Subscribe

Que tal viver FIRE em um navio de cruzeiro?

Escrevemos há alguns dias um post que chamou bastante público que foi o "Já considerou viver FIRE em um resort all inclusive?"
Hoje quero escrever uma versão semelhante, mas considerando morar em um navio de cruzeiro ao inves de ficar parado no mesmo lugar (resort) que foi uma dos principais problemas apontados pelos leitores no post anterior.


Custo de viver em um navio

Como em resorts, cruzeiros são oferecidos por várias empresas e diárias diferentes que podem variar de $50 a $400 por dia ou mais. Segundo o USToday, pode-se considerar uma média de $100 a noite em um cruzeiro de nível médio o que seria $3000 mensais e abaixo ou muito parecido com os preços dos resorts pesquisados no post anterior.
Nem todos as linhas de cruzeiro permitem que pessoas morem neles mas muitos sim permitem e até encorajam passageiros que queiram passar uma longa temporada a bordo, alguns ainda oferecem até oportunidades dos morados se ocuparem e inclusive ganharem dinheiro a bordo dependendo do que você ofereça.
Há ainda opções super interessantes como o VikingCruises e sua viagem de volta ao mundo conhecendo 111 cidades em 245 dias e o OceaniaCruises com seu cruzeiro "Around the world" também de volta ao mundo. 

Segundo o USToday, para aposentados (ou FIREs) que procuram os melhores preços, mudar de navio para navio para ver diferentes áreas do mundo permite uma aventura extra a um custo especialmente acessível. Se você reservar cruzeiros diferentes mas saindo dos mesmos portos de embarque, você manterá os custos de transporte baixos. Quando comparados com um custo de US$ 100 por noite para cruzeiros, anualmente sairia mais barato fazer viver em um cruzeiro do que em uma casa de retiro para idosos (nos EUA) pondera o jornal americano.

O pessoal da investopedia calculou aqui que com uma carteira de US$600.000 seria possível morar 20 anos em aposentadoria em um navio. Você poderia retirar US$ 2.400 por mês no primeiro ano de aposentadoria, com saques subsequentes ajustados pela inflação, isso sem considerar possíveis trabalhos remunerados no próprio navio ou nas paradas como guia turístico, por exemplo.

Exemplos reais: 

1) Lee Wachtstetter de 88 anos de idade vive no navio de cruzeiro Crystal Serenity. Veja a reportagem abaixo:



2) Mário Salcedo, 65 anos que se intitula o cara mais feliz do mundo, vive em um navio de cruzeiro a 20 anos. Confira sua rotina abaixo conforme publicado pelo NYT:



Dicas

Algumas dicas dessas pessoas para isso dar certo:
  • Escolha a linha de cruzeiro certa. É sabido que navegar em algumas linhas é mais barato do que em outras. Procure as linhas mais acessíveis e você pode economizar muito dinheiro se este for seu problema. Comprar com antecedência e considerar a temporada também ajuda, veja aqui a diferença de preço no tempo. 
  • Escolha o navio certo. Mesmo navios da mesma empresa podem ter preços diferentes.
  • Escolha os itinerários certos. Velejar para um lugar mais exótico vai ser mais caro do que aquele que é mais comum. Também navegar em cruzeiros de retorno é muito mais barato.
  • Escolha o tipo de quarto certo para seu bolso. Se você pode morar em um quarto interno vai custar muito menos do que uma suíte com varanda para o mar. Alterne.
  • Esteja disposto a trocar de navio. Será um incômodo mas poupará dinheiro se necessário for.
  • Peça um desconto por volume. Reservando para um ano inteiro você consegue pelo menos 30% de desconto em muitos casos. Se não conseguir está olhando na empresa errada;
  • Aproveite ao máximo as recompensas, pontos, milhas e promoções a bordo.
  • Peça um desconto se pagar em dinheiro. Se eles não derem um, use cartões de crédito para ganhar pontos, milhas ou dinheiro de volta.

Conclusões

Se viver em um resort ou um navio de cruzeiro é uma boa ideia ou se é ou não compatível com seu estilo de vida é uma coisa muito particular, que não é o objetivo deste post se aprofundar. Queremos apenas mostrar as opções interessantes que existem ai fora e que muitas pessoas estão aproveitando. Vivendo suas aposentadorias tendo experiências incríveis mundo a fora ao invés de ficar sentado no sofá vendo televisão o dia todo esperando as horas passarem é algo a se considerar.
Financeiramente pode ser sim viável assim como no caso dos resorts, basta querer experimentar este estilo de vida de marinheiro e ter uma carteira de investimentos para sustentá-la.

E ai, achou legal esta opção? Quais os prós e contras de viver em um navio de cruzeiro e você se adaptaria a isso? Seja construtivo no seu comentário.


Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

7 comentários:

  1. Hehehe, eu sempre brinco que serei a tia rica dos cruzeiros. Não sei se passar o tempo inteiro, porque uma hora deve cansar um pouco, mas passar um bom tempo em cruzeiros acho que deve ser bem interessante. Para tanto, acho que se deve ser bem desapegado em termos de bens materiais próprios porque imagino que não tenha como levar um monte de tranqueira para uma cabine de cruzeiro. Para mim funcionaria, porque odeio acumular tralha, poderia me virar bem com uma malinha, mas algumas pessoas que gostar de "ter" coisas, pode ser mais difícil se adaptar.
    Bom, eu não sou fresca e moraria até em hostel. Ou pularia de hostel em hostel com o tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana. Interessante sua meta. Sim viver em um cruzeiro requer um bom nível de desapego, de viver com o que é importante e deixar o resto em terra firme ou vender. Isto pode ser uma terapia acima de tudo. Abcs

      Excluir
  2. Nossa, eu adoraria morar e um cruzeiro e ainda ter a oportunidade de trabalhar nele.
    Amo viajar, conhecer pessoas e lugares novos.
    Sou muito dedicado em tudo que faço e com certeza me tornaria parte do navio pois sinto muito prazer em fazer as pessoas felizes kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal. Vc tem um perfil bom para viver FIRE em um cruzeiro. Abcs

      Excluir
  3. Muito bom! Acho que MORAR nao seria bom para mim, mas certamente fazer uma Volta ao mundo seria bem interessante. E poderia inclusive fazer um "Combo" passando uma boa temporada em Resorts all-inclusive em um cruzeiro e outro. rsrsrs..
    Valeu pela dica, vou dar uma pesquisada nos cruzeiros de volta ao mundo.
    abs!

    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente um cruzeiro de volta ao mundo está na minha lista pós-FIRE, permitindo o orçamento. Abcs EI

      Excluir
  4. Sei lá, vendo o video o cara parece ser mais "o homem mais solitário do mundo" dq "o homem mais feliz do mundo"... pelo menos é essa a impressão q passa.

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.