Subscribe

5 assuntos financeiros para conversar antes de trocar alianças !

Falar sobre dinheiro antes mesmo de casar pode parecer desnecessário ou até um tópico um tanto delicado para tratar, mas é justamente neste momento que o casal precisa se conhecer melhor - financeiramente.
Tanto se o casal pretende tratar as finanças separadamente, ou seja, cada um tendo suas próprias contas bancárias, investimentos e dividir os gastos ou se pretendem fazer tudo em conjunto.

Os 5 principais tópicos para essa DR (discussão da relação) são:

1. Dívidas: 
Uma das principais coisas que se deve conhecer antes de trocar alianças é a situação financeira de cada um. Não é necessário pedir extrato bancário, mas você precisa saber se a pessoa com quem planeja passar o resto da vida possui grandes dívidas. Grandes dívidas podem impactar os planos de uma casa própria, investimentos, aposentadoria, viagens, etc. O importante é planejar juntos como se livrar das dívidas em primeiro lugar.

2. Como usam o crédito: 
Uma das grandes reclamações dos parceiros em um relacionamento é o gasto excessivo de um deles ou ambos em cartões de crédito. Cartões de crédito são ótimas ferramentas de gerenciamento de gasto mas somente se bem utilizados, ou seja, a fature precisa ser paga integralmente no final do período. Procure conhecer como seu parceiro utiliza o cartão de crédito.

3. Filosofia no uso do dinheiro e investimentos: 
Isto é mais importante do que parece. Perfis gastadores e poupadores tentem a entrar em conflito. Se este for o caso, não pense em terminar mas sim em planejar. Ao iniciar a vida a dois, sentem, façam seus planos de curto, médio e longo prazo, plano de emergência financeira, orçamento doméstico e claro, investimentos.

4. Filhos e dinheiro:
Se vocês planejam ter filhos juntos, é importante começar a planejar e separar um orçamento para este objetivo. Lembre-se que fraldas e roupas são o menor dos problemas. Educação e creche geralmente são os custos mais elevados a considerar.

5. Aposentadoria: 
Idealmente ambos devem poupar parte da receita mensal para a aposentadoria (ninguém deve contar só com o INSS no futuro). Não importa quão pequena seja a quantia economizada para este fim, o importante é começar o mais cedo possível para que os juros compostos tenham tempo para multiplicar estes valores. Antes do casamento é preciso compartilhar a visão que tenha para este período da vida. Se o plano for se aposentar aos 40 e poucos e viajar o mundo a quantidade poupada deverá ser maior, já se o plano for trabalhar até 65 anos, a poupança será outra.

Concluindo, o grande propósito desta DR pré casamento é ter certeza que ambos estão na mesma página, ou seja, que seus objetivos e desejos financeiros sejam conhecidos pelo seu parceiro e que ambos trabalhem junto para atingir os objetivos traçados. Por incrível que parece, ter esta DR agora pode evitar muitas DR muito mais desagradáveis no futuro.

PS: Ah, e por falar nisso, veja algumas dicas de como organizar um casamento econômico, por que você tem planos mais importantes que uma festa luxuosa que dura apenas uma noite!

Nenhum comentário

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.