Subscribe

O que é Aposentadoria Antecipada para você?

Se você é um leitor assíduo da finasfera, deve ter lido os posts recentes de alguns dos blogs mais acessados da mesma, criticando a parte RE da equação FIRE, ou seja, a aposentadoria antecipada.
Não diferente do exterior, a parte RE da equação dá o que falar e tudo por que existe uma palavra fatídica na tradução que é aposentadoria.
A maioria das pessoas, leigos e também muitos conhecedores do movimento FIRE ao escutar esta palavra pensam logo na aposentadoria tradicional aos 65 anos, de pendurar as chuteiras e ficar em casa sem fazer nada esperando os dias passarem.

Conceitos equivocados e difícil de mudar

Até quando vamos continuar usando o conceito errado para descrever aposentadoria antecipada? Pelo visto por um longo tempo e isto vai continuar causando atritos entre os membros da comunidade, o que fica evidente nos comentários dos posts, e pior, traz ainda mais críticas ao movimento e a comunidade, já tão estigmatizada.
Não se pode negar, porém, que a palavra aposentadoria remete a condições como velhice, incapacidade, ócio e deterioração física; mas a palavra não é só aposentadoria, é aposentadoria-antecipada. Ai a pessoa que ouve isso pensa nas condições anteriores só que ainda mais cedo, não é? Logicamente não muda muito ou até piora.
Novamente entramos nós tentando educar as massas e fazendo um trabalho de formiguinha de tentar mudar conceitos equivocados e lógicas que não se aplicam mais no mundo de hoje.
Quando te perguntarem, qual o problema com a aposentadoria antecipada? O problema é que você não entende(u) o conceito.

RE é opcional. É a liberdade de fazer o que quiser !

O fato é que o termo FIRE é utilizando mundo a fora e aos poucos, num trabalho de formiguinha, precisamos mudar o conceito de aposentadoria antecipada. Por antecipada podemos pensar em alguém que encerra seu trabalho formal aos 60 anos, aos 64 anos, aos 55 anos e não necessariamente aos 40 como o título deste blog remente ou aos 30 como muitos americanos conseguem. O autor que vos fala não se sente na obrigação de parar aos 40 só por que possui este blog.  A ideia central é ter a liberdade, não a obrigação de parar cedo, certo? Pare quando quiser e volte quando quiser! O que lhe impediria de parar por 1 ou 3 ou 5 anos e voltar a trabalhar em um emprego qualquer quando você já é FI? Nada nem ninguém !
RE não é obrigação, de uma vez por todas, e não pode virar estigma. Seu eu precisar ou quiser voltar a trabalhar isto não será considerado um fracasso do meu plano FIRE. Apenas uma opção dentro das infintas que tenho. De forma alguma devemos ver isso como fracasso, mas como aprendizado; tentativa e erro é uma das formas mais efetivas de se aprender. 
Se você é FI, você tem a liberdade de fazer o que quiser com seu tempo, inclusive voltar trocá-lo por dinheiro ou não, embora uma pessoa cujo único sentido na vida está atrelado ao trabalho, precisa urgentemente ampliar seus horizontes.
A pergunta mais feita para quem está começando fire é: O que você vai fazer com os próximos 40 anos da sua vida? Uma pergunta um tanto estranha pois parece que o emprego que você tem é que iria definir os próximos 40 anos da sua vida ! Não. Queremos exatamente redefinir nossas vidas. Nossa vida é mais do que nosso trabalho meus caros leitores
Em poucos meses é normal que o novo FIRE se pergunte, como eu tinha tempo para trabalhar das 9 as 5 antes com tanto que tenho para fazer agora que estou FIRE?

O segundo maior mito FIRE

Recentemente a Forbes listou os 5 principais mitos FIRE que não vão mudar facilmente e adivinhem, o mito número 2 é "Aposentadoria antecipada significa nunca mais trabalhar"

Este canário simplesmente não morre. Parece muitos da antiga, como eu, simplesmente não conseguimos abandonar nossa visão de aposentadoria dos anos 70. Naquela época, trabalhávamos até os 65 anos e parávamos de trabalhar. Aposentadoria hoje não é assim. Aqueles que se aposentaram cedo hoje é para encontrar um trabalho que amam fazer. Pode não ser um trabalho em tempo integral. Em muitos casos, eles fundam sua própria empresa e obtém renda fazendo o que gostam. Bem-vindo ao século XXI. 

De fato, não temos como esperar que todos entendam o conceito de aposentadoria antecipada, já que poucos leem e entendem o real objetivo de se obter a independência financeira. As pessoas estão tão apegadas ao financeiro da questão, números, cálculos, planilhas, rendimentos, que poucos param e analisam o aspecto emocional e psicológico destas questões como nosso colega "Aprendiz de Burgues" muito bem o fez nesta entrevista ao SRIF365.


Experiências ruins

Algo que acontece muito nos EUA, e para isto basta abrir o site Market Watch, e agora acontecerá muito no Brasil nos próximos anos é que as pessoas não planejam  o que fazer durante a RE e simplesmente se lançam nela pensando no conceito tradicional de ficar sem fazer nada, na praia ou em casa vendo TV ou ainda viajar eternamente, o que não dura nem um ano, ou ainda saem do país pensando que serão felizes em outro lugar, o que muitas vezes não acontece.
O problema é que estas pessoas quebram a cara por falta de planejamento e de estrutura emocional muitas vezes e ai querem achar um culpado. Claro que FIRE, FI ou principalmente a RE levam a culpa, ao invés de se culpar por não ter entendido o que RE significa ou não ter planejado suficientemente.
Se você teve uma experiência ruim, não critique o movimento, faça uma auto-avaliação antes e veja se o que você planejou foi executado e por que não deu certo, e acima de tudo, você sendo FI tem a liberdade de começar novamente onde e como quiser, então pare de reclamar e achar culpado e comece novamente, como o SRIF365 fez quando não deu certo seu plano de Bali. Ele não sentou e culpou a RE, e sim seguiu ajustando seus planos e tentando novamente.


Planejar e Planejar


Planejar o que vai fazer quando parar pode parecer clichê mas é f.u.n.d.a.m.e.n.t.a.l. Por exemplo, o AA40 tem entre seus planos para a RE, além de escrever o livro, lançar um projeto onde levarei, junto com alguns dos meus leitores, a educação financeira para escolas de ensino médio do RS. Isto não nos trará nenhum centavo de renda, mas a importância e o impacto na vida das pessoas será muito maior do que a que tenho no meu emprego atual e isto é a gratificação não financeira. Por que não fazer algo semelhante na sua cidade durante sua RE? 



Outros com o André do Viagem Lenta são testemunhas vivas que o período de aposentadoria antecipada é um das fases mais produtivas da vida e ai eu peço licença para citar um comentário do André:
O objetivo de ser FIRE (e "FIRE" completo, não só o "FI") é, com tempo, ter liberdade de escolha. Apenas isso. O "RE" é apenas uma consequência do "FI". Ambos são uma coisa só. Minha independência financeira ocorreu com 37 anos de idade. Estou com 47. Completo em março dez anos de liberdade. Nunca produzi tanto como esses dez anos. Nunca ajudei tanto as pessoas como nesses dez anos. Nunca tive tanta saúde e pude fazer tantas atividades que escolhi fazer como nesses dez anos. Justamente porque antes, não tinha TEMPO, por possuir um emprego que me consumia muitas horas por semana. O que faço hoje dá sentido para minha vida. O depoimento do SRIF365 corrobora isso, ela está fazendo o que dá sentido a ele. Não temos patrão, não temos que colocar despertador, não temos sujeitar nossa vida aos desejos dos outros. Para nós, o protagonismo é fundamental, e não há dinheiro que pague ter sua vida controlada pelos outros. O problema de toda a discussão não é a aposentadoria antecipada (que, novamente, não é ficar sem fazer nada - um erro conceitual primário) em si. O que ocorre, porém, é que com a "FI" vem a responsabilidade pessoal de criar uma vida significativa com a "RE".

- André (Blog Viagem Lenta)
Depois de um depoimento desses, se você ainda pensa que aposentadoria antecipada é algo ruim, você realmente deve continuar trabalhando e focar só na FI mesmo.






Isenção de responsabilidade: Todo conteúdo publicado neste site baseia-se no direito de expressão garantido nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Não somos profissionais de investimentos nem consultores financeiros licenciados. Nenhum ativo e/ou estratégia de investimentos aqui mencionados deve ser considerado indicação de investimento.. Este blog representa apenas opiniões e decisões pessoais, que podem não ser apropriadas para outros investidores. Por favor, use o bom senso e/ou consulte um profissional de investimento certificado antes de investir seu dinheiro. AA40 não é responsável pelos resultados de suas decisões, nem responsável pelos comentários postados pelos leitores ou pelo conteúdo de quaisquer sites vinculados. Este blog deve ser visualizado apenas para fins educacionais ou de entretenimento. Resultado passado não é garantia de resultado futuro.

40 comentários:

  1. Estava eu passeando no blog do André e vi seu comentário de que tinha publicado um post com o comentário dele, e aqui estou. Muito legal tanto seu post, como o comentário do André. Às vezes fico pensando se a raiva que as pessoas sentem dos que aposentam precocemente não seria justamente... inveja? "Ciúme é querer manter o que se tem. Cobiça é querer o que não se tem. E inveja é querer que o outro não tenha." (Zuenir Ventura)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho dúvidas que tem muito de ciúmes sim Yuka. Outro tanto também é despreparo para fazer algo e quando fizer e der errado você tenta achar culpados sabe. Nada é perfeito e certamente FIRE não é a solução para tudo, mas bem preparado e planejado tenho certeza que é possível sim ser feliz sendo RE. Basta ter propósito. Se aposentar PARA alguma coisa e não DE alguma coisa. Abcs

      Excluir
    2. Desde que li o post do desabafo não paro de pensar sobre o assunto. Acredito que ele infelizmente passa por um momento de decepção que acaba levando a essa inveja/ciúme. Mas esse tipo de post também é interessante para fazer toda a comunidade parar e pensar se está no caminho certo.

      Excluir
  2. Poderia ter abordado mais o assunto deste trecho, para que o artigo não ficasse meio vago, com tom de raiva: "o que lhe impediria de parar por 1 ou 3 ou 5 anos e voltar a trabalhar em um emprego qualquer? Nada nem ninguém !"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tom de raiva? Longe de mim. Cada um sabe ou devia saber o que quer da vida e se FI/RE é para vc ou não. Apenas não acho justo criticar o movimento por causa do seu fracasso na tentativa. Onde está a raiva nisso? Tlvz a realidade lhe pareça como raiva mas as vezes é duro mesmo aceitar a realidade que você é o errado e não os outros e seus objetivos. Abcs

      Excluir
  3. Isso aí AA40

    Fire em sua totalidade pra mim significa liberdade, essa é a principal palavra que o dinheiro representa pra mim.
    Liberdade de poder dizer não pra um trabalho ruim, não pra pessoas que vc não precisa aturar se não quiser e etc..

    O meu objetivo é daqui 10..15 anos que seja é ser livre, em todos os aspectos, e isso envolve trabalhar ou não. Não é o aspecto principal, é apenas um deles.
    Inclusive sou uma pessoa que sente vontade de estar sempre fazendo algo, só que nesse futuro eu quero escolher algo que não seja sacrificante, pois isso eu já tive que passar na vida por anos, trabalhos pesados, lugares que não me sentia bem..
    Poder chegar aos 45.. 50.. 60 que seja, com uma renda boa todo mês, que me permita trabalhar só que o que me sinto bem, ou até me dedicar a outras coisas como dito no post e no comentário do André é minha maior Vitória..

    Esse é o sentido RE .. viver melhor, poder traçar sua vida como bem entender, sem depender de nada nem ninguém.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom .. enxergo tudo de maneira muito parecida ao que escreveu... Autonomia e liberdade de escolhas é o que busco..

    Abs

    ResponderExcluir
  5. Se isto for pelo post do Corey http://coreyinvestidor.blogspot.com/2020/01/merda-no-ventilador.html não sei se deveria considerar. O cara sempre foi meio louco e se deu mal na Europa e tá desabafando. Fire não é para todo mundo e nem digo pelo dinheiro mas pela falta de cabeça do povo

    ResponderExcluir
  6. Fala AA40!

    Pois é, na verdade ainda não me entra na cabeça a ideia de "aposentadoria" que uma turma faz. Acho que nem há 20 anos, quando me envolvi nesse projeto FIRE (que não tinha esse nome, claro), nunca pensei em me aposentar cedo para só ficar jogando bocha e alimentando os pombos na praça. Cada coisa...

    Suas colocações foram perfeitas. Ratifico sua troca de ideias com a Yuka. Incapacidade e inveja andam juntas nas críticas sem fundamentos. E obrigado pela citação do comentário que deixei lá.

    Abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Concordo totalmente com você. A verdade é que muitos saem do Brasil pensando que será uma maravilha, pois estarão já com IF. Não se atentam que irão para uma cultura diferente e muitas vezes, totalmente, como no meu caso, aqui no Japão. Mas eu tive um privilégio de gostar desde criança e quis aprender o idioma, costumes, mesmo não concordando com algum.

    O principal que tenho em mente, nós jamais estaremos inseridos 100% em um outro país. Sempre seremos estrangeiros, e isso é muito bom como diferencial.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ola AA40, esse assunto esta quente ja no inicio da semana! rsrsrs Concordo com o que voce. Planejamento é chave! Eu mesmo atingui a FI a alguns anos atras mas decidi continuar nao apenas para reforcar o patrimonio mas sim para me preparar para a vida RE. Hoje me vejo mais maduro e nao vejo a hora de me dedicar ao que gosto e me da prazer. Vamos em frente!
    Abs

    ResponderExcluir
  9. Eu cheguei na IF aos 45 e não quero mais trabalhar não ! APOSENTEI CHEGA !FIREEEEEEEEE.......

    ResponderExcluir
  10. Não minha humilde opinião , críticas virão de todos os lados , daqueles que sabem que não conseguirão atingir a FIRE, por mil motivos .... daqueles que arranjam desculpas como: sou workaholic e amo trabalhar ou o mundo precisa que gire o trabalho e dinheiro ! Seja qual desculpa for . Cada um vive cuide da sua vida e não criticar o sistema . Eu me considero FIRE , mais fácil por ser casado e não ter filhos . Acabei de sair do emprego (PDV) e não quero mais trabalhar não , ser empregado ou arriscar a grana em algum negócio que possa perder um bom dinheiro . Pode ser que faça algo no futuro para ter uma renda extra e gastar mais com viagens . Mas agora eu quero é piscina , praia , natureza , cama , caminhada , sauna, esporte .... viver de boa !

    ResponderExcluir
  11. Olá AA40, ia produzir um post com este conteúdo mas vc disse tudo o que gostaria de dizer. Desnecessário aquele post do blogueiro desequilibrado. Ficar em casa sem fazer nada deve ter afetado o psicológico dele.

    Afinal, cada um sabe onde seu calo aperta e por isso, não devemos criticar escolhas pessoais. O que vai fazer após a fire? Porra, existem infinitas possibilidades interessantes na vida e o cara quer pregar pra nós que ficar infurnado num trabalho 1/3 do dia (ou mais) aguentando chefes e gente chata em troca de um salário é saudável?! PQP!!!. Daqui a pouco veremos aqui na blogosfera um bando pregando vestir a camisa da empresa, puxar saco do chefe, ser workaholic, etc. Odeio pessoas que gostam de cagar regras para os outros e ainda argumentam que isso é um tapa na cara de realidade.

    Parabés pelo post bastante elucidativo.

    abraços

    ResponderExcluir
  12. Comentei lá no blog do Corey mas aqui vai.
    Tenho muitos planos, preencherei meus dias, vou fazer esportes e meus hobbies, vou me mudar pra minha cidade natal, surfar, velejar, nadar, fazer musculação, escrever livros, contribuir com a sociedade de alguma forma, fazendo mais alguma pós graduação ou até mesmo graduação ou dando aula como convidado numa faculdade, viajar mais pra dentro e fora do Brasil, cuidar dos meus pais, cachorros e futuros filhos.

    Temos que nos manter ocupados e produtivos independente do dinheiro.
    Vejam o documentario do Bill Gates no Netflix, o cara é uma máquina, leitor voraz, está desenvolvendo um reator nuclear muito mais moderno e seguro, além do trabalho na Fundação dele. O cara é foda.

    ResponderExcluir
  13. "O sucesso financeiro não se mede pelo valor de patrimônio que você tem e sim pela liberdade que conquista"

    ResponderExcluir
  14. Olá AA40,
    No conceito tradicional de aposentadoria, creio que poucos realmente irão fazer.
    Creio que alguns irão continuar trabalhando no local em que estão (por gostar da atividade e do ambiente, que é o meu caso, só talvez reduzindo a carga horária). Já outros de início irão parar de vez, mas depois de algum tempo sentirão falta de alguma atividade, e começarão em algum trabalho que lhe dê prazer (seja remunerado ou não).
    Na blogosfera de finanças, em especial no movimento FIRE, vejo muitos desejando a aposentadoria do seu sentido literal, sendo que creio que isso ocorra porque estão trabalhando num emprego que não gosta nenhum pouco (a exemplo do Sr.IF365), mas o que mais me motiva a acompanhar os blogs é a parte de ser independente financeiramente (o FI do FIRE).
    Ah, quase ia esquecendo, sobre o seu desejo de educação financeira em escolas.
    Creio que assim, como na aposentadoria antecipada, você terá que mudar a ideia que muitos professores e diretores de escola tem de educação financeira (que acham que é saber investir EXCLUSIVAMENTE).
    Vencido este ponto, acho muito louvável está sua ideia, no meu ponto de vista a educação financeira na base escolar tem uma eficácia bem maior do que por exemplo a limitação da taxa de juros do cheque especial (que ainda continua altíssima, e acham que vai ajudar muito nas finanças da população).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sidnei. Concordo muito com vc que no início muitos vão parar mesmo, mas em uma semana já se darão conta que não é possível viver assim por muito tempo e porão em prática os planos que tem para fazer durante FIRE.
      Quando a educação nas escolas, sim, não irei ensinar FIRE para adolescentes de segundo grau mas o básico de como funciona a economia, orçamento, lidar com o dinheiro, conceitos de juros de forma lúdica, quem sabe ensinar a abrir uma conta em banco ou corretora, etc mas como o conteúdo deve ser primeiro aprovado pelo diretor da escola e o professor mais próximo da área em questão, vai ser preciso adaptar ao modelo mais socialistas das escolas brasileiras. Espero que isto não cause conflitos.
      Abcs

      Excluir
    2. AA40, interessei-me nesse seu projeto de dar educação financeira nas escolas, mas esbarrei em um projeto de lei que o governo quer implantar capacitando os professores.

      Onde você entraria nisso? Capacitando os professores mesmo ou sendo um professor? Qual sua formação?

      Excluir
    3. Então, não parei para colocar isso no papel ainda, mas tlvz nos dois lados. Claro que seria melhor falar diretamente com a molecada como um convidado mas se não for possível, fornecer material aos professores já é alguma coisa.
      Sou engenheiro de formação mas tenho MBA e trabalho na área financeira
      Abcs

      Excluir
    4. Eu já pensei nisso e visitei uma escola aqui do bairro para perguntar. A diretora disse que precisa ser professor concursado...

      Se você descobrir uma brecha, divulga para a gente? É algo que eu gostaria de fazer também.

      Abraço!

      Excluir
    5. Olá André e AA40.

      Meu 2-cents na conversa.

      Creio que não necessariamente precisa ser em escolas. Um ambiente interessante e até certa medida democrático é o das Igrejas. Vocês podem usar os espaços das comunidades (que via de regra são grandes e pessimamente aproveitados em atividades comunitárias) e fazer isso numa espécie de consultoria gratuita com as pessoas da região daquela paróquia de um modo geral: economia básica, orçamento pessoal, investimentos, conceitos de juros compostos, FIRE...

      Fiz um pouco disso na minha cidade-natal antes de me mudar pra São Paulo. Esse vai ser o "carro-chefe" da minha FIRE, e de alguma maneira é uma espécie de "by-pass" na obrigatoriedade de seguir o plano de aula ou mesmo ser concursado, além de poder fazer isso hoje já, bastando oferecer isso para os líderes das comunidades - geralmente é uma ideia bem aceita.

      Além de expandir para a comunidade inteira, creio que seria um pouco mais livre do ponto de vista de exigências pedagógicas de uma entidade.

      Abs,
      Ceariba.

      Excluir
  15. Fala AA40! Dessas postagens carregadas de treta que li, o seu post é o mais lúcido! FIRE no fim das contas é para poucos, o gado vai continuar no seu tripalium felizes e saltitantes, cabe a nós não fazermos parte disso e ter uma vida tranquila, em paz com Deus (ou com sua religião... ou não), com saúde e de gente boa e verdadeira, o resto vem com tempo! Um abraço e obrigado!

    ResponderExcluir
  16. AA40

    Mais um Post muito bom a ser debatido. Sempre com respeito é claro, como vc vem fazendo.
    O grande problema desses Posts que causam grandes discussões é que o autor do Post coloca a SUA opinião, que está longe de ser a verdade. É apenas a verdade dele, e naquele momento da vida dele. Ou seja, essa verdade tende a mudar e na maioria das vezes muda, pq somos seres em constante mutação.
    Dito isso, o Post do nosso amigo que gerou repercussão deu oportunidade de vc trazer a tona aos seus leitores o que vc entende como FIRE. Reforçar o conceito. Muita gente vai continuar imaginando que FIRE é apenas aposentar e ficar olhando pro teto. Paciência os que pensam assim.
    Eu até gosto da ideia da imensa maioria trabalhar e alguns poucos usufruir. O mundo sempre foi assim e continuará sendo.

    Obs: Incrível como pessoas a muito tempo nessa estrada da IF ainda não entenderam o que significa ser FIRE.

    Sigamos com nossos aportes

    Abs e bons investimentos

    ResponderExcluir
  17. A Finansfera deu uma aquecida com esses temas muito bom trazer a discussão e ver que nem todos entendem A IF ou o FIRE do mesmo jeito e muitas a apelam pra semântica freestyle.
    Eu realmente não tenho "O plano" para vida quero com a liberdade financeira ter mais opções do que já tenho.
    Outra coisa que percebi que a maioria das pessoas têm objetivos simples como curtir viagens m, esportes Hobbies como carpintaria e projetos sociais e voluntários, fiquei pensando será que boa parte desses objetivos precisam ser realizados apenas quando atingir o FIRE ou com um pouco de organização e planejamento a poderia ser realizado concomitantemente com o trabalho atual.
    Abraço

    ResponderExcluir
  18. "Nunca produzi tanto como esses dez anos."
    O que o André disse corrobora o que eu disse. O que move o ser humando é a geração de valor, mesmo aposentado, você irá procurar uma forma de gerar valor para outras pessoas, que seja um trabalho voluntário como ele faz ou um trabalho assalariado caso a pessoa decida continuar assim. O que pesa mesmo é a liberdade de escolha, que só virá ao atingir a IF.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Seu post é muito bom, ótimo conteúdo. Eu sou amante do trabalho, se fosse livre para fazer o que quiser, eu continuaria trabalhando. Se você fosse livre, iria fazer o quê? Eestou divulgando meu blog sobre concursos. valeu.

    ResponderExcluir
  20. AA40, mudando de faca pra vaca, poderia atualizar o post das melhores cidades para se morar? Tenho oportunidade de transferência do meu emprego para sair do Rio de Janeiro e morar em Resende (interior do estado RJ), mas não encontro nenhuma informação confiável sobre o custo da cidade. Esse tipo de informação é possível na internet? Como estudam o custo devida para mudar de cidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiana. Na verdade não tenho informação de cidades específicas no Brasil no momento. Apenas dados que são públicos, mas um bom recurso é pesquisar o site http://www.custodevida.com.br/comparar/rj-rio-de-janeiro/rj-resende/
      e analisar a parte financeira primeiro, depois parte para questões como violência https://www.mapadaviolencia.org.br/ etc

      Excluir
    2. Qualquer cidade fora o Rio vc tá bem ......

      Excluir
  21. AA40,

    Muito bom o seu post. Achei legal por ter inspirado outros blogueiros a também escreverem sobre o tema.

    "O problema é que estas pessoas quebram a cara por falta de planejamento e de estrutura emocional muitas vezes e ai querem achar um culpado."
    Sem planejamento e readequação dos pensamentos para essa nova fase da vida, nada se sustentará por muito tempo. É aí é mais fácil achar um culpado, como você disse...

    Embora a IF seja para poucos, acredito que essa reflexão é útil para todos, pois Fire ou não, planejar como será a aposentadoria é essencial.

    Boa semana!
    simplicidadeeharmonia.com


    ResponderExcluir
  22. Olá, AA40
    IF é ter liberdade de escolha. Quem já a atingiu escolhe se quer continuar da mesma maneira ou se fará alguma mudança na vida. Tenho dúvidas quanto ao early retirement. Quanto seria este "early": 35, 40, 50 anos...? Se com a nova previdência do INSS será obrigatório trabalhar até 62/65 anos, poderíamos dizer que se aposentar aos 50 anos é early hoje em dia rs?
    Para algumas pessoas o "early

    ResponderExcluir
  23. Olá aposenteaos40.org quer apreender a operar no mercado financeiro com confiança e sem surpresas?

    Acesse esse link e aproveite:

    http://bit.ly/metodo_trader_de_sucesso

    ResponderExcluir
  24. Alguém aí tem alguma dica pra ser RE sem ser FI?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Virar bicho grilo roots
      Arrumar umx coroa ricx Sugar
      Aposentar por incapacidade ou qualquer outro beneficio estatal
      Virar laranja de politico/traficante

      Excluir
  25. Kkkkk ou entra em mim sindicato ou no MST

    ResponderExcluir
  26. Cadê o AA40? Vc e o Srif365 sumiram...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe só dando um tempo por que ninguém é de ferro. Em março voltarei. Abcs

      Excluir
  27. Realmente a palavra Aposentadoria é meio carregada ou mal interpretada por muitas pessoas.
    Talvez ficasse mais legal trocar a palavra por LIBERDADE, Daí seria movimento FILE, Independência Financeira com Liberdade antecipada. Só um pensamento rs

    ResponderExcluir

Mensagens ofensivas e críticas infundadas não serão toleradas. As mensagens aqui postadas podem não representar a opinião do blog ou autores do AA40. Os posts aqui mostrados não representam sob hipótese nenhuma recomendações de investimento.