Subscribe

Independência Financeira no Brasil é possível ?

Existe um mito no Brasil que só consegue ser rico quem nasceu rico. Não podemos negar que na maioria das vezes é sim verdade, mas existem muitas pessoas que conseguiram atingir a independência financeira iniciando do zero. Como? Com três coisas básicas:

1) Planejamento
Quando se trata de atingir sua independência financeira, planejamento e estratégia são mais da metade do caminho.
99% dos que chegaram lá tinham muito claro qual era o objetivo, os valores a alcançar, os valores a investir todo mês, qual a estratégia de investimentos (alocação, custos, retornos, curto-médio-longo prazo, etc)

2) Perseverança
Alcançar a independência no Brasil e em qualquer lugar é possível, mas não é uma tarefa fácil. Vai requer muita perseverança, ou seja, que você não desista nos primeiros contratempos. 
Haverá meses em que você não vai conseguir aportar dinheiro ao seu plano ou mesmo precisar retirar do monte por diversos motivos como saúde, desemprego, imprevistos, etc. O importante é não abandonar o plano e sempre que possível recuperar o atraso quando algo bom lhe acontecer, como por exemplo, um dinheiro extra entrar, um bônus, venda de algo, etc.

3) Paciência
Muitos iniciam a jornada já pensando em colher os frutos e ficam ansiosos por que o resultado demora para aparecer. Ter em mente que a independência financeira é algo de LONGO prazo é extremamente importante para evitar frustrações. Não verifique seu saldo todo dia, não mude sua estratégia no primeiro contratempo. Vá devagar mas no controle. 
Sem o fator tempo, os juros compostos não funcionam ! Vejam a fórmula dos juros compostos:
M = C . (1 +  i)n
Montante = capital x (1 +  taxa juros)^tempo

Além do capital, um dos fatores mais importantes é a taxa de juros (i) que rende a aplicação que não pode ser zero, mas vejam que uma variável ainda mais importante é o tempo (n), pois ele é o expoente, ou seja, quanto maior o n, mais tempo aplicado estará seu capital e mais vezes ele será multiplicado. É por isso que começar investir enquanto novo é o melhor jeito de chegar mais longe ou atingir a independência financeira mais jovem pois o "n" da equação será bem maior.

Concluindo, independência financeira no Brasil é sim possível mas os três fatores acima são tão importantes quanto a quantidade de dinheiro que consegue poupar todo mês e investir.

Além disso, os juros no Brasil sempre foram um dos mais altos do mundo. Enquanto isto é ruim para quem toma dinheiro emprestado, para quem empresta, ou seja, para o investidor, é muito bom pois isto significa que investir em renda fixa no Brasil é seguro e garante bons retornos quando comparado a outros países, possibilitando taxas segura de retirada até maiores que 4%. A inflação pode ser um fator de preocupação, mas enquanto o governo emitir título de dívida soberana indexado a inflação pagando juros reais (Tesouro IPCA+), o investidor pode se manter financeiramente independente com certa tranquilidade.


3 comentários:

  1. Concordo com artigo muito bom, como diz o Luiz Barsi para formatar uma carteira previdenciária é ter riqueza é preciso disciplina e paciência.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Projeto de longo prazo. A menos que vc tenha um apartamento, terra ou qualquer imóvel para acelerar isto, vai demorar décadas e é assim mesmo, disciplina e paciencia..

      Excluir
  2. Verdade, devemos tornar esta experiência prazerosa e um hábito. Assim como, escova-se os dentes todos os dias, banha-se todos os dias, poupa-se todos os meses :)

    ResponderExcluir