Subscribe

FIRE é uma modinha passageira (?)

Quem acompanha os blogs FIRE americanos talvez tenha se deparado com a interessante discussão que tivemos nestes últimos dias sobre FIRE ser uma modinha passageira ou algo que veio para ficar.

O Blog RB40 afirma categoricamente que o movimento FIRE é uma modinha passageira e que em 10 anos ninguém mais estará falando nisso, a não ser alguns poucos loucos como nós - Leia o post
Já o blog PhysichianOnFire tem a opinião exatamente oposta. Ele afirma que o o movimento FIRE está aqui para ficar, ainda mais agora que está atingindo as mídias de massa - Leia o post

O RB40 argumenta que FIRE é um fenômeno anti-establishment. Esses movimentos raramente perduram. É muito difícil para a maioria das pessoas deixar a cultura dominante. A maioria irá reverter para o conforto da vida normal, ou seja, gastar boa parte do salário, viver uma vida materialista e confortável. Eventualmente, um pequeníssimo núcleo de resistentes continuará a promover o movimento FIRE, a maioria deles blogueiros como nós. Ultimamente ele afirma que FIRE é uma moda passageira assim como foi o movimento hippie na década de 70, já que a vida de um hippie não é nada fácil, apesar do conceito ser ideologicamente muito atraente.

Já o PoF argumenta que FIRE está em todas as mídias atualmente. Existe até um documentário sendo lançado sobre o tema que vai passar em grandes canais e até no Netflix. FIRE está se espalhando muito rapidamente e existem centenas de livros e blogs falando sobre o tema, centenas de exemplos e casos reais que motivam as pessoas.
Além disso, ele vai além citando e quebrando os mitos FIRE como: Que os FIREes não se aposentam de fato pois continuam ganhando dinheiro com seus projetos; que o bull market do mercado americano nos últimos anos é o grande responsável por esta onda FIRE; que no primeiro grande bear market desaparecerão os FIREs de hoje; que FIRE é só para meia duzia de nerds do vale do silício que ganham ótimos salários (leia detalhes nos post via links que deixei acima)

Gostaríamos de saber sua opinião na enquete abaixo e também nos comentários:


Particularmente, acredito que FIRE pode ser sim uma modinha mas o conceito em que ele é baseado que é a independência financeira é muito mais sólido e mais antigo que FIRE. Acredito que FIRE é para muito poucas pessoas. As que já nasceram em berço de ouro e as que realmente farão consideráveis sacrifícios financeiros por décadas (meu caso). Pessoas dispostas a fazer o esforço necessário são muito poucas ai fora e isto não é necessariamente ruim como já escrevemos
Mesmo que FIRE venha a atingir um grande público, será sempre ínfima a porcentagem que adesão real ao movimento.
E você caro leitor, qual sua opinião? 




Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

26 comentários:

  1. Olá! Acho q o movimento tem algo de passageiro mesmo, o “zeitgeist” que vivemos é de salários achatados para a nova geração que em muitos casos gastos bastante na sua educação formal e não viu retorno. Num contexto de pouco dinheiro e muito trabalho normal que mais pessoas busquem mudar sua situação. Nos anos 90 e no boom dos anos 2000 todo mundo queria ganhar dinheiro e a cultura era a dos yuppies. Acho que se as coisas mudarem uma minoria continuará abraçada na contra cultura. Abs muquirana

    ResponderExcluir
  2. Olá AA40,

    Eu acho que nem é modinha. Moda é uma coisa que é aderida por muitos. Já FIRE quase ninguém aderiu. Claro, que entendi o contexto do post.

    FIRE sempre vai ser para poucos. A maioria quer é torrar a grana e ser "feliz" com o consumo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Acho que o conceito de FIRE sempre existiu, mas sem a preocupação em se aposentar cedo. Acho que todos conhecem alguém que vive da renda de imóveis alugados, que é o investimento preferido de boa parte dos brasileiros. As pessoas economizavam, investiam em imóveis que geram renda e viveriam dessa renda após algum tempo. A diferença é que hoje as pessoas tem informação e acesso a vários tipos de investimento e chegaram a conclusão que não precisam esperar pela aposentadoria do governo para para de trabalhar.

    ResponderExcluir
  4. Estou com o Cowboy!

    Modinha só se for nos EUA pois aqui no Brasil se falarmos sobre os conceitos de FIRE a probabilidade maior é sermos taxados de loucos!

    Acho que a tendência natural das coisas é FIRE ser algo underground mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Olá AA40,

    Mesmo que a FIRE atinja mais pessoas com a ideia, também acredito que um percentual bem pequeno entre em ação.

    Assim como o Cowboy, também a vejo para poucos.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. FIRE já é meio que restrito a quem ganha bem (uns 5% da população) e parte considerável de quem ganha bem não tem disciplina para poupar. Esse movimento é restrito a poucas pessoas. Daqui um tempo ninguém fala mais disso.

    ResponderExcluir
  7. FIRE é para os famosos mão de vaca. Esses sempre existiram e vão continuar existindo. A diferente é que os mão de vaca que antes guardava tudo embaixo do colchão e poupança, hj estudando CDBs, Debentures, TD, FIIs, Ações etc.....

    Abs e bons investimentos

    ResponderExcluir
  8. Sabe coisa que só se ver em novela? É tipo Fire, quem de vocês conhecem (conhecem mesmo) alguém com até 40 anos que se "aposentou"? Que vive viajando pelo mundo sem rumo? Eu trabalho numa grande empresa aqui no Brasil, quando eu digo que vou pedir demissão em alguns anos soa estranho. É estranho TB quando eu falo em ano sabático. As pessoas perguntam (e como é que você vai se sustentar?) É dificil responder essa pergunta pq pra mim parece tao óbvio.

    Penso da mesma como o Cowboy falou aí.

    ResponderExcluir
  9. Cada dia que passa acredito que FIRE é apenas para uma pequena parcela da população. Não necessariamente a que tem maior poder aquisitivo, mas aquela que realmente tem consciência da importância de poupar para o futuro.

    Grande parte das pessoas de classe média alta não faz isso. Ficam sempre na corrida para ter o carro mais caro (SUV), o apartamento maior, vivem no limite do que ganham. Isso é triste pois são essas pessoas que justamente tem condições de alcançar FIRE com mais facilidade.

    Pessoas pobres vão demorar muito tempo para atingir FIRE. Não é impossível, mas requer uma disciplina fenomenal e pelo menos 2-3 décadas. A saída para as pessoas pobres é investir em uma maneira de ganhar mais para tentar sair desse estrato social. É lindo ver exemplos de pessoas que investiram 100 reais por mês durante 40 anos e ficaram milionárias, mas essa não é a realidade do pessoal: imprevistos acontecem e segurar um rojão ganhando 1 salário mínimo e trabalhado 40 horas por semana deve ser incrivelmente difícil. Qualquer emergência desestrutura o esquema.

    Uma vez foi dito que médicos (e outras profissões eventualmente bem remuneradas) deveriam ser "obrigados" a ser FIRE. Acho que essa frase deveria ser ampliada para abarcar toda a classe média. É uma falta de respeito com sua história pessoal não fazer o esforço de poupar. Isso é um privilégio que muito pouca gente no país pode alcançar.

    Acho que pensar em FIRE como um privilégio torna a possibilidade de ter uma disciplina para poupar $$.

    ResponderExcluir
  10. Eu acredito que muita gente entra "na moda" mas apenas alguns ficam até atingir objetivo igual tocar violão a cada 10 que tenta 1 toca realmente, e tudo é assim vem uma grande onda muitos aderem logo passa mais alguns continuam focados.
    Eu sinceramente não acredito que serei FIRE um dia, pois estou focado em curtir minha família o máximo possível e tentar conter a ansiedade de investir custe o que custar , mantendo meus 10% de aporte tá ótimo, continuo consumindo logo logo meus investimentos cobrem meus gastos o que vier por fora como trabalhos e aposentadoria INSS herança será um plus .

    ResponderExcluir
  11. FIRE sempre será para uma parcela pequena da população. Simplesmente porque não existe caminho definitivamente certo ou definitivamente melhor. Para quem pensa em IF, poupar é o melhor caminho; para quem simplesmente vive o presente momento, usufruir do máximo possível é o melhor caminho. Quem está certo? IMHO: ambos!

    Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente já tentei provar para os outros por A + B que FIRE é possível e uma boa opção de vida para nós, mas desisti de dividir este objetivo, e na verdade até acho bom que a imensa maioria das pessoas não compartilhem deste plano de vida. Pelo que percebo as pessoas que realmente querem atingir este objetivo são pessoas mais focadas, que trabalham mais do que a maioria, e acima de tudo sabem que o processo é longo e exige foco, daí o fato de muitos desistirem pelo caminho, o que pode fazer parecer se tratar de uma "modinha".
    E não será surpresa se os incredulos, que nos chamaram de malucos no momento pré-fire, nos chamarem de sortudos no momento FIRE. Acredito que o movimento seguirá em frente, com poucos levando realmente a sério, talvez para o nosso bem.

    ResponderExcluir
  13. Não é moda, nem é passageiro. É preciso um mínimo de renda e um monte de disciplina. Coisa pra poucos no fim das contas.

    ResponderExcluir
  14. Acho que FIRE é sim modinha, pois é para poucos. Vivemos uma época de juros altos onde era fácil conseguir 5% liquido acima da inflação na renda fixa, agora não mais. E além do mais, pra maioria ñ vale a pena se aposentar com uma renda de 5~6mil reais por mês, que o que a maioria aqui persegue. 6mil é muito pouco pra maioria das pessoas com real potencial FIRE. Preferem seguir trabalhando.... é o meu caso. Logo logo vou chegar nesses 5~6mil liquidos por mês em renda passiva, é uma segurança ótima, ajuda a dormir tranquilo à noite, mas parar de trabalhar e baixar a minha qualidade de vida, não dá. FIRE é pra quem detesta o trabalho com todas as forças, quem tolera como eu, segue trabalhando e acumulando renda passiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tolera. Caraca, eu chego em casa e rezo por ter conseguido suportar um dia a mais no meu trabalho sem me suicidar. ODEIO extremamente odiado. Como alguem consegue gostar de trabalhar por dinheiro enquanto sua vida se deteriora, sua saude se vai, seus finitos dias estao contados e o mundo todo para explorar e vc nao consegue. :(:(:(:(

      Excluir
  15. Não sei se é uma modinha, mas está chegando ao conhecimento de cada vez mais pessoas. Porém, os conceitos que envolvem FIRE são difíceis de serem "implementados" na atual sociedade de consumo em que vivemos. Logo, acho que é apenas um "surto" de popularidade e que tende a passar logo.

    Abraços,
    investidorsolitario.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não sei até que ponto é saudável abrir mão de viver agora para viver com 40-50 anos, o ideal seria achar um "meio termo" para se atingir a IF porém vivendo e não apenas sobrevivendo..

    ResponderExcluir
  17. Acho que o conceito FIRE está nos holofotes simplesmente porque é algo interessante & pitoresco, e isso sempre chama atenção - por isso artigos sobre isso estão na BBC, G1 etc. Não podemos confundir isso com uma adoção generalizada do estilo de vida FIRE.

    Acho que essa midiatização é, sim, temporária, mas a difusão do conceito rendeu frutos: muita gente que, conscientemente ou não, já estava alinhada com a disciplina FIRE, começou a conhecer os principais produtores de conteúdo do ramo, fortalecendo a comunidade.

    Mas isso sempre será algo anti-establishment, e, portanto, restrito a pequenas comunidades.

    ResponderExcluir
  18. O termo FIRE pode ser modinha, mas o conceito em si não, é mesma coisa que MINIMALISMO, sigo ambos a decadas sem saber que existia, mas só fui descobrir estes termos recentemente.

    ResponderExcluir
  19. Eu chego em casa e rezo por ter conseguido suportar um dia a mais no meu trabalho sem me suicidar. ODEIO extremamente odiado. Como alguem consegue gostar de trabalhar por dinheiro enquanto sua vida se deteriora, sua saude se vai, seus finitos dias estao contados e o mundo todo para explorar e vc nao consegue. :(:(:(:( quer me firear hoje !!

    ResponderExcluir
  20. Muito bom, acho que até pode ser uma modinha com muita gente tentando fazer, mas com toda certeza poucos vão persistir no caminho, sempre vai ser para poucas pessoas.

    ResponderExcluir
  21. Modinha geralmente é algo popular, e FIRE no BRasil é a coisa mais antipopular do mundo, é um nicho altamente específico e restrito que acredito nem 0,01% da população brasileira acha que existe. Muito pelo contrário, FIRE não é modinha, está a anos luz disso.
    E mesmo assim ainda tem muito a crescer.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Ótimo artigo.

    FIRE como um movimento "ideológico" é uma modinha e como tal vai desaparecer, pelo menos em grande parte.

    Porém, como bem frisado por você, AA40, a filosofia e conceito por trás do FIRE é muito maior e essa sempre existiu e vai continuar existindo.

    O conceito de gastar menos do que ganha, não fazer dívidas e investir uma parte das receitas está documentada desde sempre na história da humanidade. O acúmulo de riqueza se confunde com a evolução da espécie chimpa sapiens.

    Eu vou ter tranquilidade financeira ou morrerei tentando.

    Abraço!

    http://investidorconcursado.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, não paro de rir com esse termo de chimpa sapiens, muito bom kkkkkk

      Excluir
  23. Eu penso assim desde os 13 anos, sem nem saber q isso tinha nome ou literatura a respeito.
    Mas realmente nem perco tenpo explicando pra outros. É até bom que poucos tenham a disciplina para tal.
    Como a velha discussão entre alugar po comprar imóvel. Não tento convencer ninguém que alugar geralmente é melhor, afinal preciso que alguém compre os imoveis. Imagina se 100% da sociedade só quiser alugar kkkkkkk

    ResponderExcluir
  24. Não sei se é moda ou não, mas sei q estamos saindo da era industrial e entrando na era do conhecimento e quando vc conversa, serio, com alguem de 20 anos iniciando a vida profissional vc percebe que, para eles, não faz qualquer sentido essa corrida dos ratos (trabalhar de segunda a sexta das 8 as 18 sempre devendo, independente do salario que se ganhe). Eles querem outra coisa e principalmente mais liberdade. Para mim essa é a palavra-cheve, nao importa o nome que for dado. A sociedade está mudando e por isso o movimento vai evoluir com esse nome ou não. Sempre será para uma minoria. A maioria não lê nada, não tem faculdade, não tem casa própria, não tem carro, não trabalha, não se sustenta, não viaja e naturalmente não terá independencia financeira.

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.