Subscribe

Estudo de Caso: Renda Fixa, imóveis e FIIs para quem não pretende sair do país

Prezados leitores. Nos chega mais um estudo de caso que na verdade não chamaria bem de estudo de caso mas uma breve análise da situação de alguém que está quase lá em seu objetivo de aposentadoria precoce e, felizmente, pretende ficar no Brasil.

Bom dia aposente aos 40. Gostaria de um estudo do nosso plano de aposentadoria precoce. Queremos nos aposentar precocemente até próximo dos 40 anos de idade. Somos um casal. Não temos filhos e não pretendemos ter até o momento. Temos exatamente 3 anos e 4 meses para atingir nosso objetivo. Queremos nos aposentar com uma renda vitalícia de 20 mil reais mensais. Atualmente temos aplicado cerca R$ 2.118.857,00 (84% em renda fixa e 16% em fundos multimercados). Na renda fixa divido as aplicações em CDB's longos com cerca de 116 a 121% do CDI, CRA, CRI, LC, LCA (90 a 97% do CDI), LCIs, debentures. Fundos multimercados (adam macro, adam strategy, verde scena, xp credito estruturado, SPX nimitz, pimco income - este é uma porcaria). Reserva de emergência de 250.000 reais. Temos dois imóveis de investimento. Um apartamento no litoral de R$ 750.000 que gera um rendimento líquido de R$ 24.000 ao ano (livre de despesas e IR) e outra sala comercial com o mesmo valor que estará pronta dentro de 2 meses e que gerará anualmente livre de IR e de despesas cerca de R$ 30.000 conforme a imobiliaria. O dividend yield mensal de cada um é respectivamente 0.26 % no apartamento e 0.34% na sala. Sei que é muito baixo perto dos fundos imobiliários. Mas é o que temos para o momento. Temos nosso escritório e nossa casa própria quitados. Dois carros já pagos. Nossa meta de aporte é de 30 mil reais ao mês durante os 40 meses além da receita gerada pelo imóveis e pelas aplicações. Mantendo cerca de 80 % na renda fixa e 20 % em fundos multimercados. Tenho pavor de ações. Aquela oscilação mensal não me agrada pela meta ser de curto prazo. Tenho conseguido um rendimento mensal exatamente igual ao CDI porém já descontado o IR.     

    Pelo meu planejamento chegaremos em agosto de 2021 com cerca de 4 milhões de reais em aplicações bancárias (juros compostos - rendimento mensal líquido de IR igual ao CDI + aportes dos aluguéis + 30 mil de aporte ao mês) e espero que os imóveis estejam valendo cerca 1 milhão cada com a recuperação da economia. Isso formará um montante de 6 milhões. Pela taxa segura de retirada de 4% isso gerará 20 mil por mês. Sei que essa TSR é feita para os norte-americanos e baseada apenas em investimentos de ações e renda fixa, não contando com imóveis. Mas precisamos nos basear em algo.  

     Para manter o dinheiro indefinidamente após atingir a meta (penso em 2 opções):

Opção-1: pretendo vender ambos os imoveis (cerca 1.700.000 liquido após pagar os 15% de IR sobre o lucro da venda - 1 milhão cada) e aplicar em FII com um DY de 0,65% gerando 11,000 por mês. Os outros 9 mil mensais irei retirando da renda fixa ou dos fundos multimercados mantendo os mesmos sempre com a proporção de 80/20. 

Opção-2: simplesmente consumir o valor dos dois aluguéis e o restante retirar da renda fixa. 

      O que acham? Atualmente tenho lido bastante sobre FII e estou me programando para começar a comprá-los. Acha ser um plano viável? Faria algo diferente. Dividimos as aplicações com metade do dinheiro na conta da minha esposa e metade na minha conta para aumentar a garantia do FGC que agora é de apenas 1 milhão por CPF. 

      Ao contrário da maioria dos blogueiros eu não pretendo sair do país não. Moro em uma cidade de interior com baixíssima criminalidade e IDH elevado para os padrões nacionais. Porém pretendo viajar bastante nos primeiros anos. Tenho a opção de alugar meu escritório e apartamento onde moro se realmente quiser abandonar totalmente o trabalho e sair viajando eternamente. Valor do meu apartamento é de cerca de 350 mil e do escritório 800 mil. Os valores dos imóveis são bem realistas, coloquei valores até abaixo do valor de mercado pensando e não demorar muito para vendê-los caso optar pela venda.   

        Gostaria de dicas e de auxílio caso haja algum furo no meu planejamento ou alguma maneira de incrementar o plano. Grato - A39

Prezado A39. Primeiro parabéns pelo plano de aposentadoria precoce e por querer ficar no Brasil e não levar a riqueza conquistada aqui para outro país. A primeira vista seu plano é extremamente sensato, você possui um bom montante em investimentos, casa própria quitada, dois carros, dois imóveis alugados. Se fosse meu caso eu já estaria aposentado e só não podemos dizer o mesmo para você por causa deste valor extremamente alto que precisa mensalmente (R$ 20 mil) para manter seu padrão de vida.

Investimentos

Muitos bloggers e quase todos da blogosfera vão te falar invista em renda variável, bolsa, FIIs etc (FS, BPM, AP, cadê voces?). Mas aqui no AA40 somos um pouco diferentes e gostamos da renda fixa mais do que da bolsa brasileira
Talvez por eu já ter morado fora, sei muito bem dar valor a um rendimento real garantido (RF) pelo governo daqui ou boas empresas de 5% aa ou mais, coisa que não achamos em praticamente nenhum outro lugar do mundo, então se você só se sente confortável na renda fixa e tem pavor de ações, fique na renda fixa. Qual o problema? Ainda mais você que está tão perto de FIRE, por que vai arriscar agora? Eu continuaria com o seu asset allocation e talvez arredondaria para 80% RF, 20% multimercado já que investe em uns fundos muito bons - quem sabe por algo em moeda estrangeira para viagens [e para o caso do pior acontecer como alguns bloggers mais pessimistas sugeririam].

Apliquei seus valores no nosso simulador e realmente em 40 meses (2021), com rendimento CDI, mais aportes de 30 mil mais alugueis conseguirá tranquilamente ter R$ 4 milhões de reais em investimentos. Com este valor é possível ter uma renda vitalícia pela TSR 4% de R$ 14 mil reais.
Como mencionaste, a TSR foi concebida para os EUA, mas há muitos estudos que revelam que para o Brasil ela é conservadora e você poderia sacar mais que isto com sustentabilidade. Como os juros baixaram muito ultimamente vamos usar a TSR4 mesmo para garantir.

Imóveis

Fica muito difícil dizer para você vá de opção 1 ou opção 2 sem conhecer seus imóveis, a idade deles, o potencial de valorização, a localização, tamanho, etc.
A primeira vista, o imóvel no litoral está te retornando apenas 3,2% ao ano e isto é menos que a inflação praticamente. Mas não podemos fazer uma análise de compra e venda apenas baseado nisto. Se você achar que não há espaço para valorização que eleve esse retorno para o nível do CDI por exemplo, talvez vendê-lo seja a opção mais interessante. A sala comercial é ainda mais difícil analisar já que nem está pronta ainda. Manter a sala até ter um histórico para permitir uma análise mais apurada dos números pode ser o mais sensato neste caso.
Se mesmo assim quiser entrar no mundo dos FIIs, vá em frente mas como tens pavor de ações, saiba que FIIs se comportam da mesma forma pois é renda variável, apenas geram mais renda passiva no caminho.
Não se pode negar que FIIs são uma ótima classe de ativos mas são muito sensíveis as taxas de juros e ao ativo físico em sí, demandando um certo conhecimento e análise fundamentalista para não escolher errado e perder muito com isto. Vá com parcimônia e aprenda muito antes de entrar de cabeça.

Custo de vida, opções e planos

Não sabemos muitos detalhes de sua história, mas certamente com a vida FIRE virá também uma redução de despesas. Veja que trabalhar demanda gastos, seja com transporte - você precisará mesmo de dois carros ? - com vestuário, alimentação, etc. Seu custo de vida tenderá a diminuir. Nos EUA geralmente é estimado uma diminuição de 30% dos gastos após parar de trabalhar.
Se você conseguisse viver com cerca de R$ 15 mil ao mês você poderia simplesmente não vender os imóveis e viver sossegado só com proventos da renda fixa. 
Caso vender o imóvel da praia por R$ 750 mil e investir, sua TSR4 subirá para quase R$ 17 mil ao mês daqui +-3 anos. Se mesmo assim suas despesas ultrapassarem isto, poderia utilizar o aluguel da sala comercial para complementar sua renda.

Enfim, talvez um mix da opção 1 e da 2 seja algo a se analisar aqui. Se desfazer por completo dos dois imóveis ao mesmo tempo é radical demais pois não se tem histórico da sala para avaliar. Em 2021 terá uma melhor ideia e ai sim poderá decidir com mais embasamento.

De qualquer forma A39, você está com um plano muito bem montado para viver de renda. Siga em frente. Quem sabe adicione backups como um plano B e um plano C para caso as coisas saiam dos trilhos de alguma forma. 
Algumas coisas para você pensar: E se os juros da RF caírem abaixo de 4% real? problemas de saúde como farão? Vai deixar herança para alguém? Viajar muito no inicio não é recomendável por causa deste problema.

Vamos abrir para comentários da comunidade que sempre ajuda muito com sugestões, questões e detalhes sobre  coisas que passamos batidos aqui. Se tiver pessoas especialistas em imóveis ai para dar mais embasamento por favor contribuam pois não é uma classe de ativos de conhecimento profundo do AA40 como percebem. Um abraço e volte sempre!


Disclaimer: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.



38 comentários:

  1. Gostaria de saber pq o PIMCO foi considerado ruim pela leitoralll

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ate perto do final do ano passado o PIMCO estava indo muito bem. Esse ano ele rendeu apenas 0,94%. Qualquer fundo de renda fixa com liquidez diária já rendeu ao menos 2% no ano. Se for pensar em 100 k aplicados, isso resultaria em 940 reais no pimco e 2000 reais em fundo de renda fixa com liquidez diária. Mas por enquanto vamos manter a fé. Nesses ultimos meses eles perderam milhoes de reais em aplicações de brasileiros que resgatam o fundo. ASS: aposentado aos 39 anos.

      Excluir
    2. Viajar, esse ano o PIMCO rendeu apenas 0,94%, enquanto que qualquer fundo de renda fixa brasileiro com liquidez diária já rendeu 2%. Em 100 k aplicado isso gera uma diferença de mais de 1000 reais. Ja teve 2 meses com rendimento negativo e um mês com rendimento abaixo do CDI. Até final do ano passado estavam performando bem. Conforme li em foruns de fundos de investimento isso resultou retiradas de milhões de reais pelos brasileiros que tinham grana aplicada nesse fundo. Acho que ainda podem dar a volta por cima, ainda mais com essa subida do dolar. Vamos ficar na torcida. Ainda não desmontei minha posição nesse fundo. Valeu. Se souber algo de diferente compartilhe conosco.

      Excluir
    3. Po esse tal PIMCO pelo que li é só um fundo de investimento, cara tu ja tem uma situação boa pra caramba, quer viver como playboy e ainda até pelo comentário do texto pra que dois carros, deixa de ser burro e vende um dos carros e fica com um só que é menos despesa.
      Outra coisa R$20.000,00 por mês e nem tem filhos, vcs querem ter vida de playboys, eu com R$9.000,00 por mês ja me dava por satisfeito.
      Revê um pouco mais desses planos e fala pra tua patroa baixar um pouco a bola e parar de bancar a madame, mulher que gasta demais é um tremendo preju.

      Excluir
    4. As pessoas não conhecem 1/10 da vida do outro e já começam a dar pitaco. "Viver como playboy": já parou para pensar se o cara ajuda a família? "deixa de ser burro e vende um dos carros": já parou para pensar se é por questão de necessidade (trabalho)?

      Acho que quem precisa rever alguma coisa é você... chamar a mulher do cara de "madame que só faz gastar"... Depois não sabem porque a finansfera cada dia está mais vazia. Isso para mim só cheira a uma única coisa INVEJA!

      Excluir
    5. PATROA MADAME QUE GASTA BASTANTE23 de abril de 2018 23:23

      Oi EU SOU A PATROA MADAME QUE GASTA BASTANTE hehehhe. Vamos lá. Eu sou a pessoa que organiza todos os gastos do casal. TUDO CONTROLADO E ORGANIZADO sou eu quem cuida do dinheiro dos aportes e é por isso que vamos chegar no objetivo da IF de 20 mil. Nao gastamos muito hj, temos uma vida bem simples ap simples, pequeno nao temos empregada doméstica e ainda trabalho com meu marido trabalho duro e dificil para podermos aportar mais e no futuro podermos- se quisermos gastar mais. Gostamos de viajar e comer por isso pensamos um valor maior (e anônimo se pensou que sou gorda errou novamente heheheh). 2 carros é pela questão do trabalho, mas realmente nesse ponto vamos repensar. Atualmente nao precisamos ajudar muito nossas familias mas se no futuro precisarmos teremos condições. Concordo com O anônimo : mulher que gasta demais é um tremendo preju mas troco uma palavra e deixo a frase mais interessante : pessoa que gasta demais é um tremendo preju heheheh

      Excluir
    6. PATROA MADAME QUE GASTA BASTANTE23 de abril de 2018 23:46

      Oi EU SOU A PATROA MADAME QUE GASTA BASTANTE hehehhe. Vamos lá. Eu sou a pessoa que organiza todos os gastos do casal. TUDO CONTROLADO E ORGANIZADO sou eu quem cuida do dinheiro dos aportes e é por isso que vamos chegar no objetivo da IF de 20 mil. Nao gastamos muito hj, temos uma vida bem simples ap simples, pequeno nao temos empregada doméstica e ainda trabalho com meu marido trabalho duro e dificil para podermos aportar mais e no futuro podermos- se quisermos gastar mais. Gostamos de viajar e comer por isso pensamos um valor maior (e anônimo se pensou que sou gorda errou novamente heheheh). 2 carros é pela questão do trabalho, mas realmente nesse ponto vamos repensar. Atualmente nao precisamos ajudar muito nossas familias mas se no futuro precisarmos teremos condições. Concordo com O anônimo : mulher que gasta demais é um tremendo preju mas troco uma palavra e deixo a frase mais interessante : pessoa que gasta demais é um tremendo preju heheheh

      Excluir
  2. Cara, com mais de 2 mega dá pra pendurar as chuteiras hoje..deixa de enriquecer seu patrao e vai viver que a vida é só uma véi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas quem te disse que ele é empregado?

      Excluir
  3. Onde ficam estes imóveis A39 e qual o destino que pretendem viajar? Parabéns pela conquista.

    ResponderExcluir
  4. Nada contra você, AA40, mas uma pessoa com essa renda e patrimônio poderia tranquilamente contratar um especialista pra ajudar, ao invés de ficar pedindo ajuda anônima em um blog. Espero que tenha cobrado pelo seu serviço :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah pois é, suponho que faz parte da frugalidade. Enfim, temos um botão ai do lado direito para doações. Esperamos que um dia alguém de bom coração nos ajude! abcs

      Excluir
    2. Acho q pelo contrário, quem tem um patrimônio desses tem mais é q estudar e administrar o próprio dinheiro. Confiar 6kk nas mãos de outra pessoa não me deixaria dormir à noite, o cara está mais que certo pedir opiniões como as do AA40 e depois tomar as próprias decisões....

      Sr. IF365

      Blog SrIF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
      www.srif365.com

      Excluir
    3. Concordo plenamente IF365!

      Excluir
    4. Sr. IF365, quando digo contratar um profissional falo a respeito de um consultor, que pode indicar os possíveis cenários, as vantagens e desvantagens de cada um. Não estou falando de gerente de banco que vai ficar empurrando PP e capitalização. Abraço!

      Excluir
    5. Concordo com vc Sr. IF 365. Estudar sobre como aplicar nosso próprio dinheiro é o mínimo que podemos fazer. Acho que por isso que o A39 ja está tão perto da IF.

      Excluir
  5. O que eu faria nessa situação? Tendo 6 milhões, meu imóvel quitado e querendo viver de renda.
    Colocaria metade em fii. Dividido em uns 20 fundos, inclusive fundos de fundos. Isso já garantiria uma renda mensal acima de 15k.
    A outra metade aplicaria em títulos públicos e privados. Em épocas de juros baixos, como agora, aplicaria em tesouro selic. Quando os juros estivesses altos, aplicaria em título pré fixado.
    Numa situação como essa o melhor a se fazer é retirar um salário anual. Deixa o dinheiro rendendo o ano todo. Em janeiro se tira o montante pra passar o ano. No caso dele, que precisa de 240k ao ano, dava pra tirar isso fácil e aplicar a diferença.
    Eu atualmente possuo 300 k aplicados em fii. Tenho 2 pequenos pontos comerciais alugados, que rendem pouco mais de 2,4k.
    Tenho 34 anos e não pretendo parar de trabalhar. Quero ter tranquilidade financeira, continuar trabalhando mas sem depender do meu salário. Hoje se ficasse desempregado já teria condições de manter sem ter que depender dos meus pais. O risco de que eu venha a ficar desempregado é baixo, já que sou servidor federal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal. Não veja o ficar desempregado como um risco mas sim uma oportunidade de liberdade e mudança de vida rat-race para vc no controle. abcs

      Excluir
    2. Verdade AA40, fiquei desempregada e solução foi abrir meu próprio negócio. Meu salário era 2.500 reais, hoje consigo uma liquidez de 15k a 20k mensais. Meu aporte hoje é de 8k a 10k mensal. Abraços
      O

      Excluir
    3. Legal Anon. Tá vendo, há males que vem para o bem como diz o velho ditado. O importante é não ficar esperando cair do céu e ir atras ! Abcs e obrigado por compartilhar seu caso!

      Excluir
  6. Eu já tinha pendurado a chuteira faz tempo tbm, eu saia desses imoveis e diluiria em imoveis mais baratos que conseguem um DY e potencial de valorização maior

    ResponderExcluir
  7. Deixava 70% em liquidez imediata para esperar a caganeira do mercado que sempre vem e melhora o DY substancialmente.

    ResponderExcluir
  8. AA39, o Pimco Income realmente eh um fundo excelente, mas parece que voce esta no fundo por todos os motivos errados. Nao da simplesmente comparar um fundo concentrado no mercado Americano com rendimento de CDI! Voce conseguiu entender o motivo do performance recente? Se os juros americanos ja atingiram as baixas historicas (apos um bull market de duas decadas de juros caindo), e tambem ja estao subindo, o retorno total vai ser pequeno ou mesmo negativo (coquetel de yields baixissimos, e marcaçao ao mercado negativo). Voce saber dizer o que seria o Duration do fundo? Se nao, procure, e estude. Geralmente voce quer o Duration mais ou menos igual ao tempo restante antes de precisar realizar resgates. Por que tantas pessoas entao, eu inclusive, gostam do fundo? Alem da habilidade do gestor em varios mercados, seria por causa da baixa correlaçao entre os ativos na carteira dele, e outros ativos mais volateis, como multimercados (hedge funds) aggressivos ou ate açoes. A tambem falta de correlaçao entre o performance do mercado brasileiro, seria, em vez de um motivo por uma grande reclamaçao, seria ao contrario, um motivo para comemorar, para pessoas que consigam entender a utilidade deste tipo de fundo.

    ResponderExcluir
  9. É impressionante o quanto as pessoas pensam diferente.
    Tenho planos com metas parecidas mas coisas muito diferentes.
    1 - ações te protegem mais da inflação a longo prazo (como vai viver 50 anos em FIRE na RF?). É torcer pra nunca mais o Brasil passar por uma hiperinflacao, e como aqui só tem governo socialista e populista isso é muito difícil de acontecer.
    2 - Todo o patrimônio em reais, sem dólar e euro no exterior.
    3 - Querer ficar no Brasil quando poderia com 20 mil mensais viver tranquilo nos EUA ou mesmo na Europa.
    4 - Querer girar o patrimônio vendendo esses imóveis (eu não venderia).
    5 - A violência no Brasil só piora mais e mais e mais. FIRE que não pode ficar num parque, correr tranquilo na rua, ir tranquilo em direção a um carro estacionado...

    Se fosse EU:
    Faria os novos aportes todos no exterior, em ETFs sediados na Irlanda.
    Pegaria um visto D7 pra por os pés em Portugal (e Europa por consequencia).
    Não venderia nada de imoveis no BR.

    take my two cents.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é FS, Ainda bem que as pessoas pensam diferente senão não haveria ninguém mais morando no Brasil.
      Não sei se você já morou fora, mas eu já (EUA) e posso dizer com todas as letras, nunca mais quero sair daqui.
      Vem morar em alguma cidade de SC se vc quer qualidade de vida e segurança, é bem diferente do que você está acostumada no resto do Brasil.
      Quanto a investir um pouco lá fora tudo bem, se a pessoa se sentir confortável em lidar com toda a burocracia vai em frente. Eu mesmo invisto fora, resquícios de quando morava lá.
      Abcs e que bom que temos opiniões diferentes. Enriquece o debate.

      Excluir
    2. Frugal, você juntamente com o Viver de Renda e o aposente aos 40 são os mitos da independência financeira no Brasil e da finansfera. São pessoas extremamente inteligentes e com enormes conhecimentos do mercado financeiro. Li o seu artigo sobre a ETF IWDA. Achei essa etf fantástica. Lendo seu comentário, eu realmente penso em mudar a minha estráteria ao longo do tempo para diminuir um pouco a exposição à renda fixa. Penso em passar para 60 % RF, 20 % fundos multimercardos, 10 % FII e 10% aplicar nesse fundo. Pelo visto, o risco de esse fundo ter uma queda acentuada é somente ocorrendo uma nova guerra mundial. Frugal, caso após eu atingir a minha IF eu resolva ir morar em Portugal, por exemplo, posso fazer um all in nesse ETF. Mas realmente, já morei um ano nos EUA e você fica se sentindo um eterno ALIEN. É só abrir a boca para falar qualquer coisa e já sabem que você é estrangeiro. O preconceito existe ainda mais quando descobrem que você é latino. Talvez morando em Portugal esse sensação diminua, uma vez que falaremos o idioma sem muito sotaque e compartilhamos hábitos semelhantes. Mas tente conhecer a região sul das capitais. Verá que a qualidade de vida é boa e a maioria das cidades praticamente não tem criminalidade. Mesmo cidades com 100 a 200 mil habitantes. É muito diferente do interior do nordeste. Sem contar que no Brasil o custo de vida é ridicularmente barato. Principalmente fora das grandes capitais. Há pouco tempo viajei ao Canadá e me assustei com o custo de vida. É MUITO CARO. Principalmente a alimentação. ABS.

      Excluir
    3. Acho que esse é um bom assunto para o próximo post aqui do AA40... onde ir morar para curtir a IF? Qual é o preço de viver em Portugal ou EUA? Como estarão esses países no futuro? E o Brasil, só tem coisa ruim, nada serve? É tão caro assim? Onde estaremos no futuro? Eu ainda aposto no Brasil... e olha que hoje vivo fora, já estou no segundo país vivendo fora... temos esse sentimento de que a grama do vizinho sempre é melhor, não é bem assim.

      Excluir
    4. É sim Anon e inclusive já temos alguns sobre o tema:
      https://www.aposenteaos40.org/2017/12/geo-arbitragem-quais-as-melhores.html

      Também aposto no Brasil. Um país com dimensões continentais sempre haverá um lugar bacana, seguro e justo para morarmos. Existem muitas jóias perdidas ai, mas o problema é que o pessoal não quer sair das capitais ai generaliza o país todo baseado nisto. Vivi fora e vc é tratado muito mal por ser brasileiro. Na vdd brasileiro e mexicano é visto igual nos EUA.

      Excluir
    5. Concordo com você AA40. É possível ter uma boa experiência de vida vivendo fora do país. Já vivi em dois países. Entretanto em termos materiais, é necessário avaliar bem. Se você recebe um proposta como expatriado pode compensar. Mas é preciso colocar tudo na ponta do lápis. Há muitos custos de transição, há muita burocracia envolvida. Se você tem vínculos familiares, a distância pesa bastante. Nem todas as pessoas que moram fora do país tem uma família com condições financeiras de viajar para o exterior. Tenho muitos amigos nos EUA, por exemplo, e não vejo de forma tão idealizada a vida por lá. Concordo totalmente com a sua opinião de que há locais muito bons para se viver no país, com qualidade de vida e baixo custo. A questão é estar aberto para viver em cidades pequenas e encontrar meios de se sentir satisfeito para além do lazer caro das grandes cidades. Para quem quer morar fora do país, abrace um novo projeto de vida e não simplesmente uma fuga dos problemas e dificuldades brasileiros. A chance de dar certo é maior.

      Excluir
    6. Falou tudo ABM. Exatamente isto. Não adianta fugir pq as vezes o problema é com vc! Abcs

      Excluir
  10. É impressionante o quanto as pessoas pensam diferente.
    Tenho planos com metas parecidas mas coisas muito diferentes.
    1 - ações te protegem mais da inflação a longo prazo (como vai viver 50 anos em FIRE na RF?). É torcer pra nunca mais o Brasil passar por uma hiperinflacao, e como aqui só tem governo socialista e populista isso é muito difícil de acontecer.
    2 - Todo o patrimônio em reais, sem dólar e euro no exterior.
    3 - Querer ficar no Brasil quando poderia com 20 mil mensais viver tranquilo nos EUA ou mesmo na Europa.
    4 - Querer girar o patrimônio vendendo esses imóveis (eu não venderia).
    5 - A violência no Brasil só piora mais e mais e mais. FIRE que não pode ficar num parque, correr tranquilo na rua, ir tranquilo em direção a um carro estacionado...

    Se fosse EU:
    Faria os novos aportes todos no exterior, em ETFs sediados na Irlanda.
    Pegaria um visto D7 pra por os pés em Portugal (e Europa por consequencia).
    Não venderia nada de imoveis no BR.

    take my two cents.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em muitas coisas Frugal. O Brasil tá fincando difícil, mas EUA não é o caminho. Já morei lá legalmente e espero nunca voltar, foi péssimo. D7 em Portugal corra pq estão para acabar com isso em breve por causa da invasao brasileira.
      Abcs

      Excluir
  11. Com uma reserva de 4 milhoes acho que até pode se dar ao luxo de nao investir em ações. Porém FII também é renda variavel, as cotacoes e yields vao variar ao longo do tempo. No geral acho bem plausivel o plano. O colega se importa de revelar qual cidade bacana é essa onde pretende viver ? Informacao bem legal seria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Vaga. Fazer como o VR fez. Se ganhou o jogo para que continuar jogando ainda mais em ações do jeito que o Brasil é? Não entendo alguns colegas mas tudo bem, cada um tem seu perfil.
      Interessante sobre a cidade. Também gostaria de saber.

      Excluir
    2. É verdade... pode fazer como o Viver de Renda que já facilita bastante. O problema é saber em quanto estará a taxa em 2021. Se fosse hoje, ele jogaria esses 2 milhoes no tesouro e renderia 10 mil por mes até 2045. Tá certo ? No caso eu manteria os imóveis por conta da diversificacao.

      Excluir
    3. Hoje eu não colocaria no na NTNB de longo prazo já que duvido que os juros e a inflação continuarão tão baixos por muito tempo, mas qualquer coisa acima de 6.5% aa real é extremamente atrativo. Eu manteria o melhor dos dois imóveis do ponto de vista de potencial de valorizacao tbm mais por diversificacao. abcs

      Excluir
  12. Acho que qualquer cidade com menos de 100 mil habitantes na região sul tem o mesmo perfil: baixíssima criminalidade e idh elevados para o padrão brasileiro. Principalmente se for no Paraná e em Santa Catarina. O R.G. do Sul está meio falido. Tipo o RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não é para tanto, RGS ainda falta muito para chegar perto do RJ ou Siria. O problema sempre é capital e reg. metropolitana. SAIA DESTAS ÁREAS. Tem muita cidade pequena igual ao padrão de SC no RGS e PR e interior de SP. Você precisa escolher cidades com maioria de imigração alemã ou italiana ou até Japonesa ou polonesa pois eles tentam trazer a mentalidade de desenvolvimento, organização e estrutura social de seus antepassados para o local, tornando-o prospero e com baixa criminalidade.

      Excluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.