Subscribe

E se você amanhecesse argentino hoje, em que investiria?

Imagine você que ao acordar hoje se desse conta que é um argentino. Calma, não se desespere, é só um pesadelo :).
A Argentina, como você deve saber, passa por um de seus piores momentos econômicos da história. Foram anos de esquerda no poder como aconteceu no Brasil porém lá o impeachment não ocorreu e o povo tirou a esquerda do poder tarde demais.

O presidente Macri até tentou colocar a casa em ordem mas o estrago era grande demais, e assim como no Brasil e na Grécia, uma vez que o povo e os políticos se acostumam à bonança, dificilmente mudam-se os hábitos de gastos. Resumo da história, o FMI foi o recurso final para tentar salvar o país - leia mais. Adivinha o que a esquerda está falando? Macri e a direita quebraram o país !

Hoje com universidades praticamente todas em greve devido ao corte de verbas, serviços básicos cortados a um nível mínimo, o país beira um colapso de não poder nem pagar a parcela a vencer da dívida interna e externa. 
Macri se viu obrigado a pedir um adiantamento de 50 bilhões de dólares ao FMI que pode ou não emprestar, já que quem emprestar, dado ao risco, certamente cobrará juros nada módicos.

E SE ISTO ACONTECESSE AQUI ?


Vamos desconsiderar as diferenças fundamentais e imaginar que o Brasil esteja agora nesta situação, o que não é de todo impensável já que vários passos como o aumento de gastos e outros sinais estão aflorando a cada dia:

  • Taxa de Juros (Selic): 60%aa
  • Inflação IPCA: 31.2% aa
  • USD: 1 Dólar a 38,72 Reais
  • Índice Bovespa (Merval): -11% no ano


Convido agora você a fazer um exercício de possibilidades e imaginar no que investir ou estar investido para minimizar o estrago financeiro que esta conjuntura traria ao seu patrimônio.

Em que você gostaria de estar investido ou investiria e por que, considerando as opções de investimentos disponíveis hoje no Brasil? 
Deixe o comentário abaixo com embasamento de suas decisões  por favor. Lembre-se que estamos contribuindo para a educação financeira dos brasileiros então pondere bem suas respostas neste sentido: 
___

Para pensar. O que está acontecendo com o mundo....
Fonte: https://tradingeconomics.com/ - Clique para ampliar
PS: O AA40 vai se abster de comentar este post para deixar o fórum livre para opiniões e comentários.



29 comentários:

  1. A Argentina é uma outra realidade, eles praticamente incorporaram a inflação ao dia a dia. Enquanto nós temos uma moeda razoavelmente estabilizada nos últimos 25 anos, eles passaram a maior parte de tempo com inflação. Com certeza o povo argentino em grande parte, como o brasileiro também, gosta de um Estado provedor.
    Sobre investimentos: lá investem em dólar e imóveis. Bolsa praticamente é inexistente. Vi que lá num pregão gira em torno de 50 milhões de dólares, aqui na casa de bilhões.
    Em quesito investimentos e sistema bancário o Brasil está bem.
    Mesmo com essa "crise" a Argentina, ao meu ver, é um país mais seguro e tranquilo para se viver.

    ResponderExcluir
  2. Meus investimentos estão todos em reais e nada dolarizado (a não ser alguma coisa em crypto). Sempre tendo a olhar meu patrimônio não apenas em real mas também em dólar, e com esse aumento recente do dólar frente ao real, isso penaliza bastante. Mas de fato vejo que a Argentina as pessoas pensam mais “em dólar”. Já ouvi dizer que o mercado imobiliário lá só funciona em dólar americano. Torcendo aqui para que o dólar volte para a casa dos 3,20 para me proteger mais

    ResponderExcluir
  3. Nesse cenário o investidor tem que ser conservador. O risco de calote é muito grande de todos os lados. Para preservar o poder de compra do seu dinheiro o investidor tem que atrelar a taxa de juros e a inflação, mas eu não travaria por prazo muito longo. O ideal seria colocar no Tesouro Direto Selic e em CDBs de grandes instituições que devem pagar nesse cenário 80% do CDI, com liquidez diária. Mas como foi dito acima seria muito importante tb proteger a desvalorização do seu dinheiro atrelando ao dólar. Ou comprando a moeda, ou investindo no exterior em RF. Tb vejo nesse cenário uma excelente oportunidade de empreender em negócios voltados ao turismo. Com a valorização do dólar, fica muito barato para o estrangeiro vir fazer turismo no país.
    Mas aproveitando a reflexão sobre um cenário catastrófico como esse, sei que muitos que leram pensariam na primeira coisa em "cair fora" do Brasil. Eu não penso assim. Eu continuaria aqui e "lutaria" para mudar as coisas no nosso país. Pq ? Pq em um cenário como esse eu teria condições de sair e tentar um nova chance em outro país. Mas meu coração e minha cabeça não iria ficar tranquilos em ver no noticiário em ver a grande maioria da população sofrendo, inclusive amigos e familiares. E acho que esses que pensam em sair do Brasil não enxergam a grande riqueza do nosso país: a terra boa para plantio e criação. Isso poucos países possuem. Eu acho que em um cenário desses a agronomia e o turismo seriam um bom caminho para tirar o país da recessão.

    ResponderExcluir
  4. Já estive na Argentina diversas vezes, e apesar da situação econômica crítica deles e da violência crescente, ainda sim são pessoas bem mais educadas que o Brasileiro médio. Realmente não consigo entender o por que de ser tão difícil tirar o país da lama, deve ser o mesmo caso da Venezuela, um pequeno grupo de pessoas privilegiadas que não largam o osso nem a pau, em detrimento da grande maioria da população.

    ResponderExcluir
  5. Primeiramente, eu vi certo: desemprego e PIB melhor na Argentina do que aqui?
    Concordo com o anônimo quanto ao turismo e agricultura. Ele teve uma boa sacada.
    Quanto a investimentos, sinceramente, eu não sei.
    Investir no exterior me passou pela cabeça. Mas o câmbio seria cruel.
    Tesouro direto seria arriscado demais, com grande chance de calote.
    Acho que eu investiria em CDB de banco grande. Mesmo com taxa não sendo boa, prezaria pela segurança. E acho que eu compraria ações, com o cuidado de analisar muito o fundamento. Se os fundamentos forem bons, a crise será passageira e o papel vai subir.
    Exercício bem difícil esse de decidir onde alocar na crise. Mas interessante.

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente continuaria a trabalhar aqui fora para garantir uma renda de R$464.640,00 por mês, depois disso eu não sei.... nem consigo imaginar um cenário desses. Tem alguns argentinos aqui, o dia que encontrar um eu pergunto oq ele faz com essa grana toda!rs

    Sr. IF365

    Blog do Sr.IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
  7. Não entendi o raciocínio de se investir em CDBs de grandes bancos em detrimento dos títulos do tesouro. Em meu entender, se o tesouro dá default os bancos "descem todos pelo ralo". Onde meu raciocínio está errado?

    ResponderExcluir
  8. Olá AA40,

    Desde quando eu nasci vejo falar da crise da Argentina. Já tenho 32 anos e nada deles conseguirem estabilizar isso. É muita falta de competência.

    Eu deixaria um pouco de dinheiro na bolsa e outro enviaria para o exterior. Também investiria em gado. Nada de comprar títulos do governo e de banco.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá AA40, difícil dizer onde alocar dinheiro agora. Na crise, não tem muito o que fazer. Logo, os argentinos que se protegeram com dólar devem estar menos preocupados.

    Imagina ver de um dia para outro parte do seu patrimônio subir sei lá quantos porcentos?

    É por isso que precisamos ter uma parte de nosso patrimônio em dólar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Um dia desses eu vim aqui e perguntei se comprar dólar era um bom investimento, me disseram que não era uma boa. Na semana seguinte o dólar passou os 4 reais rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez por que dólar não é investimento assim como o ouro não é. Investimento coloca dinheiro no seu bolso de forma passiva. Dólar é hedge de risco somente.

      Excluir
  11. Dólar e euro é usado para proteção de investimento. Moeda nenhuma é investimento nem bitcoin

    ResponderExcluir
  12. Caro AA40,
    Que reflexão heim. Ainda não tinha parado pra pensar o Brasil numa situação como a Argentina e muito menos como uma Venezuela (embora você nem tenha mencionado).
    Eu tenho um colega argentino e estes dias mesmo eu perguntei pra ele como está a situação da Argentina e quando ele pretende visitar lá (visto que ele mora na Europa). Perguntei ainda, se ele mandava dinheiro. Disse-me que a situação lá está bem difícil, mas que os pais deles não sentiam absurdamente, pois eram "bem" aposentados, o pai foi militar (não sei o quanto isto era bom ou não). E disse-me o investimento que fazem hoje é em dólar (não entrei no mérito investimento outros). Claro que, tenho uma moeda tão desvalorizada, a compra de dólar que hoje já não é proibida dá uma proteção. Tendo o custo de vida alto, baixos salários, o que sobrar para os mais comuns, vira dólar. Mas que loucura chegou a Argentina!!

    Hoje fico eu pensando como investir no Brasil, não sendo nem de perto uma Argentina; se fosse então, não sei o que fazer. Digo que, quem tem capital, bem ou mal, se arranja. Quem é classe média pra baixo, é a que paga a conta, que se lasca e que sente profundamente. Vê rico sentindo a crise no Brasil? (eu sinceramente não tenho notícias!!)

    Mas tentando refletir à tua pergunta: o que faria se fosse aqui estivesse na mesma situação que a Argentina:
    - acho que trocar a moeda por uma moeda mais forte é sim uma atitude inteligente, a manteria tanto pra reserva de emergência, quanto pra investimento no exterior --> ações, bonds (para os mais conservadores);
    - não deixaria de jeito nenhum $$ em moeda corrente nacional;
    - tentaria desenvolver uma atividade de exportação, com lastro em moeda estrangeira, é claro. Tinha notícias que a Argentina era muito forte na agricultura, por exemplo e/ou alguma atividade com internet, mesmo serviços, com possibilidade de atender clientes em vários países e não só locais.

    Eu acho que estamos vivendo um período de transição no mundo, que não sei quando se começa e/ou quando termina. Mas a história nos demonstra pelo passado que, os períodos difíceis existem e passam; impérios são construídos e destituídos; que um dia sempre achamos um caminho.
    Espero que a história se repita!
    Um abraço @-@

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ricos sentem a crise e muito, mas eles são a minoria e não podem reclamar enquanto milhões tem muito menos e reclamam muito mais. Ricos são ricos por que fazem escolhas sensatas de investimento e gerenciam seu dinheiro para conseguir mais dinheiro. Ricos honestos são estigmatizados por terem feito um ótimo trabalho e o governo e a maioria da população ao invés de tentar chegar lá também condenam quem chega como se ser rico no Brasil fosse um crime! Lamentável

      Excluir
    2. Exato, muitos ricos perderam bastante patrimônio com a crise (as empresas acabaram).

      Excluir
    3. Caro Anon,
      Como generalizei quanto aos ricos, o argumento fica pobre (que contraste!)
      Talvez alguns poucos ricos que eu conheço, não sentiram tanto assim; mas não significa que, com todos foram assim; assim como você definiu ricos na tua mensagem; assim como eu, generalizou e generalizar, é uma droga, vamos combinar.
      E para esclarecer, não quis e nem condeno rico, nem pobre, nem negro, nem branco, nem macumbeiro e nem protestante; os únicos que tenho condenado são as corjas dos aproveitadores que tomaram conta do cofre do Brasil e estão torrando o dinheiro da Nação..do resto, tô tentando domar a minha vida!
      Sou paz e amor! hahah
      Um abraço, @=@

      Excluir
  13. Os Argentinos se acham os europeus da america latina e vivem em dificuldades. Acho que falta humildade lá. Primeiro passo seria serem mais humildes, receberem melhor os turistas, para assim alavancarem o turismo. Interessante como um país tão letrado, pelo menos é o que dizem (lá tem uma livraria em toda esquina), vive passando dificuldades.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Vejo muita gente vir aqui falar que se aqui virar uma argentina vai comprar dolar. Sera que vai mesmo? hOJE O DOLAR ESTA CARO, e se o dolar custar 10, $20 reais? Vai comprar dolar? Para se proteger? e depois de 2, 3 anos o dolar volta a 4 reais novamente, o que faz? Dolar e instrumento de protecao, quem quer se proteger as turbulencias do mercado hoje compra dolar aos poucos, nao importa quanto ele custe.
    Outro comentario errado e dizer que vai comprar cdb de banco grande em detrimento do tesouro direto. VOCES ACHAM QUE BANCO GRANDE INVESTE ONDE? NO TESOURO! Se o tesouro quebrar quebra tudo, vira o caos.
    Segue o fluxo, diversifica, interna e externamente, e qualquer crise vira uma `marolinha`

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só tratar o dólar como uma ação... Pode custar 20 reais um dia e voltar a custar 3 reais em outro...

      Tem que saber a hora certa de vender.

      A certeza é que o dólar nunca mais vai custar 1 real... a tendência é sempre o dólar ficar mais caro pq nosso país é atrasado mesmo e sempre vai ser.

      Excluir
    2. Isso é fazer market timing, mesmo que tredar, o que não é nada recomendável fazer quando vc é investidor de longo prazo !

      Excluir
    3. Se vc comprou dólar lá em 1994, quando ele custava 1 real.
      E vende hoje a 4 reais. Isso não é um bom investimento a longo prazo ? Vc quadriplicou seu dinheiro.

      Daqui mais 20 anos o dólar vai estar muito mais caro, para além dos 4 reais.
      Isso não é um bom investimento a longo prazo ?
      Em que momento desde do surgimento do Real que o Dólar ficou abaixo ? Em nenhum...

      Vcs estão presos a conceitos de livro...
      se ta valorizando, se ta sendo rentável então é um bom investimento. Isso é o que importa na prática.

      Excluir
    4. Vc já calculou o CDI neste mesmo período para saber se dolar é um bom investimento? Claro que não. 100% DO CDI APENAS neste período rendeu 5.134% e ai como ficam os 400% agora?

      Excluir
    5. Só IPCA neste período da 442% ou seja rentabilidade real negativa.

      Excluir
    6. Apesar do último anon estar certíssimo, vamos manter o nível aprendizado pessoal. Não precisam se exaltar. Abraços

      Excluir
  15. Isso aí, para saber se a rentabilidade de um ativo é boa ou não tem que comparar com a inflação do período.

    ResponderExcluir
  16. Nêgo desvirtuou o assunto rsrsrsrs

    Não foi dito que dólar é melhor do que CDI, apenas foi dito que sim o dólar pode ser um investimento.
    Se for levar em conta que a maioria da população nem investe, nem se liga nessas coisas, que a maioria perde muito mais dinheiro no tempo. O Dólar tem lá seus 400% e se vc não vender e continuar apostando, no longo prazo ele vai gerar muito mais.
    Vc preferia receber seu salário em Reais ou em Dólar ? Pois é...
    E a inflação te prejudica vc recebendo em Dólar ? Pois é...

    Como falei, vcs estão ligados a conceitos de livros. Sejam mais práticos.

    Sejamos igual ao "zezão"
    http://pobrecatarrento.blogspot.com/2014/12/zezao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OK fique investindo em dólar. Tudo bem é seu dinheiro.
      Você que prefere acreditar no zezão ao invés de livros e números comprovados de deve saber mais mesmo. Abraco e bons investimentos

      Excluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.