmo que numa pandemia, me mostrou algo mais. Estar presente com as pessoas que amamos. E no local de trabalho, eu apenas convivo com colegas que simplesmente sairão da minha vida no momento que virá FIRE.

    Já busco alternativas para uma transição profissional, enquanto não consigo minha IF.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já viu algum americano falar "home-office". Nunca, é working from home. Não entendo a mania dos brasileiros em inglesar as coisas e ainda usam termos totalmente errados. E não é vc não, até em sites como terra e globo se ve estes absurdos.

      Excluir
  4. Empresas querem é achatar os custos e ganhar mais produtividade, ninguém tá nem aí para "transmitir a cultura da empresa aos recém-chegados" que é o termo que muitos executivos tem usado para não ficar mal na fita ao tomar a decisão de voltar ao trabalho presencial.

    Sobre a falta de trabalhadores é engraçado que aqui nas terras tupiniquins tá sobrando 14 milhões de desempregados e somos um país tão bizarro que nenhuma empresa estrangeira tem interesse em se instalar por aqui para se aproveitar desse contingente.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "empresa estrangeira tem interesse em se instalar por aqui para se aproveitar desse contingente" - Pq alguma empresa se instalaria no Brasil para aproveitar essa mão de obra se as leis trabalhistas (CLT) são o cumulo do absurdo? Enquanto um chinês ou indiano trabalha por 50 dólares AO MES sem qualquer "direito" ou "carteira assinada" que só existe no Brasil? Quem sabe quando tivermos 100 milhões de desempregados ai o governo vai abolir a CLT de uma vez por todas.

      Excluir
  5. Oi AA40, eu tenho pensado nisso com mais força nos últimos meses. Como disse o Voando Abaixo do Radar, voltar a conviver com pessoas do trabalho que não são nossos amigos, que não permanecerão na nossa vida pós-FIRE, parece-me um desperdício de tempo, se temos a opção de fazer justamente o contrário, passar mais tempo ao lado das pessoas que amamos. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Pode compartilhar o link da publicação do Bloomberg.

    ResponderExcluir
  7. Fizeram essa pesquisa comigo e eu respondi que queria me aposentar no ano que vem, casar com duas paniquetes e mudar pra Bali.

    Esse tipo de pesquisa só explica como as pessoas nao veem um palmo na frente em relacao as suas finanças pessoais. Se fosse essa maravilha de aposentar quando quiser nao tinha velhinho de 80 anos trabalhando de caixa no Wallmart pq nao consegue pagar os remedios e o aluguel do mes - isso é a realidade.

    No mais, risco real nos EUA (onde a pesquisa foi feita certamente) é que muita gente com algum pé de meia formado vai sair do pais e buscar paises de custo mais baixo pra trabalhar remotamente.

    Paises como Portugal receberam grandes fluxos de migrantes endinheirados mesmo com a pandemia buscando um pais de custo de vida mais baixo e boa qualidade de vida

    ResponderExcluir
  8. Eu também não gostaria de voltar ao trabalho presencial. Apesar de trabalhar apenas 6 horas por dia, em casa eu percebi que fico muito mais conectada ao presente. Quando canso dou uma voltinha pelo AP e olho para o céu das minhas janelas e varandinha, até consigo dar uma espiadinha no pôr-do-sol quase todos os dias, o que é uma riqueza imensurável para mim. Também me concentro mais em casa, o barulho dos colegas no trabalho me atrasa muito. E ainda perde-se menos tempo com arrumação e deslocamento pra ir trabalhar. Enfim, gostei muito da experiência do remoto. Vai ser difícil voltar, mas esta não é uma opção pra mim hoje. Quem sabe uma dia eu chegue lá! Abraço.

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog ou autores do AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.